Rosas

A importância das coisas está no tamanho da atenção que dispensamos a elas.

Uma rosa, por exemplo:

Pode ser uma prova de amor quando um namorado presenteia sua namorada com uma bela rosa, ou um buquê delas, a fim de demonstrar seu sentimento e o que ela representa em sua vida.

Para um biólogo uma rosa pode ser considerada um organismo vivo extremamente complexo, dotada de inúmeras partes, que lhe conferem cheiros, cores, formas, sendo fonte de estudos de uma vida inteira.

Já para um químico, pode interessar o efeito ocasionado quando uma gota de água bate sobre uma pétala e em vez de molhar a pétala a gota mantém seu formato esférico e rola por ela. Esse efeito ocorre por causa da morfologia e pelas ligações químicas presentes na estrutura da flor, a reprodução desse efeito pode levar a criação de inúmeros materiais de importância tecnológica, mas para isso é necessário muito estudos e dedicação.

Pensando nas abelhas, uma rosa pode ser vital, e nesse caso a vitalidade é recíproca, as abelhas coletam o pólen das flores com suas patas, deixam-no molhado com néctar provocando a formação de pequenas bolinhas que são levadas até a colmeia para alimentar as abelhas operárias. Através destas viagens de uma flor para outra contribuem, sem querer, para a polinização de muitas espécies.

E uma rosa pode ser simplesmente mais uma flor, em mais um canteiro, de mais um jardim, desses que passamos centenas de vezes e não damos a mínima atenção, estando ou não lá, é a mesma coisa, praticamente inexiste para nós.

A rosa utilizada como exemplo aqui, foi tratada sob diversos pontos de vista, e isso é o que acontece com tudo na vida, ou seja, o valor que damos a cada pessoa, a cada objeto, a cada situação, está diretamente relacionado com a forma que olhamos para eles. Estamos nos perdendo num mundo de futilidades supervalorizadas, ostentando os supérfluos, e em contrapartida, negligenciando o que pode nos fazer melhores!

Lembre-se: “Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas”, mas o que estamos cativando em nossas vidas, e o que tem nos cativado?

Dedico este  texto a minha namorada, meu amor, minha rosa, Mayra.

 

By |2016-01-14T16:48:36+00:0013-09-2013|guia|0 Comments

About the Author:

Doutorando em Química. Escreve neste blog as quarta feiras concorrendo com o futebol! O conteúdo varia conforme o humor e as atividades da pós-graduação.

Leave A Comment