Passo-a-passo para descolar seu mestrado ou doutorado em Portugal

Você tem vontade de cursar um mestrado ou um doutorado no exterior? Confira aqui várias dicas sobre como conseguir uma pós-graduação em Portugal.

PERÍODO INSCRIÇÕES

A 1ª fase é entre março e junho. Detalhe: Portugal é um ovo comparado ao Brasil. Visite todos os sites e procure os cursos que você deseja.

Escolha 3 cursos em umas 3 universidades diferentes, e fique monitorando-os quanto à inscrição. Cursos como medicina, direito, etc., em algumas Universidades, possuem datas diferentes de candidatura (candidatura = inscrição)

VALOR CURSO

Pode ser diferente, mesmo sendo na mesma universidade. Variam de mil euros até uns sete mil euros por ano, pago em parcelas. Na matricula, em geral, exigem o pagamento de 30%.

CANDIDATURA (INSCRIÇÃO)

Custa em torno de 10O a 150 reais, e você pode fazer inscrição em vários cursos na mesma Universidade. Se for aprovada em três cursos da mesma universidade, por exemplo, você escolhe o que deseja e abandona as outras opções, na boa, sem achar “Putz, ocupei a vaga de alguém“. Relaxe, lá existem três épocas pra se candidatar. Se sobrar vagas, eles abrem as inscrições de novo, até a véspera das aulas.

Os documentos devem ser digitalizados. Você encontrará a listagem dos documentos no site das Universidades.

NÃO ESQUEÇA: quanto mais longe de Lisboa mais barato o custo de vida!

INICIO ANO LETIVO = setembro até março – verão lá é férias

SOBREVIVÊNCIA NA TERRA DO EURO

Onde morar? Lá tem muitos esquemas parecidos com hostel, de 150 euros por mês. Os amigos que estão lá dizem que com 500 euros (1.500 reais) dá pra viver sem luxo.

Funcionários públicos (ou não) podem tentar uma bolsa de estudo direto na FUNCAP-Ceará (no seu estado, será no órgão ligado à pesquisa), mas lá em Portugal, depois de conhecer o espaço também pode rolar bolsa.

Não custa tentar! Vai que em algum lugar a bolsa aparece.

E O PROJETO DE PESQUISA?

A maioria dos cursos te dão 2 opções: dissertação ou estágio. Toda inscrição é realizada pela internet, no site da Universidade, onde você entrará um link para envio e poderá conversar com professores.

MODELO DE CARTA DE MOTIVAÇÃO

Tem no Google.
Foto passe é a foto 3X4
Liberação no estado: demora mais de 4 meses. Sorte e muitos mantras!

O Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta entre Portugal e o Brasil, de 14 de Dezembro de 2000, assegura a revalidação (reconhecimento) de diplomas acadêmicos entre os dois países.

Tudo certo, agora você vai morar em Portugal, calma, ainda falta umas coisinhas…

PASSAPORTE – POLICIA FEDERAL

Primeiramente você deve tirar o passaporte, se ainda não o tiver. O link está abaixo. Preenchendo essas informações, a Polícia Federal irá marcar no final do preenchimento um dia para você levar os documentos solicitados e informados no site (eles marcam para mais de um mês depois da solicitação, mas depois que você entrega os documentos, recebe o passaporte em uma semana). Custa cerca de 150 reais.

Site: http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/requerer-passaporte

CONSULADO – VISTO DE ESTUDANTE

O consulado só trabalha pela manhã, sempre há filas e você já deve estar preparada para ir lá diversas vezes. O processo todo no consulado te custará uns 400 reais, reserve esse dinheiro. No consulado vão pedir que você faça um seguro saúde para o período de um ano. Existem muitos lugares que fazem, o mais barato que encontrei foi o da Porto Seguro, custa 1.600 reais.

Você precisa comprovar que tem uma renda para se sustentar (não pode ser um dinheiro em conta bancária e sim uma renda contínua, como um salário se você for concursada), ou se algum parente seu irá te sustentar. Neste caso, a pessoa deve ter uma renda de aproximadamente 4.000 reais. Pode ser mais de uma pessoa, que juntando a renda dê esse valor. Essa pessoa fará um termo, com firma reconhecida, mas não se preocupe: eles te darão o modelo no consulado.

Para o visto também irão pedir comprovante de moradia em Portugal, que pode ser um recibo de reserva em uma pousada, de pelo menos uns 15 dias ou de um cidadão português que se comprometa a te receber (nesse caso deve ser reconhecido em cartório, escaneado e enviado pra ti).

Esses são os documentos principais. O resto são copias do passaporte, RG, essas coisas…

ATENÇÃO: demora mais de 20 dias pra receber documentos do consulado!

