• Regras bem humoradas para laboratórios

Artigo leva 13 anos para ser publicado

Com o recente aumento do número de artigos submetidos aos periódicos científicos, na maioria das vezes como resultado da política de “publicar ou perecer“, não é raro observar longas esperas no processo de revisão por pares.

Em algumas áreas, o período compreendido entre a submissão e a publicação do artigo pode ser superior a dois anos.

Um exemplo de demora nesse processo pode ser observado no artigo “Generators of matrix algebras in dimension 2 and 3“, que foi recebido pelos editores da revista Linear Algebra and its Applications em junho de 1995 e só foi publicado em outubro de 2008.

Generators of matrix algebras in dimension 2 and 3

E você, quanto tempo tem esperado da submissão até a publicação de seus artigos?

By |2018-12-06T01:56:46+00:0001-05-2012|notícias|15 Comments

About the Author:

Criador e editor de conteúdo do blog, é portador de uma imaginação hiperativa e de uma necessidade patológica de estar sempre bem-humorado. Acredita que a Pós-Graduação, como tudo na vida, pode ser interessante, divertida e descomplicada.

15 Comments

  1. Ivan Márzat 01.05.12 at 13:36 - Reply

    Envio um e-mail pra o periódico, se o tempo não for superior a seis meses, espero. Caso contrário submeto o artigo em outra revista.

  2. Tatiana 01.05.12 at 16:37 - Reply

    Alguns periódicos levam no mínimo 6 meses para dar a primeira resposta. O penúltimo artigo que recebi retorno levou quase dois anos para isso. Pior é não lembrar tanta coisa do mesmo, já que era um estudo de caso em uma determinada organização. Como revisar e fazer as mudanças propostas no mesmo? 

  3. V Silva 01.05.12 at 16:54 - Reply

    Observar que a revista holandesa “Linear Algebra and its Applications” 
    publicada pela  ELSEVIER,  está no top 10 na área Álgebra e Teoria Numérica, tem fator de impacto de 1.005, foi lançada em 1968 e publica 24 números por ano.
    Um dos meus artigos aguardei por dois anos e quando saiu as datas do processo editorial foram alteradas (a favor da revista…).
    Enfim, 13 anos dá para concluir o Pós-Doc. (4 anos de graduação + 2 anos de mestrado + 4 anos de doutorado + 1 ano de Pós-Doc. = 11 anos) e ingressar numa universidade… só faltou a explicação do porque tanto tempo para ser publicado e infelizmente essa informação também não está disponível no artigo.

  4. Leandro 01.05.12 at 17:00 - Reply

    O aceite, até um ano, e dois pra publicar. Mais do que isso já acho meio sacanagem – só persistir se a publicação valer uns bons pontos, mesmo, porque a contribuição já estará obsoleta na maioria das vezes.

  5. Wescley 01.05.12 at 18:16 - Reply

    Meu último artigo levou 1 ano!

  6. Robson M. Pereira 10.07.12 at 08:41 - Reply

    Publicar livro é às vezes mais rápido do que um artigo em revista indexada, mas depende da editora. Se vc banca com recurso próprio sai mais rápido, quando é editora universitária pode demorar até dois anos no mínimo.

    • Lucas 01.11.12 at 18:38 - Reply

      É verdade. Acho que a melhor coisa que fiz na graduação foi publicar livro em vez de artigo. A publicação foi bem rápida e deu tempo de incluir no Lattes antes da seleção no mestrado, o que ajudou muito na minha colocação. Especialmente porque não tinha bolsa pra todo mundo (meldels).

  7. Lauro 31.01.14 at 14:40 - Reply

    Submeti um manuscrito em uma revista brasileira (não vou citar o nome), recebi o aceite de aprovação em julho de 2012 e até hoje não foi publicado. Depois de muitas tentativas, recebi um email do editor dizendo que meu artigo está alocado para uma das (duas) edições desse ano (2014). Ou seja, já se passaram quase dois anos e é provável que ainda nem seja publicado antes do final do ano.

  8. Andréa Santos 31.01.14 at 15:27 - Reply

    Demorou 1 ano p sair o aceite de um artigo mas ñ sei quando vai ser publicado. O último mandei tem uns 15 dias… Acho melhor nem ficar pensando nisso pra ñ ficar triste…

  9. Claubert 31.01.14 at 22:30 - Reply

    Meus artigos levam no máximo 3 meses….porém, uma ideia inovadora passível de sugestão e aprimoramento, que em parte, pode vir do editor ou editores de um periódico, é sempre bem vindo….Em um ano e meio publiquei oficialmente 15 artigos, metade internacional com fator de impacto acima de 0,5, e qualis no mínimo B1….é simples isso….dedicação, trabalho e perseverança. Tempo é dinheiro, porém em ciência, é inovação.

    • Joao lourenço 31.10.16 at 20:05 - Reply

      Ui fodão!! Só deve ter escrito lixo. Procurei você no Lattes e não isso… Engraçado né? Seu nome não seria difícil de achar…

  10. Mário Lamenha 01.02.14 at 07:42 - Reply

    Acredito que neste caso é um fator da área. Na Matemática Pura é difícil avaliar em pouco tempo o artigo. Na entrevista do Artur Avila para a revista piauí, o matemático comentou dessa incompreensão geral das pesquisas dos outros colegas.

  11. Luiz Carlos Gulias Cabral 02.02.14 at 11:52 - Reply

    O problema é que burocratizaram tanto o “saber” que tem muita gente escrevendo bobagem só para cumprir as “regras do jogo”. Ao mesmo tempo, muita gente ganhando e se aproveitando dos orientandos. As Universidades e entidades “certificadoras” viraram um grande cartório e balcão de negócios…

  12. Pavel 03.02.14 at 06:54 - Reply

    Tem uma explicação de por que esse artigo demorou tanto aqui: http://www.quora.com/Mathematics/Why-did-the-paper-Generators-of-matrix-algebras-in-dimension-2-and-3-take-11-years-to-be-published-after-being-submitted
    Quem tiver com preguiça de entrar no link, colei aí embaixo……

    It’s a long (no pun intended) story. The editor and the referees did a great job, and the paper went through two complete rewrites based on substantial suggestions from two referees. To be honest, I don’t remember all the details about the delays, so what I’m writing now is just based on what I remember without checking old e-mail records.

    At one stage I was slow in submitting a revision. There were times when I believe the problem was that the editor had trouble getting responses from the referee. And at one stage I was not getting e-mail replies from the editor. I can’t remember the details, but I suppose there was some problem with spam filtering or mail forwarding or something like that. When I contacted the editor through a third party, it got sorted out immediately.

    So to sum up, I take a lot of the blame myself. I could have chased more and been more prompt myself. I have no complaints against the journal, editor or referees. They did a thorough job and were helpful, so I’m happy to forgive them for the delays.

    It’s not a ground breaking paper, but I think it’s a cute little result in linear algebra that I think students could read, too. Maybe this will generate more interest in the content and lead to improvements. Maybe it will become my most cited paper?

  13. Bruna 31.07.18 at 17:13 - Reply

    Tenho um que está com mais de um ano aguardando ser avaliado… Como escrever para o editor da revista de maneira educada?

Leave A Comment