Um truque de Word para todos governar: caracteres não-imprimíveis

Já está na hora de você conhecer o poder supremo dos caracteres não-imprimíveis, o comando de Word que governará todos os demais.

Descubra como essa mágica pode facilitar sua vida acadêmica e ser utilizada em várias situações durante a redação do seu trabalho acadêmico.

Olhando de relance, a frase apresentada abaixo parece não ter nada demais.

Parece até banal, não é?

caracteres-00-sample

Mas se eu dissesse que existe uma diferença entre o espaço em branco antes da palavra “deste” e aquele antes da palavra “trabalho”, você acreditaria?

Você acreditaria se eu dissesse que existe um hífen invisível na palavra “autoestima”?

Você continuaria me levando a sério e lendo esse texto se eu dissesse que há um espaço em branco em negrito e outro em itálico nessa frase?

Já está na hora de você conhecer o poder supremo dos caracteres não-imprimíveis, o comando de Word que governará todos os demais. Quer descobrir como essa mágica funciona? Então respire fundo e continue acompanhando essa jornada.

O QUE SÃO CARACTERES NÃO-IMPRIMÍVEIS?

Os caracteres não-imprimíveis funcionam como um olho de Sauron que tudo enxerga na formatação de um documento. São chamados de “não-imprimíveis” por um motivo óbvio: eles não aparecem na impressão do arquivo.

Isso acontece porque eles têm apenas a função de demarcar configurações de formatação, tais como quebra de parágrafo, células em uma tabela, quebra de seção, quebra de página, etc.

É interessante ganhar intimidade com esses pontos – muitas vezes ignorados – antes de começar a trabalhar com sistemas WYMIWYG (What you mean is what you get), como é o caso do LaTeX.

Entender como funcionam os caracteres não-imprimíveis é um estágio quase obrigatório para passar para o próximo nível de abstração sem frustrações desnecessárias.

VEJA O INVISÍVEL: PASSO-A-PASSO

As instruções que seguem tomam por base a versão 2007 do Microsoft Word. Se você usa uma versão mais antiga, tome vergonha na cara de atualizá-la! Se você usa uma versão mais atual, seja legal e procure o comando correspondente na nova interface ;-).

Em primeiro lugar, abra um documento qualquer no Word. Pode ser um texto que você já escreveu em outra ocasião. Se preferir, utilize o arquivo de exemplo disponível neste link.

Aperte Ctrl-Shift-8 (não utilize o teclado numérico) ou vá na aba “Início” e clique em um botão com esse desenho aqui: ¶.

Você verá que aparecem vários caracteres diferentes além daqueles que você de fato digitou.

Vamos começar com exemplos básicos de destaque gráfico no texto. Com a opção “Caracteres não-imprimíveis” ativada, olhe as frases de exemplo listadas em (1).

caracteres-01-italico

Cada quebra de parágrafo é assinalada com um símbolo, exatamente aquele que aparece no botão que você acabou de clicar (¶).

Note que o marcador de parágrafo seguinte não está em itálico. Mas quando você adiciona texto logo depois do ponto de exclamação da frase (1b), ele sairá todo em itálico. Agora tente fazer o mesmo com a frase (1a). O texto sai em fonte reta e não em itálico. Isso acontece porque o espaço em branco e o marcardor de parágrafos não estão formatados em itálico.

caracteres-02-negrito

As frases do exemplo 2 se comportam da mesma maneira. Note que o caractere não-imprimível também aparece em negrito ou em itálico.

Pode ser uma diferença sutil, é verdade, mas se você comparar o marcador de parágrafo (¶) das frases (2a) e (2b) perceberá que os traços verticais do segundo são mais grossos.

Tente repetir o mesmo procedimento usando texto sublinhado.

Você verá que os espaços em branco só aparecem sublinhados quando antecedidos de um ponto final. OK, na redação acadêmica, o sublinhado é raramente usado, mas isso te ajudará a entender como funcionam os caracteres imprimíveis.

Faça o teste você mesmo e experimente as possibilidades com os exemplos em (3):

caracteres-03-sublinhado

NÃO É O QUE PARECE

Outra vantagem de usar os caracteres não-imprimíveis é ver exatamente quais comandos foram utilizados para determinado resultado visual. Em outro momento, já comentamos sobre o pecado mortal de apertar várias vezes a barra de espaços ou a tecla Enter.

Agora que você já conhece os caracteres não-imprimíveis, fica fácil detectar esse tipo de problema. Sem visualizar os caracteres não-imprimíveis, as frases abaixo parecem visualmente idênticas.

caracteres-04-alinhamento

Quando você deixa os caracteres não-imprimíveis visíveis, é possível perceber as diferenças – e elas não são pequenas! Você verá algo como a imagem abaixo:

caracteres-04-alinhamento-beta

Na primeira frase, os itens são separados pela repetição de espaços em branco. Eles aparecem como pequenas bolinhas entre as palavras. Essa é uma alternativa que você precisa erradicar de vez! Estamos combinados?

Na segunda frase, os itens são separados por um toque da tecla Tab. Ele é marcado com uma setinha. Também não é a solução ideal, mas já é melhor do que ficar batucando a barra de espaços.