INFORMAÇÕES

Para requerer o passaporte: portal da Polícia Federal (www.dpf.gov.br)

Endereço do consulado de Portugal: http://www.embaixadadeportugal.org.br/rede/fortaleza.php

Localização do Vice-Consulado de Portugal em Fortaleza
Vice-Cônsul: Francisco Neto Brandão
Endereço Postal: Edifício Metropolitan Empresarial
Rua Desembargador Leite Albuquerque 635 Sala 402
CEP 60150-150 = Fortaleza Ceará Brasil Telefone: (85) 3261 7420
Fax: (85) 3261 7421 Telemóvel de Emergência: (85) 8867 9850
E-mail: [email protected]
Site: www.secomunidades.pt/web/fortaleza
Horário de atendimento: De 2ª a 6ª feira das 8:30 às 12:30 horas

Texto enviado por Séphora Roses

By |2018-12-06T01:56:22+00:0021-05-2014|guia|84 Comments

About the Author:

O posgraduando.com é um espaço na internet para troca de experiências, opiniões, depoimentos, dicas, tutoriais, humor e debates saudáveis sobre o meio acadêmico. Para participar também, leia nossas instruções aos colaboradores.

84 Comments

  1. Florbela Aragão 21.05.14 at 15:07 - Reply

    Na verdade a duração do ano lectivo não é bem assim como vocês apresentam. O ano lectivo NORMAL é de Setembro a JUNHO. Sendo que existem também mestrados e doutoramentos em datas concentradas, ou seja, decorrem todos os dias 8/10h incluindo alguns fins de semana durante os meses de Julho (exemplo: primeira parte do mestrado/PhD Julho 2014, segunda parte Julho 2015).

    • Rose Marie 28.09.14 at 21:37 - Reply

      Florbela Aragão,poderia me informar as Faculdades que tem Mestrado com aulas concentradas em julho, Você conhece alguma em Portugal?
      Desde já agradeço.

    • Fernanda Araujo 26.11.14 at 11:44 - Reply

      Olá pode passar os nomes de algumas universidades que possuem o sistema de pós concentrada. Obrigada

    • AGUINALDO 31.03.17 at 11:16 - Reply

      Boa Tarde, Você sabe informar se exite mestrado em área jurídica , on line e presencial.

    • José Antonio 25.08.17 at 15:23 - Reply

      Preciso de um link de mestrado sanduíche em Portugal. alguém pode disponibilizar? Obrigado.

    • Lídia Sousa 21.02.18 at 11:53 - Reply

      Você pode me informar quanto custa em média o Mestrado concentrado?

  2. Leonardo Eufrázio 21.05.14 at 15:17 - Reply

    Só em vencer essa burocracia já devia receber um diploma.

    • Ana Vitoria 18.01.15 at 21:55 - Reply

      Verdade

    • João Souza 28.10.15 at 09:24 - Reply

      Concordo

    • Lígia 02.04.16 at 12:10 - Reply

      Com certeza e será que vale a pena mesmo? do jeito que a coisa anda no mundo quando se conclui um curso aparece outro que desmerece o anterior e assim sucessivamente!!! só dificulta a vida das pessoas nos 4 cantos do mundo…
      esses valores exigidos só para conseguir um visto de estudos dá pra pagar um curso top no seu país de origem e até atuar ganhando os mesmos valores!!!
      É muita burocracia desnecessária, vem pra UNILA na Itaipu estudar engenharia e medicina gratis e cheio de regalias do governo sem burocracias!!!!

  3. João Farias 21.05.14 at 15:18 - Reply

    Alguém sabe explicar mais a fundo esse mestrado-estágio?

  4. Winnie Gomes 21.05.14 at 15:39 - Reply

    Pior depois disso, é ter que revalidar para o Brasil. Quem me garante que vai dar certo? Conheço várias histórias de pessoas que fizeram em Portugal e não conseguiram revalidar. O melhor é fazer numa federal mesmo, e fazer o doutorado-sanduíche para ter experiência da pesquisa fora do país.

  5. Rafael Lira 21.05.14 at 15:43 - Reply

    Ha muitas outras oportunidades em instituicoes de ensino e pesquisa em países mais desenvolvidos. As oportunidades sao tao ou mais altas q am Portugal. Porém, a deficiência na segunda lingua impede Que Essas chances sejam aproveitadas. Eh uma Pena!

  6. Camilla 21.05.14 at 18:02 - Reply

    Morei 1 ano em Portugal durante 2012/2013. Realizei uma graduação sanduíche através do Ciência sem Fronteiras.
    Quanto ao seguro saúde, existe um tratado entre Portugal e Brasil que nos da direito a utilizar o serviço público de saúde deles. Esse tratado chama-se PB4 e deve ser solicitado junto ao Ministério Saúde (divisão de assuntos internacionais). Para ter direito ao PB4 é necessario contribuir para o INSS. Quem não recolhe o INSS deve realizar a recolha de 3 guias (duas retroativas e 1 do mês corrente), podendo ser no valor mínimo.

