Que presente você daria a um pós-graduando?

Preparamos, com a ajuda de nossos seguidores no Twitter, uma lista com dez sugestões

[!?] de presentes para alunos da pós-graduação. Caso tenha alguma outra sugestão, escreva-a no campo “Comentários” e ajude a enriquecer nossa lista.

1. Protetor auricular
Imprescindível para aqueles momentos em que o vizinho resolveu ouvir o último sucesso de axé/funk/brega no volume máximo às 2:00 da madrugada e o relatório/artigo/projeto, que é para o dia seguinte, ainda está na página 2.

2. Rastreador GPS
Para colocar em alguma coisa do orientador, claro. Saber exatamente onde o orientador se encontra quando mais se precisa dele não tem preço. Ou para evitar encontrá-lo, e deixar para depois aquela bronca por tudo o que está atrasado.

3. Gravador de voz
Respostas automáticas para as perguntas rotineiras na vida de um pós-graduando, como: “Quando você vai defender?“, “Qual é o tema da sua pesquisa?“, “Mas então você não trabalha, só estuda?“, “E essa pesquisa serve pra quê?” [sugestão de @atribeiro]

4. Saco de pancada
Pode ser muito terapêutico quando o artigo é recusado por aquele revisor que é antigo desafeto do seu orientador, quando o professor atribui uma nota baixa para toda a turma sem ter dado prova alguma ou quando o orientador pede um orçamento, para o dia seguinte, de uma extensa lista de equipamentos.

5. Fazenda de formigas
Ótimo para as horas de procrastinação, ou para quando o cursor do Word fica piscando na folha completamente em branco e não se faz a menor idéia de como começar a escrever. Dependendo da área da pós-graduação, pode até render idéias sobre teses de doutorado. Ou não.

6. Livros
Livros sobre como “não enlouquecer na pós-graduação“, “como não perder os amigos por falta de tempo” ou qualquer outro livro que NÃO comece com as palavras “estudo“, “manual“, “tratado“, “análises“, “métodos“, etc. [sugestão de @lumc75, @Thiagwit, @danielrdosantos]

7. Geladeira USB
Melhor amiga de todos os que passam muito tempo na frente do computador, ainda mais nesses dias de verão em que é possível fritar ovos no asfalto. O tamanho reduzido do gadget ajuda a não exagerar na bebida e desenvolver teorias que não cabem na tese.

8. Horas de sono
Tempo livre para tirar todo o atraso do sono. Aquelas noites varadas em montagens de seminários, redação de relatórios, de artigos, da monografia. Se as horas mal dormidas acumulassem em um “banco de horas”, a maioria dos pós-graduandos hibernaria, com certeza.

9. Convite para festa
Convite para uma festa bacana, para que o pós-graduando relembre como são algumas coisas da vida que ele foi obrigado a abrir mão, como vida social, fazer amigos, conhecer pessoas diferentes, dançar, sair com os amigos.

10. Férias “de verdade”
Ao entrar na pós-graduação, as férias passam a ser vistas apenas como um tempo em que é possível colocar em dia tudo o que está atrasado, sem ter que se preocupar com professores e disciplinas. Mas seria tão bom viajar, não? [sugestão de @nmromero, @andrelbpontes, @LeilaRB, @erikagalvao, @kika_bm, @kronno]

By |2018-12-06T01:56:53+00:0023-12-2010|guia|34 Comments

About the Author:

Criador e editor de conteúdo do blog, é portador de uma imaginação hiperativa e de uma necessidade patológica de estar sempre bem-humorado. Acredita que a Pós-Graduação, como tudo na vida, pode ser interessante, divertida e descomplicada.

34 Comments

  1. Steve Lacerda 23.12.10 at 16:00 - Reply

    Eu daria uma bolsa vitalícia e incremental de pós-doutorado. Deve ser muito bom ficar a vida inteira só pesquisando, sem preocupações…

    • Ana 15.12.11 at 20:54 - Reply

      Olha, amo o que faço, mas pesquisar não é tão fácil quanto parece!

  2. Fernanda 24.12.10 at 07:35 - Reply

    Perfeito! Eu queria férias “de verdade”, porque desde 2002 (quando comecei com a iniciação científica) eu não tenho férias. Sempre passei as férias trabalhando nos laboratórios ou em trabalhos de campo… snif…

  3. Paulo Vitor 10.02.11 at 09:44 - Reply

    Tem muitas opções, mas uma boa seria a criação de uma bolsa pós-doc de descanso de no mínimo um ano pra ficar atoa e descansar de todo a pós-graduação. Essa bolsa seria só pra viajar e curtir.

