• Timidez e docência: é uma combinação possível?

Timidez e docência: é uma combinação possível?

Na época do mestrado, via alguns colegas diante da pergunta que dá título a este post, eles sentiam a vocação para docência, mas questionavam seu potencial como professores por serem pessoas naturalmente tímidas. Sabemos que a sociedade em que vivemos valoriza a comunicação, a eficiência comunicativa muitas vezes está relacionada a características como extroversão e desinibição. Mas, será que a timidez é realmente um empecilho à docência?

A resposta é Não e não. Considerando que ensinar é muito mais do que apresentar conhecimentos diante de um público (no caso, alunos) outras qualidades associadas à timidez podem (e devem) ser utilizadas a favor da docência. Pessoas tímidas são reconhecidamente observadoras, cautelosas e geralmente, boas ouvintes.  A capacidade de escutar o aluno no processo de ensino estimula o livre fluxo de ideias e saberes no processo de aprendizagem. E você não precisa ser um comediante de stand up comedy ou ter a empolgação em nível master de um guia turístico na Disney para tornar uma aula interessante, cada um possui vivências particulares e saberá encontrar sua própria forma de conexão com os alunos. Sem mencionar que a internet traz recursos audiovisuais cada vez mais atrativos, de filmes a softwares, são várias as opções para enriquecer uma aula.

No site do TED (Tecnologia, entretenimento e design) há uma palestra da escritora Susan Cain (O poder dos introvertidos), ela argumenta que “os introvertidos trazem ao mundo habilidades e talentos extraordinários e devem ser encorajados e reconhecidos”. Vale a pena assistir, quem sabe você, tímido, começa a ver as qualidades ainda não aproveitadas de sua timidez? Afinal, Einstein, Proust e Spielberg (só para citar alguns nomes de introvertidos famosos) mostraram que, sim, a introversão pode ser muito produtiva! Tímidos, não limitem as suas potencialidades, se a vocação para docência existe, por que não???

Confira a palestra de Susan Cain no TED:

By |2013-08-02T00:23:48+00:0002-08-2013|debates, docência|20 Comments

About the Author:

Fonoaudióloga e desbravadora da neurociência. Atualmente, é doutoranda em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento (UFPE). Gosta um bocado de café, rock n'roll e claro, de escrever no Pós-graduando.

20 Comments

  1. Raiana Lira Cabral 02.08.13 at 06:55 - Reply

    Muito bom Maria Soledade! ahahaha as conferencias TED sempre me inspiram! no meu primeiro post usei uma referência a ela tb… e quanto ao “E você não precisa ser um comediante de stand up comedy ou ter a empolgação em nível master de um guia turístico na Disney para tornar uma aula interessante” super me identifico pessoalmente, mas também recordo de professores excelentes que não correspondiam a essas características. =]

    • Verdade, Raiana. É que nas minhas observações percebi que as pessoas associam muito comunicação eficiente com extroversão, mas você tem razão, muitos professores excelentes não correspondem a essas características.

  2. Luiz 02.08.13 at 11:09 - Reply

    Minha monografia foi sobre a influência da timidez na formação de professores. Sobre a atuação de um professor tímido não posso afirmar, mas no que se refere à formação a timidez interfere negativamente, conforme o meu estudo. Os licenciandos tímidos encontram dificuldades para participar das discussões e debates da graduação e também evitam levantar questionamentos durante as aulas. E quando eu comparei todas as turmas de formandos do curso, no grupo que se considerava tímido a porcentagem daqueles que se sentiam despreparados para assumir uma sala de aula era muito maior se comparada aos estudantes não tímidos.

  3. Muito legal seu texto, e adorei o compartilhamento do vídeo do TED! Já havia assistido duas vezes esse vídeo, a inserção dele no seu texto está super coerente! Os melhores professores que tive não chegavam nem perto do estilo “guias turísticos da Disney” (ri demais com esse termo!!).

  4. Maria, acho muito bacana abordar esse tema e ainda mais da forma como vc fez, derrubando preconceitos. Essa “obrigação” de ser extrovertido atrapalha muitas pessoas, e na docência isso não é diferente. Li o livro da Susan Cain e também amei!

  5. Anderson 02.08.13 at 13:04 - Reply

    Ótimo texto e a palestra foi incrível.