    Com o PB4 em mãos, em Portugal vc pode se inscrever no sistema de saúde portugues e ter os mesmos direitos dos cidados portugueses. Inclusive exames e medicamentos subsidiados.

    Quando fui a Portugal, além do PB4 fiz também um seguro saude da caremed (https://www.caremed-travelinsurance.com). É o de melhor custo benefício que eu ja trabalhei. Eu o acionei diversas vezes e nunca tive problemas. Atenção ao fato que eles trabalham com o reembolso.
    Esse tbm foi o único seguro que encontrei que poderia fazer já em viagem.

    O custo de vida em Portugal é baixissimo, mesmo em Lisboa. Com 5 euros come-se muito bem na rua. Morei em Braga, a terceira cidade do Pais e la eu pagava 350 euros no aluguel de um apto enorme com 3 quartos. Incluindo agua, luz, gas, internet, eu tinha um gasto de 150 euros.

    • Leonardo 09.01.15 at 11:45 - Reply

      Olá Camila, gostaria de conversar com você sobre mais detalhes, seria possível?

    • Thaís Oliveira 04.09.15 at 15:57 - Reply

      Olá, Camilla! Gostaria de conversar mais a respeito de sua experiência em Portugal, pegar algumas dicas e tirar algumas dúvidas. Pode ser? Manda seu e-mail que a gente conversa, ou então me manda um ([email protected]). Beijo, obrigada! 🙂

    • Talesca 19.11.15 at 09:56 - Reply

      Olá, gostaria de mais informações sobre o assunto, noções sobre dormitórios, custo de vida e etcc se alguém puder me ajudar…

    • Meridiana 15.08.16 at 21:52 - Reply

      Ola camila podemos conversar mais sobrr Portugal tenho muito interesse em uma pós

    • Luciano Assis 02.02.17 at 23:44 - Reply

      Achou que recomensou então Camila? Pela qualidade de vida lá em termos de preço e inclusive a qualidade da instituição?

    • AGUINALDO 31.03.17 at 11:20 - Reply

      Bom dia Camila, estou pensando em fazer um mestrado em Portugal na área de direito, você sabe informar se lá tem algum em que a pessoa faz on line aqui no Brasil e presencial lá em Portugal?

    • Mariana 27.04.17 at 01:28 - Reply

      Olá, Camila! Estou indo fazer um mestrado em Lisboa, será que eu poderia tirar algumas dúvidas e pegar algumas dicas? Obrigada!

    • Marivete Brizolla 27.01.18 at 22:03 - Reply

      Ola camila gostaria de falar com vc sobre fazer mestrado em portugal

    • Lídia Sousa 21.02.18 at 11:57 - Reply

      Você sabe quanto custa o Mestrado Concentrado?

    • ida monica 14.05.18 at 09:53 - Reply

      Bom Dia Camila!
      Estou fazendo mestrado em Gerontologia na Universidade Católica Portuguesa no Porto. Meu estágio será em setembro e tenho muitas dúvidas. Encontrei segurança em sua postagem. Tem como entrar em contato comigo? Por favor ajude uma brasileira sedenta de informações e ajuda. [email protected]
      aguardo sem contato.
      Bjs
      Ida Mônica

  7. Patrícia Oliveira 21.05.14 at 18:31 - Reply

    Setembro até Maio/Junho são os meses de um ano lectivo.
    O modelo de estágio em vez da dissertação só está implementado eficazmente em Mestrados e não em Doutoramentos.

  8. André OCF Fotógrafo 21.05.14 at 18:42 - Reply

    Olha, com relação ao visto, faltou acrescentar aí umas informações que vc só descobre na hora, como: todos os documentos relativo a ensino devem ser autenticados no consulado português no Brasil, e geralmente solicitam que o comprovante de renda tbm.
    Para estudantes que iniciaram o processo de solicitação de permissão de residência em território brasileiro, via Consulado Português no Brasil, o processo é um pouco mais fácil, caso contrário é necessário escrever um documento, não lembro o nome/número, relativo à solicitação de permissão após estar em solo Português, explicando o motivo da solicitação de permissão estranha. Se possível, procure confirmar a inscrição com a universidade e ir ao consulado Português antes de embarcar.
    O seguro saúde pode ser o formulário PB-4, emitido pelo governo brasileiro por conta de um acordo luso-brasileiro. Este sai de graça e é simples de retirar.
    Tem que levar documentos solicitados na universidade indicando que está matriculado e que todas as propinas (mensalidades) estão pagas.
    O comprovativo de morada (comprovante de moradia) não é qualquer coisa também, só aceitam documentos oficiais. O que eu indico é o atestado de prova de residência, solicitável nas Juntas de Freguesia (espécie de sub-prefeitura do bairro).
    O processo pode ser penoso e dificultado pelo mal atendimento dos funcionários do SEF (Serviço de Extrangeiros e Fronteiras), mas não é um problema se faltar algum documento, pode voltar novamente, só é importante agendar um horário no órgão responsável (fazer marcação no SEF só por telefone) antes que vença o prazo de turista.