  4. Armistrong Souto 11.02.11 at 13:05 - Reply

    RELAÇÃO BIBLIOGRÁFICA DE OBRAS PÓSTUMAS

    Para que o pós-graduando tranquilize-se ao saber que inúmeras pessoas publicaram obras após suas mortes. Com ele pode acontecer o mesmo.

    • Tati 22.12.11 at 21:40 - Reply

      Ameiiiiiii!!!! As vezes penso quanta gente deve ter morrido antes de terminar!!! Afff….

  5. Ana 13.02.11 at 11:57 - Reply

    Bolsa saúde pós tese: terapia para recuperar a sanidade mental; quiroprático para arrumar a coluna estragada pelas horas em frente ao computador (no notebook, então, nem se fala); fisioterapia para resolver todas as DORT/LER que nos acometeram; antiansiolíticos (anos dormindo pensando que era uma perda de tempo não somem do nada); consultas regulares com o oftalmologista (vista cansada por horas em frente ao computador, especialmente na madrugada); nutricionista (passamos comendo bobagens para economizar tempo).

    • Aline 14.12.11 at 12:55 - Reply

      Bolsa saúde durante toda a pós graduação. Namorado compreensivo e presente nas horas que voc6e precisa e pode parar tudo. Café anti gastrite. Absinto sem ressaca. Ar condicionado central para que tico e teco resistam ao RIO 50 graus. E no meu caso, um clone para me safar das chantagens emocional de meu filho de 10 anos que diz que eu não trabalho, não ganho dinheiro, passo o dia no computador e nunca tenho tempo pra ele… Ah, uma mãe de aluguel: daquelas que não te enchem o saco nunca, mas lavam e passam sua roupa e na hora daquela fome, ela te tráz um lanche maravilho e te incentiva!!! Papai Noel, por favor, troco de saco contigo e me traga todos estes presentes.

  6. HB 20.03.11 at 20:22 - Reply

    E uma cafeteira não entra na lista??? rs… como que vou conseguir ficar a noite inteira acordado sem minhas doses diárias de cafeína?? hehhee

  7. Ana Paula 12.04.11 at 08:38 - Reply

    Eu daria uma caixa de resma de papel ofício para as intermináveis impressões feitas e corrigidas pelo orientador e reimpressas…haja folha para colocar um ponto final no famoso Artigo Científico!!!

  8. Gildaris 14.12.11 at 11:37 - Reply

    Uma substância quimica que estimule a inspiração e que não tenha efeitos colaterais

  9. Weslley 14.12.11 at 12:36 - Reply

    Dinheiro,Dinheiro,Dinheiro,Dinheiro,Dinheiro,… É tudo que pós-graduados merecem. Pode deixar que saberei o que fazer.

  10. Ludmila 14.12.11 at 12:39 - Reply

    uma cadeira com fundo para um penico. Para não ter que levantar para ir ao banheiro e interromper o trabalho/estudo.

  11. CCX 14.12.11 at 12:53 - Reply

    Férias? Bolsista não tem férias (palavras do orientador)

  12. Eliana 14.12.11 at 14:09 - Reply

    Eu daria uma nova edição de TODOS OS LIVROS ESGOTADOS.

    • Erica 13.01.12 at 18:57 - Reply

      Também quero uma edição de todos os livros esgotados e TRADUZIDOS PARA O PORTUGUÊS!!!!

  13. Neli 14.12.11 at 16:01 - Reply

    Um espumante Moscatel pra comemorar a ultrapassagem de todo o processo da pesquisa até a aprovação final, e pelos conhecimentos produzidos! Vitória! Parabéns, és um cidadão especial!

  14. Nadia 14.12.11 at 18:18 - Reply

    A cafeteira era indispensável hein…
    Mas adorei a fazenda de formigas. Chorei de rir!

  15. José Rodolfo 14.12.11 at 18:37 - Reply

    Eu gostaria de ganhar um pacote de lenços, chorar as férias que não irei ter….Já que o meu orientador pediu para que eu entregue os 3 artigos prontos na sala dele até o dia 26 de Janeiro de 2012….. ninguém merece heim……..

  16. Alessandra 14.12.11 at 19:31 - Reply

    Eu com certeza daria um emprego para um pós graduando,chegar nesta etapa e ainda não ter um emprego é osso viu,ainda mais quando passei 4 anos da faculdade trabalhando em plantão de 12 horas noturno para estudar durante o dia e ter como pagar.Aff,só tendo Q.I mesmo (Quem Indica).

