• Nosso primeiro grande desafio: a Monografia

Nosso primeiro grande desafio: a Monografia

Atendendo à sugestão da colega Elisa, vou fazer uma série de artigos tentando desmistificar os trabalhos científicos, começando pela monografia.

A ABNT conceitua monografia como: MONOGRAFIA Trabalho de conclusão de curso de graduação, trabalho de graduação interdisciplinar, trabalho de conclusão de curso de especialização e/ou aperfeiçoamento. Documento que apresenta o resultado de estudo, devendo expressar conhecimento do assunto escolhido que deve ser obrigatoriamente emanado da disciplina, módulo, estudo independente, curso, programa e outros. Deve ser feito sob a coordenação de um orientador.

Em um estudo mais aprofundado temos que:

ETIMOLOGICAMENTE
Mónos (um só) + Graphéin (escrever): é um texto a respeito de um assunto único.

CLASSICAMENTE
Monografia é um estudo sobre um tema específico ou particular (em todos os seus ângulos), com suficiente valor representativo, obedecendo à rigorosa metodologia.

PRAGMATICAMENTE
Monografia é um trabalho de pesquisa de natureza científica, devendo, portanto, rigorosa obediência à metodologia científica.

Assim, temos que, uma monografia possui sentido lato e sentido estrito.

Em sentido estrito identifica-se com a tese e em sentido lato é todo trabalho científico de primeira mão, que resulte de pesquisa. E nisso, é muito importante que haja reflexão, pois sem ela a monografia torna-se simplesmente um relatório do procedimento da pesquisa, uma divulgação, uma compilação de obras alheias.

Uma monografia deve ser um trabalho escrito, para que possua um registro do que foi pesquisado. Deve ser um trabalho sistemático, que seja organizado em etapas, começando com o projeto, e que siga determinadas regras de execução. E deve ser completo, com qualidade, para que, apesar de apresentar um único problema, se possa compreender o todo do tema, integralmente.

Uma monografia deve apresentar um tema específico ou particular de uma ciência ou parte dela e em cima deste tema deve ser realizado um estudo pormenorizado e exaustivo, abordando vários ângulos e aspectos, esgotando tudo o que haja e se possa concluir a respeito do tema em questão. Deve possuir um tratamento extenso em profundidade, mas não em alcance.

Sua utilização mais usual é o TCC, que significa trabalho de conclusão de curso e pode ser, eventualmente, chamado trabalho de graduação interdisciplinar ou trabalho final de graduação. Este é um tipo de trabalho acadêmico amplamente utilizado no ensino superior como forma efetuar uma avaliação final dos graduandos que contemple a diversidade dos aspectos de sua formação universitária, no Brasil.

Porém a monografia não é a única forma admitida para o trabalho de conclusão de curso, é possível, também, que algumas instituições de ensino e determinados cursos, optem pela apresentação de um artigo científico.

Existem vários manuais, principalmente, de instituições de ensino que, além de seguir as regras da ABNT para a elaboração de uma monografia, acrescentam outras a fim de identificar o estilo da instituição.

Por isso, é sempre necessário que o aluno antes de iniciar o seu trabalho verifique se a instituição de ensino a que pertence possui um manual próprio para a elaboração de trabalhos científicos, caso contrário, é só seguir as normas da ABNT, aí não tem erro.

By |2013-08-20T23:46:52+00:0021-08-2013|docência, guia|5 Comments

About the Author:

Mestranda em Políticas Pública, pela Universidade de Mogi das Cruzes(UMC), especialista em Direito Público, em Direito Processual Civil, em Direito Penal e Processual Penal, e Assistente Jurídico Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

5 Comments

  1. Julia Rafalski 21.08.13 at 21:35 - Reply

    Bem legal o tema da postagem. Existem faculdades e alguns cursos específicos também que não possuem a monografia ou o tcc. Formei em Psicologia em fevereiro desse ano e não tive que fazer monografia, pelo menos não constava no meu currículo. Era obrigatória a realização de dois estágios supervisionados. Como já tinha o interesse de me formar e ir para a pós, fiz um dos meus estágios em pesquisa e produzi um artigo como ‘relatório final’, o que pode ser contado como TCC.
    Acho essa experiência indispensável para quem quer fazer mestrado e doutorado, porque ai dá tempo de ver se é isso mesmo ou pular fora. 🙂 Eu persisti.

  2. Ótimo texto, Valeria, e me sinto honrada por tè-lo sugerido! Esclareceu as dúvidas que eu tinha a respeito do assunto e foi além. Obrigada!

  3. Valéria 28.08.13 at 19:25 - Reply

    Elisa e Julia, primeiro, peço desculpas pela demora no comentário, é que estive participando de um simpósio em Sta. Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, só agora estou de volta.

    Primeiro, o agradeço a palavras da Julia

    e, Segundo, sou eu quem devo agradecer a você Elisa, porque sua sugestão me foi de grande valia

    um abraço pra vocês

  4. Cinthya 10.02.14 at 07:49 - Reply

    Muito bom, esclareceu muitas das minhas dúvidas. Agora gostaria de saber o passo a passo de um pré projeto de mestrado e da dissertação do mesmo.

  5. Leide Lima 14.06.15 at 00:54 - Reply

    Gostaria de me especializar em redação científica e suas informações foram de grande valia.

Leave A Comment