  9. Ro De los Drigos 21.05.14 at 19:39 - Reply

    e depois para revalidar no Brasil?

  10. Jackson Cruz 22.05.14 at 02:36 - Reply

    Sou formado em Educação Física no Brasil e tirei meu mestrado na área do treino de alto rendimento em Lisboa na Faculdade de Motricidade Humana. Para quem é da área da Educação Física e pensa fazer um mestrado vale muito a pena tentar esta instituição pois é uma das melhores, senão a melhor de Portugal na área da Educação Física, deixo o link:

    http://www.fmh.utl.pt/pt/2-ciclo-mestrados
    O processo de seleção de candidatos brasileiros é bem tranquilo e na maioria das vezes o candidato é aceito sem problemas. Espero ter ajudado. Abraços

    • FABRICIO AIGNER 06.08.15 at 00:05 - Reply

      BOA NOITE JACKSON, SOU FORMADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA TAMBÉM AQUI NO BRASIL, E GOSTARIA DE ME MUDAR PARA PORTUGAL E EXERCER A PROFISSÃO, SABE SE ISSO É POSSIVEL E O QUE EU PRECISO FAZER?

  11. Patrícia 22.05.14 at 09:20 - Reply

    Façam um post sobre como conseguir BOLSAS de mestrado

  12. Cristina Haeffner 22.05.14 at 10:22 - Reply

    Um título de pós-graduação (mestrado e doutorado) obtido no exterior é válido no Brasil?
    A Capes não reconhece cursos de outros países, cabe a ela apenas avaliar a pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) de instituições brasileiras. Conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (nº 9.394 de 1996), Art. 48, § 3º, os diplomas de mestrado e de doutorado expedidos por universidades estrangeiras só poderão ser reconhecidos por universidades que possuam cursos de pós-graduação reconhecidos e avaliados, na mesma área de conhecimento e em nível equivalente ou superior.
    Cabe ao aluno entrar em contato com a pró-reitoria da instituição, particular ou pública, a qual procederá a análise de reconhecimento. Se o diploma for oriundo de um dos estados partes do Mercosul, deve-se consultar o parecer CNE/CES nº 106/2007.
    A Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), não disciplinou a revalidação de pós-graduação lato sensu, bem como não há normatização elaborada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) a respeito do tema.
    Mesmo o diploma de Mestre ou Doutor, proveniente de país integrante do MERCOSUL, está sujeito ao reconhecimento. O acordo de admissão de títulos acadêmicos,aprovado pelo Decreto Legislativo nº 800, de 23.10.2003, e promulgado pelo Decreto nº 5.518, de 23/08/2005, não dispensa da revalidação/reconhecimento (Art.48, § 3º,da LDB) os títulos de pós-graduação conferidos em razão de estudos feitos nos demais países membros do Mercosul, embora permita, para o exercício de atividades de docência e de pesquisa, conforme explicitado pelo Parecer CNE/CES nº 106, aprovado em 09/05/2007.

    • Tamires 23.02.15 at 14:25 - Reply

      Olá,
      Mas há um Tratado de Amizade firmado entre Brasil e Portugal que aparentemente facilita um pouco as coisas. Pelo que entendi, no caso de um diploma de Portugal, não seria necessário revalidar, mas registrar/reconhecer…

  13. renato santos 27.05.14 at 00:23 - Reply

    Gostaria de informações deste documentos para caso de brasileiros , para realizar a inscrição.

    Número do Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão; “Qual seria o documento equivalente no Brasil”

    – Número de Identificação Fiscal (NIF); // “No caso de ser brasileiro a necessidade de NISS”

    – Número de Identificação da Segurança Social (NISS); // “No caso de ser brasileiro a necessidade de NISS”

    – Número de Identificação Bancária (NIB) do Candidato;

    Ou que possa realizar a retirada deste documentos.

  14. Ricardo Zimmermann 05.06.14 at 20:20 - Reply

    Olá,

    Olha, esse artigo ficou meio estranho. Não entendi a parte de Projeto de Pesquisa!? Estou pensando em me candidatar para o Mestrado em Cultura e Comunicação da Universidade de Lisboa e no rol de documentos necessários consta apenas uma “carta de motivação”. Nada além? Não é preciso apresentar um Projeto de Pesquisa antes de ingressar no 2º ciclo? Peço que os amigos de Portugal me esclareçam essa questão, mas para um estudante brasileiro é muito estranho não precisar apresentar Projeto de Pesquisa para ingressar no mestrado!
    Outro ponto: Bolsas. Há algum outro tipo de Bolsa de estudos? Tenho nacionalidade portuguesa e gostaria de sabre se há alguma bolsa específica para nacionais.
    Me questiono também como faço para fazer o bagamento no multibanco a partir do Brasil?! Para pagar a taxa de candidatura a ULisboa gera um “boleto” para MultiBanco. Como deveria proceder?