  17. Juliane 15.12.11 at 16:48 - Reply

    7 dias de paz e sossego no meio do mato. Afinal…como nao temos férias…pelo menos precisamos ficar longe de td e de todos…ir p/ um sítio, bem isolado é ótimo.

    Ah…uma cx de calmante…sabe àqueles dias que vc pensa em largar a Pós-graduação, discutiu ou desanimou c/ resp orientador, etc.? Para esquecer o dia, so um bom calmante p/ relaxar os nervos e dormir sem pensar em mais nada…!

  18. Larissa Daniela 15.12.11 at 19:08 - Reply

    Direito a um 13º da Bolsa de estudos!

  19. Denise Ferreira 27.12.11 at 22:14 - Reply

    Deveria dar um namorado compreensivo e bem bacana que sempre estivesse ao lado nos momentos em que sua dissertação não está saindo. Mas, quando as idéias voltassem que ele podesse sumir feito um homem invisivel só para quando fosse necessidade.
    Beijos adorei falta essa.

  20. soeli moya 05.01.12 at 18:09 - Reply

    DARIA TUDO DE BOM E O MELHOR.

    RECONHEÇO QUE GRAÇAS A PESSOAS COMO VCS ESSE PAÍS TEM CHANCE DE MELHORAR.

    COM SUAS PESQUISAS NOS TORNAMOS UM PAÍS MAIS INTELECTUALIZADO JÁ QUE A MAIORIA SÓ QUER MESMO É SE DAR BEM.

    A UNICA COISA QUE LEVAMOS E NINGUEM NOS ROUBA É O QUE APRENDEMOS, NOSSOS DIPLOMAS O RESTO NUM PISCAR SE VAIL.

    OBRIGADA OBRIGADA MUITO OBRIGADA.
    SOELI MOYA.

    • João Guilherme 31.03.12 at 19:36 - Reply

      Muito bom! Tudo do bom e do melhor! kkkkkkkkkkkkkkkkkk 
      Realmente, todos no Brasil só querem se dar bem. Moro em Brasília (a capital dos concursos públicos) e é impressionante a “sagacidade” dos novos entusiastas em estudar como um louco por um ano e não passar em um concurso com salário inicial de R$10.000. Sem contar que meus hormônios fritam quando ouço: “Mas eu estudei tanto…” PUTA QUE PARIU!!!!!!!!!!!!! O que é um ano estudando? Muitos estudam a vida inteira para ganharem um chute na boca como salário. Se fodem ao quadrado na pós-graduação para alcançar um objetivo que traz como consequência um salário digno. Enquanto outros pensam que “estudaram muito e a vida é injusta”. Não vou xingar porque contei até 1000 para escrever a última frase.

  21. O presente ideal na minha opinião seria aquela máquina que usaram para ensinar o Neo a lutar kung-fu, pilota helicóptero e td mais… mais isso já é ficção.. kkkkkkkkkkkk

  22. Toneladas de inspiração e artigos/livros em português ….
    Pesquisar é fácil, duro é organizar tudo e passar para o papel.

  23. Wanessinha 03.04.12 at 11:35 - Reply

    Boneco de vodú do orientador para fazer com que ele se mexa qdo vc precisar

  24. Wanessinha 03.04.12 at 11:35 - Reply

    Boneco de vodú do orientador para fazer com que ele se mexa qdo vc precisar

  25. Wanessinha 03.04.12 at 11:35 - Reply

    Boneco de vodú do orientador para fazer com que ele se mexa qdo vc precisar

  26. Tati M 01.12.12 at 09:41 - Reply

    Um tratamento psiquiátrico… Para a pessoa descobrir porque ela resolveu fazer pesquisa e viver de bolsa ao invés de aceitar aquele emprego com aquele salário maravilhoso do tipo “nunca vi tanto dinheiro na minha conta de uma vez”.

  27. Leandro 16.12.13 at 19:13 - Reply

    Vira tempo das histórias do Harry Potter.

  28. Raphael 16.12.13 at 23:27 - Reply

    Aceito apenas o meu titulo de mestre e ta tudo certo.

  29. aracedli pereira 18.12.13 at 09:20 - Reply

    adoraria apagar as noites de insônia,,,também gostaria de um GPS para o meu orientador;..dormir tanto que quando acordar nem se lembraria da tal tese; férias e férias por um semestre!!!

Leave A Comment