Não sou formada em Pedagogia. Se eu fizer uma pós-graduação na área posso atuar como Pedagoga?

(…)

Sou graduando em administração. Posso fazer uma pós-graduação em psicologia?

(…)

Graduei-me em administração com ênfase em comércio exterior. Porém, quero saber se posso fazer algum curso de pós-graduação para atuar na área de educação física, ou até mesmo prestar concursos públicos na área de educação física“.

(…)

Existe ainda uma grande confusão sobre as finalidades e as habilitações dos cursos de graduação e pós-graduação. Em relação a pergunta-título deste texto, se “uma pós-graduação me habilita a atuar em uma área diferente da minha graduação“, a reposta curta seria “NÃO“.

A resposta longa exige que antes se tenha em mente alguns conceitos importantes:

Licenciatura: os cursos de licenciatura habilitam o profissional a atuar como professor na Educação Infantil, no Ensino Fundamental e Médio.

Bacharelado: o grau de bacharel ou o título específico referente à profissão habilitam o portador a exercer uma profissão de nível superior.

Pós-Graduação Lato sensu (especialização, MBA, etc): os cursos de aprimoramento ou especialização objetivam aprimorar, aperfeiçoar e melhorar conhecimentos e habilidades técnicas de trabalho em uma área específica do conhecimento. Ao final do curso o aluno receberá um certificado de conclusão e não um diploma.

Pós-Graduação Stricto sensu (mestrado/doutorado): os cursos de mestrado e doutorado são voltados para a formação de professores universitários e pesquisadores, são dedicados à vida acadêmica e oferecem um aprofundamento intenso em determinado campo do saber. Ao final do curso o aluno obterá diploma.

A IMPORTÂNCIA DA GRADUAÇÃO
O que determina a área de atuação é o curso de graduação/licenciatura. A pós-graduação não irá autorizar você a exercer funções ou profissões habilitadas através dos cursos de graduação.

Uma especialização na área de Pedagogia, por exemplo, dará a você maior compreensão do processo de ensino e aprendizagem, e esse conhecimento poderá ser aplicado em qualquer atividade que não exija um diploma em Pedagogia, mas não substitui um diploma de pedagogia caso o seu interesse seja trocar de área de atuação.

Isso se deve ao fato de que a especialização enfoca aspectos específicos da área profissional a que se destina, com maior profundidade, enquanto na graduação se procura dar uma formação ampla e completa.

A IMPORTÂNCIA DA PÓS-GRADUAÇÃO
A escolha por um curso de pós-graduação precisa fazer parte de uma estratégia traçada com o intuito de alcançar um objetivo profissional. Um curso de pós-graduação em psicologia pode ser interessante para um administrador se esse curso for ajudá-lo a desempenhar melhor suas funções como administrador. Uma pós-graduação em psicologia jamais possibilitará a um administrador abrir um consultório, por exemplo.

E mesmo que um curso de pós-graduação em uma área diferente seja interessante no desempenho das atividades na sua área de formação, é preciso ainda ser aceito pelos cursos de pós-graduação. Cursos de pós-graduação sctrito ou lato sensu de instituições sérias costumam selecionar candidatos com a área de formação específica daquele curso.

AS EXCEÇÕES
Algumas poucas pós-graduações habilitam os profissionais a atuarem em competências que não possuíam apenas com a graduação. Essa habilitação por um curso de pós-graduação geralmente acontece em duas situações: em cursos de graduação com formações muito semelhantes, que possuem apenas uma ou duas disciplinas diferentes que habilitam determinada função; ou em casos em que uma habilitação não está relacionada (ainda) especificamente a nenhum curso de graduação, ou seja, que ainda não seja atribuição de nenhuma profissão.