    • Ana L> 27.10.15 at 00:31 - Reply

      Ola, sua candidatura deu certo? Também tenho cidadania portuguesa e isso te ajudou a conseguir a candidatura? ou não houve influência? Gostaria de me candidatar p? Mestrado em Direito na Universidade de Lisboa ou Coimbra., aí gostaria de saber! Obrigada! Abraço!

  15. Gustavo 13.06.14 at 09:38 - Reply

    Fiz um estágio de 3 meses em um centro de pesquisas muito renomado em Portugal, CDRSP. Adorei, é um país fantástico, pessoas ótimas. Por mim ficaria por lá, rs.

    • Veve 31.01.17 at 23:54 - Reply

      Porque não ficou?

  16. William Fernandes 19.06.14 at 14:50 - Reply

    Não saquei uma coisa, um funcionário publico pode simplesmente “meter o pé” do Brasil e ir fazer pós-graduação em outro país assim? Basta querer, arrumar as coisas e ir? Simples assim? Conta mais dessa treta aê. ahahahah

    • Tamires 23.02.15 at 14:28 - Reply

      Pela lei 8112/90, os servidores públicos podem requerer afastamento para realizar pós-graduação stricto sensu no exterior, contanto que atendam a alguns requisitos e sejam autorizados pela chefia. 🙂

    • Veve 31.01.17 at 23:58 - Reply

      Só acho estranho poder ir…com licença para capacitação…e depois não aceitarem o diploma!

  17. João Dias 01.08.14 at 20:30 - Reply

    No caso de fazer o mestrado em Portugal, haveria como exercer alguma profissão por lá para que pudesse tirar o sustento e minha manutenção? Tem algo que me ampare nesse sentido? Sim, os valores para mestrados praticados lá são extremamente atrativos mais o x da questão é sustentabilidade financeira… Alguma informação?

  18. Débora Paz 23.08.14 at 12:28 - Reply

    Passei minhas ferias em portual, fiquei apaixonada pelo país, estou com um projeto de tentar um mestrado na área da saúde lá, sabe me falar se meu diploma de enfermeiro vale lá, para que eu possa estudar e tentar ter uma renda, sobre o processo seletivo, isso varia de instituição para instituição?

  19. doutorados 10.09.14 at 17:50 - Reply

    obrigado por esta publicação!!

  20. Paulo 14.09.14 at 14:45 - Reply

    Muito boa as dicas, pretendo em breve fazer meu mestrado em portugal.

  21. doutoramento 17.09.14 at 13:44 - Reply

    obrigado por esta publicação!!

  22. Fernanda 24.09.14 at 17:10 - Reply

    Não entendi a parte que fala em carta de motivação e a revalidação do diploma.. Meu cunhado que mora em Braga fez a inscrição e matricula pra mim por lá (com endereço de Portugal) para a Unimnho e nâo pediram nada disso. Corro riscos de no decorrer do curso me incomodar?

    • Neila 15.06.15 at 17:48 - Reply

      Olá Fernanda. Seu comentário é antigo então provavelmente você já está estudando. Se sim, poderia esclarecer algumas dúvidas para o ingresso na Uniminho?

  23. Diamile Lucena 30.11.14 at 20:54 - Reply

    Alguém fez ou faz mestrado em Portugal?? Conte nos o passo a passo para esclarecer mais sobre este assunto, andei pesquisando e parece que não há bolsas mesmo ;(

  24. Helen 14.01.15 at 16:31 - Reply

    Poderiam informar qual faculdade é melhor em Portugal na aera de Direito?

  25. Julia 07.04.15 at 12:13 - Reply

    ME AJUDEM!! Alguém sabe o que é certidão comprovativa da atribuição de equivalência de habilitações???? Estão pedindo isso na candidatura.

  26. Julia 07.04.15 at 12:15 - Reply

    ME AJUDEM!! Alguém sabe o que é CERTIDÃO COMPROVATIVA DA ATRIBUIÇÃO DE EQUIVALÊNCIA DE HABILITAÇÕES?? Estão pedindo isso para a matrícula.

  27. Carmem lucia 21.04.15 at 11:34 - Reply

    O que significa NIF? Na ficha de inscrição para candidatar ao mestrado tem esse campo para preencher mas não sei o que significa? E nem onde encontro esse documento. Att

  28. Ludmila 22.04.15 at 12:54 - Reply

    Ao contrário do Brasil, a maioria das universidades lá não exige projeto de mestrado na época da candidatura.
    Em geral os processo é bem mais simples e on-line.
    Costumam pedir diploma e histórico (com carga-horária e notas médias), carta de motivação (uma carta de intenção do candidato, de a lauda) e carta de recomendação.