  6. Anderson de Lima 02.08.13 at 14:47 - Reply

    O livro da Susan ainda tá fresquinho na minha mente. Só um detalhe: timidez é diferente de introversão. E o título do livro aqui no Brasil é O poder dos quietos. 🙂

    • Obrigada pelas dicas, Anderson de Lima! Mantive o nome da palestra O poder dos introvertidos porque aparece assim no TED, mas, realmente o nomo do livro no Brasil é O poder dos quietos.

  7. Otávio Sena 02.08.13 at 20:34 - Reply

    Texto oportuno! Apenas uma correção de um bacharel em turismo(rs): guia de turismo não é a mesma coisa que guia turístico, no sentido que você utilizou no seu texto. O segundo termo se refere a um catálogo ou folheto (eletrônico ou impresso) com informações turísticas sobre um determinado lugar/atrativo, por exemplo. Já o primeiro seria o profissional propriamente dito nessa área. 🙂
    Um abraço!

  8. Luiz, muito interessante o tema do seu trabalho. Você já publicou algo sobre ele? Despertou o interesse para ler mais sobre o assunto.

  9. Juliana 18.09.13 at 08:05 - Reply

    Excelente texto e vídeo perfeito para complementar. Sou pedagoga, tentei por alguns anos dar aulas e aos poucos fui desistindo porque sempre deixei claro que não sou “um comediante de stand up comedy ou ter a empolgação em nível master de um guia turístico na Disney”, simplesmente não sou assim. E meus coordenadores/diretores não aceitaram e não entendiam apesar do meu trabalho correto e eficiente. Nem mesmo os pais,alguns, gostavam, pois esperavam uma professora palhaça, brincalhona e divertida que faça o filho dar gargalhadas durante as aulas, deixando o real papel da docencia em segundo plano. Estou lendo o livro, muito bom e gostei de ler seu texto. Juliana.

  10. Duarte 09.02.14 at 09:26 - Reply

    Discussão muito interessante!!! Ao meu ver, o fator timidez pode até atrapalhar o sujeito no início, principalmente pelas características dos tímidos (inibição, baixa autoestima, falta de confiança, preocupação com a avaliação dos outros sobre si mesmo, etc.), mas, nada que possa impedir o avanço na carreira… Tanto é que os alunos ditos “tímidos” apresentam seminários, participam de eventos e se relacionam socialmente. Dificuldade há, mas podem ser superadas… A vida de uma pessoa tímida é uma constante luta pela superação, e tanto na docência, quanto em outras carreiras, essa questão será importante. Concluo, afirmando que timidez e docência, ou timidez e outras carreiras são combinações perfeitamente possíveis, quando essas estão pautadas na competência, conhecimento, experiência e capacidade do candidato.
    (Duarte, Especialista em Psicologia Educacional – UFRRJ e mestrando em Educação)

  11. Josy 12.12.14 at 10:47 - Reply

    Muito interessante esse assunto, me identifico com ele. Estou cursando Pedagogia e sou uma pessoa muito tímida, acho um pouco de dificuldade, principalmente nos seminários, me sinto travada.

  12. Nilson 29.04.15 at 08:35 - Reply

    sou estudante de licenciatura em Matemática. pretendo ser professor. acontece,porém, que sou bastante tímido… estou com muita dificuldade nos estágios,pois,após as observações,tem a tão temida regência. para se ter uma ideia da profundidade de minha timidez, já estou pensando em desistir da universidade. me perguntam porque faço licenciatura, respondo que acho lindo ensinar e, também, amo a Matematica. É a único curso que me identifico.
    alguém poderia me dar uma luz? me ajudem, por favor.

    • daniela 13.03.18 at 18:35 - Reply

      Olá to na mesma situação

      • Zilda 19.07.18 at 00:25 - Reply

        Sou muito tímida apenas em falar em publico quando a atenção está voltada para mim! tenho medo de falar algo nada a ver e sensação de ser avaliada! Na sala de aula sinto o ambiente familiar, agradável onde tudo flui naturalmente! Meu alunos dizem até que sou engraçada e legal! E a aula flui que é uma beleza! Pra tímido que nunca deu aula é assim: medo! Mas quando está com sua turma é o máximo! O maior obstáculo para o tímido é passar na prova didática de concurso publico ( medo ao ser avaliado)!

  13. Tereza 04.04.16 at 23:46 - Reply

    Gostei.. obg

Leave A Comment