Na terceira frase, cada pedaço da sentença foi colocado separadamente em uma coluna de uma tabela com bordas invisíveis. Veja que os limites da célula da tabela são marcados com um pequeno círculo tangenciado por retas horizontais. Dá mais trabalho, mas torna a organização visual de seu texto menos rebelde.

Agora faça um teste simples e banal com as frases acima. Posicione o cursor do Word logo após os dois pontos e aperte a tecla Del. Perceba que o comportamento é completamente diferente em cada frase.

  • Em (4 a), ele apagará apenas um espaço em branco e moverá toda a frase andar um passinho para a esquerda.
  • Em (4 b), ele apagará uma tabulação, o que fará a frase andar um passo gigante para a esquerda
  • Em (4 c), ele não apagará nada, pois não há nenhum elemento entre os dois pontos e o marcador de célula da tabela.

Perceba que essas diferenças só podem ser detectadas ao habilitar os caracteres não-imprimíveis!

Agora você já consegue ver com clareza coisas que antes pareciam acontecer aleatoriamente e por pura desobediência do Word. Faça alguns testes você mesmo! Abra um documento de rascunho e experimente as inúmeras possibilidades.

Ganhe bastante intimidade com essa funcionalidade, pois ela te dará poder para dominar todas as demais, que ainda comentaremos aqui. Aguarde!

By |2018-12-06T01:56:24+00:0010-04-2014|guia|12 Comments

About the Author:

Bacharel em Letras pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP) e mestre em Semiótica e Linguística Geral pela mesma instituição.

12 Comments

  1. Simone 10.04.14 at 15:55 - Reply

    Nossa já sofri demais com isso! E quando chega no final de uma sentença, você coloca o ponto final e pula para a outra linha e aí a “mágica acontece” bagunça tudo! As palavras ficam com espaçamentos diferentes, tentando obedecer ao formato “justificado” e você tenta corrigir e começa a apagar o texto…aff!

    • Lucas Shimoda 11.04.14 at 18:29 - Reply

      Simone, essas magias negras são realmente irritantes mesmo! Os caracteres não-imrpimíveis podem ajudar um pouco, mas não resolvem o péssimo cálculo de espaçamentos entrelinhas do MS Word. No LaTeX, esse ajuste é *absolutamente* refinado – continue acompanhando o Pós-Graduando porque falaremos disso em breve 😉

  2. Giuliana 10.04.14 at 16:11 - Reply

    O poder mesmo está em LateX! hahaaha

    • Lucas Shimoda 11.04.14 at 18:24 - Reply

      Sim, Giuliana! Mas o poder supremo tem de ser preparado aos poucos 😉

  3. Matias 10.04.14 at 18:41 - Reply

    Adorei o artigo, já que tem muita gente sofrendo com o Word porque não sabe usar os recursos e acaba usando mais ou menos como uma máquina de escrever.

    Eu expandiria a explicação sobre uso de tabs, muito úteis para fazer tabelas simples. Eu prefiro do que as tabelas. Basta arrastar a flechinha na “régua” do documento. Vejam aqui (as linhas pontilhadas foram adicionadas depois) https://dl.dropboxusercontent.com/u/13504108/tabs-word.png

  4. Alan 11.04.14 at 13:03 - Reply

    Sempre soube da existência destes caracteres, mas em pesquisa não consegui encontrar referência ao espaço não-tradicional. Qual o sentido de uso dele?

    • Lucas Shimoda 11.04.14 at 18:30 - Reply

      Alan, em geral, são comandos relacionados à formatação de parágrafo e hifenização automática

    • Maria 18.01.18 at 16:08 - Reply

      Você quis dizer sobre aquele espaçamento em formato de bolinha? Bem o atalho dele é alt + 0176 (°) e eu aprendi que serve para por exemplo separar número de unidades, pois ele fornece um pequeno espaço, de forma que a unidade n]ao fica grudada no número e impede que a unidade vá para a linha de baixo e deixe o número sozinho no final da linha de cima.

  5. Marina 11.04.14 at 15:23 - Reply

    Muito legal!
    Alguém sabe quais são os comandos em softwares livres, como BrOffice e LibreOffice?
    Agradeço se alguém puder compartilhar!

    • Lucas Shimoda 11.04.14 at 18:27 - Reply

      Marina, geralmente, a ativação dos caracteres não imprimíveis está dentro do menu “Exibir”. No Libre Office 4.1.3, você pode usar o atalho Ctrl-F10 =]

  6. Umberto 25.01.17 at 18:22 - Reply

    Oi, onde eu consigo uma lista destes caracteres?

  7. Anderson A Silva 02.04.18 at 10:30 - Reply

    Curiosamente encontrei um outro caractere não imprimível em um texto copiado, ele substituía o pontinho que representa o espaço pela barras de espaços entre as palavras com a mesma função. Mas quando eu usava ele e o espaço normal na mesma frase ele quebrava a linha. esse caractere é representado por um simbolo muito parecido com o simbolo de °. Alguém sabe qual é, e como inseri-lo?

Leave A Comment