    As propinas para estrangeiros variam de 1000 a 7000 euros anuais. É preciso sempre verificar os valores para estrangeiros, pq o valor normalmente divulgado nos sites são apenas para cidadãos europeus. Também é bom consultar as taxas, pois ha universidades que cobram pela candidatura (vi desde processos gratuitos até de 150 euros!) e matrícula (também vi desde gratuitas até 600 euros),

    OBS: o bacana é que em geral os sites são organizados e as pessoas respondem email de forma atenciosa 🙂

  29. Leticia 31.05.15 at 11:39 - Reply

    Bom dia!

    Eu quero fazer mestrado em Portugal na área de psicologia. Você me indica alguma Universidade boa, mas com preço acessível?

    Obrigada!

  30. Teresa 01.06.15 at 10:55 - Reply

    Eu sou formada bacharel em teologia e gostaria de fazer pós em Portugal na área de filosofia e sociologia ou ciência da religião alguém me indica uma faculdade por favor.
    Achei interessante também uma postagem onde alguém disse que para o mestrado não precisaria de ter um plano de pesquisa e simplesmente uma carta de aptidão, isto procede?

  31. Teresa 01.06.15 at 11:03 - Reply

    Outra pergunta quem esta com visto de estudante não pode trabalhar pelo menos um período para que possa acotiar as despesas??
    Alguém sabe me responder??

  32. yuri 02.06.15 at 09:00 - Reply

    alguem de farmacia vai tentar mestrado la? sabe dizer como faz para arranjar emprego na area?

  33. Fábio 23.06.15 at 15:58 - Reply

    Comprei meu diploma bacharel em engenharia civil com Sra. Lauriene e tudo ocorreu bem … e como cliente agora posso te dizer que este é o único contato da internet que realmente vende entrega.. fiquei na dúvida também antes de comprar mais agora eu aconselho a compra.. a vendedora e honesta e cumpre com a palava.

    Recomendo http://diplomasuniversitario.blogspot.com.br/

  34. Joao Muabi 23.08.15 at 08:26 - Reply

    Gostaria de saber se um Angolano que se lincenciosse em Angola se é possível fazer o mestrado de engenharia informática em Portugal

  35. José Antonio 26.08.15 at 19:27 - Reply

    Um desabafo… Por que no Uruguai, na Argentina, no Chile, em Portugal, é tãão fácil e aqui é uma merda tão grande? Difícil, escondido, cheio de burocracia, exigem teste aqui, exame de suficiência de idioma ali, sei não heim….

  36. Rayane Santos 15.10.15 at 16:58 - Reply

    Sou formanda em engenharia de produção com especialização em Lean Manufacturing, gostaria de informações quanto a mestrados nessas áreas, e até mesmo administração ou marketing em Portugal. Adorei o post e comentários!

  37. João Souza 28.10.15 at 09:24 - Reply

    Bom dia!

    Eu quero fazer mestrado em São Paulo na área de farmácia. Você me indica alguma Universidade boa?

    Obrigado!

  38. Jaqueline Marques 17.12.15 at 13:55 - Reply

    O artigo 92 paragrafo 2º da lei dos estrangeiros do regime geral de Portugal contempla a hipótese do estudante que não conseguiu o visto no Brasil, requerer junto ao SEF, mediante matricula e declaração desde onde declare que por circunstâncias de força maior( exemplo dificuldade em conseguir a matricula e quando conseguiu teve que embarcar as pressas pois já começara o ano letivo) não conseguiu solicitar o visto no Brasil. O processo é recebido e o inspetor irá analisar, sendo deferido eles ligar para proceder a emissão da autorização de residência para estudante.

  39. joelma 13.01.16 at 20:27 - Reply

    Boa noite gostaria de saber onde posso fazer um mestrado na área de saúde em Portugal

  40. Jéssica Vilete 11.02.16 at 02:50 - Reply

    Olá! Estou interessada em uma pós-graduação em Portugal através de uma parceria de universidades brasileira e portuguesa. Eu preciso ter um trabalho para ir para Portugal? Posso ir desempregada e arrumar um emprego quando chegar? Posso trabalhar enquanto estudo?
    Obrigada desde já.

  41. Leni Rodrigues Ramos 22.04.16 at 22:32 - Reply

    Olá sou formada em Ciências BIológicas aqui no Brasil gostaria de fazer uma pos em Portugal como provedor?

  42. polyanne 10.05.16 at 18:46 - Reply

    Alguém conhece alguém que tenha feito mestrado em Portugal (em educação de preferencia) e tenha conseguido validar o diploma aqui no brasil?

    • clebson 13.10.17 at 16:39 - Reply

      Polyanne, Revalidei na UFRJ este mês, a documentação estando certa, eles cobram as taxas e outros e demora só 3 meses.

  43. Jocelaine 24.05.16 at 13:18 - Reply

    Boa tarde,
    Sou formada em Serviço Social, faço especialização e quero fazer o mestrado em Portugal.
    Alguém me indica alguma faculdade ou possui informações referentes, que possam me auxiliar na parte burocrática?
    Obrigada.

  44. Thaís 18.08.16 at 22:07 - Reply

    Olá, me candidatei ao mestrado na universidade do Porto mas não estou conseguindo efetuar o pagamento pois está por meio do multibanco.
    Você saber me informar como faço pra efetuar esse pagamento e se tem outra forma?!
    Agradeço a atenção.

  45. gabriela 12.09.16 at 14:22 - Reply

    Sou arquiteta e penso em fazer mestrado ou pós em Portugal mas não tenho idéia de quais faculdades/instituições procurar. Será que alguém poderia me ajudar. Fico no aguardo. email: [email protected]. Obrigada!

  46. Felicidade 21.09.16 at 16:11 - Reply

    Muito obrigada !! Me ajudou muito . Pretendo fazer meu mestrado em portugal

  47. Alline 22.11.16 at 00:17 - Reply

    Sou fisioterapeuta e gostaria de tentar o mestrado em portugal. A grande questão é realmente a validação… alguma prova viva de alguém que realmente tenha validado e tenho o título empregado em um concurso ou p ser prof de uma instituição federal?

  48. Andréa 04.12.16 at 23:56 - Reply

    Sou médica, formada pela Uni-Rio (Universidade do Rio de Janeiro – Federal) e, fiz Mestrado na PUC-RJ e, Doutorado na UNIFESP (tb Federal). Gostaria de saber em qual Universidade de Portugal tem Pós-Doutoramento em Medicina?

  49. Rosália 13.02.17 at 08:22 - Reply

    Alguém sabe dizer se existe algum mestrado em Portugal que seja de graça?
    Queria saber se lá existe faculdades Públicas assim como aqui no Brasil.

  50. Boa noite pós-graduandos, obrigada pelas informações tão claras e úteis! Estamos planejando estudar em Portugal. Meu marido no mestrado e eu no doutorado. Estamos nos organizando para nos inscrevermos em aproximadamente 3 programas. Considerando que as datas de candidaturas diferem entre os cursos, assim como as datas de resultados, gostaria de saber: sendo aprovada num programa já devo dar entrada em meu visto e, se resolver me matricular em outro curso, supondo que consiga aprovação em mais de um, devo atualizar esta informação junto ao consulado? Tendo em vista que fiz meu mestrado na USP, que tenho 45 anos, acham que existe possibilidade de não conseguir aprovação em nenhum programa?

  51. Karenia 08.06.17 at 10:17 - Reply

    Bom dia. Você diz que para estudar em Portugal preciso de uma declaração de alguém alegando que vá custear meus estudos. Mas eu trabalhei 4 anos e juntei dinheiro para ir estudar la. Desse.modo eu não consigo ?

  52. Francisco Pedro 07.11.17 at 18:49 - Reply

    boa noite meus amigos ,conforme informações no Blog,gostaria que me ajudassem a encontrar um curso de doutoramento de tecnologia de informação
    (tic) ,semi presidencial em Portugal de preferencia em Lisboa ,

  53. Francisco Pedro 07.11.17 at 18:51 - Reply

    houve um erro ,assim seria correcto semi presencial

  54. Cristiane 11.11.17 at 00:51 - Reply

    Informação sobre validação: (repassando)
    Os títulos já possuem validade em toda união européia, mas caso tenha interesse em realizar o procedimento no Brasil, descrevemos abaixo como funciona:
    Passo a passo
    1. Após a realização da defesa da dissertação você deverá ter todos seus documentos (diploma, histórico e declarações) autenticados pelo consulado brasileiro e reconhecidos de que esteve lá e cursou.
    2. Sendo assim, após a autenticação eles deverão ser trazidos para o Brasil juntamente com seus documentos pessoais, você deverá agendar junto ao setor de pós-graduação em qualquer Universidade do território nacional, de preferência próxima a você, nós temos as indicações de muitas que possuem Mestrado ou Doutorado semelhante ao que foi realizado para poder dar a entrada no procedimento, para entregá-los e dar a entrada no procedimento.
    3. Dando a entrada com seus documentos, deverá também de ser preenchido um formulário e entregue cópias de sua dissertação ou tese, será então enviado a comissão da Universidade brasileira que você entrou, para assim eles oferecerem um parecer sobre a documentação.
    4. Após o parecer feito pela comissão, estando os documentos todos corretos, será então encaminhado seu processo para o colegiado da Universidade que fará a análise dos documentos, não é necessário uma nova defesa e quando o parecer sobre os documentos já é favorável, o colegiado muito provável que aprove sem problemas.
    Prazo:
    As Instituições de ensino brasileiras possuem o prazo de até seis meses para dar a resposta sobre o procedimento.
    Segurança:
    Ainda para sua maior segurança, no final do curso o aluno deverá contactar a Direção Geral de Ensino Superior Portuguesa, entidade que emite declarações sobre o reconhecimento das instituições de ensino superior portuguesas e dos seus cursos. Consulte, por favor, http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/AssuntosDiversos/RIC/ para mais informações. A declaração emitida deverá constar do pedido de revalidação do diploma no Brasil.
    É evidente que os cursos tem sido validados com frequência, as dissertações ou teses tem sempre grande qualidade e não teremos problemas em passar alguns contatos de alunos que já validaram para que forneçam dicas.
    Além disso, terão todo apoio da Stevenson Educacional desde a seleção até quando estiverem na Europa e no retorno ao Brasil. Conte com a assessoria completa e experiência desde 2007 nossa!
    A Portaria CNE 002 de 2005 da CAPES que regulariza esse procedimento concede às Universidades brasileiras (privadas ou públicas) que tiverem cursos equivalentes, o direito de validarem através da avaliação de documentação.
    Segue abaixo a resolução na íntegra:
    CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 9 DE JUNHO DE 2005 (*) (**) Altera a Resolução CNE/CES nº 2, de 3 de abril de 2001, que dispõe sobre os cursos de pós-graduação stricto sensu oferecidos no Brasil por instituições estrangeiras, diretamente ou mediante convênio com instituições nacionais. O Presidente da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, no uso de suas atribuições legais, e tendo em vista o disposto no Parecer CNE/CES nº 122, de 7 de abril de 2005, homologado pelo Senhor Ministro de Estado da Educação em 2 de junho de 2005, resolve: Art. 1º O § 2º do art. 1º da Resolução CNE/CES nº 2, de 3 de abril de 2001, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, passa a vigorar com a seguinte redação: § 2º Os diplomados ou os alunos matriculados, no prazo estabelecido no art. 1° da Resolução CNE/CES n° 2/2001, nos cursos referidos no caput e que constem da relação da Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), nos termos do parágrafo anterior, deverão encaminhar a documentação necessária ao processo de reconhecimento de seus diplomas diretamente às universidades públicas ou privadas, que ofereçam cursos de pósgraduação avaliados pela CAPES e reconhecidos pelo MEC, na mesma área de conhecimento ou área afim e em nível equivalente ou superior. Art. 2º Resguardada a autonomia universitária, a tramitação do requerimento de reconhecimento de diplomas obtidos nos cursos referidos no artigo anterior deve atender aos seguintes requisitos: I – serão analisados, nos termos desta Resolução, os pleitos dos interessados que constem do cadastro da CAPES; II – não merecerá exame do mérito o diploma de mestrado ou doutorado conferido por Instituição de Educação Superior que não seja credenciada no respectivo sistema de acreditação do país de origem, sendo esse fato determinante para o indeferimento do pedido de reconhecimento; III – o julgamento para o reconhecimento do título constituir-se-á na análise da dissertação ou tese, que deverá ser avaliada por Banca Examinadora especialmente instituída pelo Programa de Pós-Graduação, que poderá dispensar a participação de docentes externos; IV – antes da defesa, fica vedada a modificação do trabalho original, de dissertação ou tese, que ensejou a titulação objeto de pedido de reconhecimento; V – os custos dos procedimentos relativos aos processos de reconhecimento de diploma ficarão a cargo dos interessados, preservadas as normas internas da universidade escolhida; VI – a decisão da universidade, expressa em ata e comunicada à CAPES, deverá, no caso de reconhecimento do título, ser averbada no verso do diploma do requerente, fazendo referência a esta Resolução, e, no caso de indeferimento, ser expressa por declaração específica, nos mesmos termos. (*)
    Resolução CNE/CES 2/2005. Diário Oficial da União, Brasília, 10 de junho de 2005, Seção 1, p. 38 (**) O prazo previsto no art. 3º desta Resolução foi alterado pela Resolução CNE/CES n.º 12, de 18 de julho de 2006 Parágrafo único. Os diplomados que tenham ou tiverem seus requerimentos indeferidos, sem que tenha havido avaliação de mérito, terão preservado o direito de recurso ao órgão colegiado superior da universidade escolhida para análise do pleito. Art. 3º Para os diplomados, o prazo final de reconhecimento dos títulos expira em um ano a contar da data da publicação da presente Resolução. Art. 4º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. EDSON DE OLIVEIRA NUNES Presidente da Câmara de Educação Superior.

  55. Nubia Feitosa 05.01.18 at 16:40 - Reply

    Achei bastante produtiva a interacao de todos e aprendi com cada pergunta e resposta um pouco mais, para que me prepare melhor indo em busca de meu objetivo.
    Ainda tem um caminho longo a seguir.

  56. Francisco Daniel Neto 18.07.18 at 14:48 - Reply

    Sou Medico Ortopedista com Diploma da SBOT,quero saber se posso fazer Mestreado em Ortopedia do Quadril em Portugal

Leave A Comment