10 Ferramentas para aumentar a produtividade e diminuir as dores de cabeça

O doutorado não é uma etapa fácil. Além de fazer pesquisa, ainda ter que dar aula, escrever, publicar artigos em revistas de alto impacto e ainda – na maioria dos casos – gerenciar tarefas burocráticas como compras de materiais e prestação de contas. A seguir, veja 10 ferramentas que vão te ajudar a ser o pesquisador mais eficiente do seu departamento.

1. LabSynapse (Free) – Toda boa ciência começa com bons materiais. LabSynapse é uma ferramenta criada por cientistas do Rio de Janeiro que te ajuda a receber cotações de bons vendedores sem perder tempo procurando ou negociando com eles. Basta enviar o que você precisa e pra quando precisa e a LabSynapse se encarrega de encontrar vários vendedores para disputarem entregas mais rápidas e preços mais baixos.

2. Labguru (Pago), Quartzy (Free) – Após comprar os produtos, como organizá-los no laboratório? Labguru e Quartzy te ajudam a nunca mais perder um reagente por estar fora da validade e a ter controle da localização de todos seus materiais no laboratório. Labguru ainda apresenta features adicionais para planejamento de pesquisa e compartilhamento de protocolos. Vale a pena testá-los!

3. Science Exchange (Pago) – Sabe aquele Microarray de tecido que você precisa fazer em 1 semana para submeter o artigo e você não faz a mínima idéia por onde começar? Science Exchange te conecta com laboratórios experts no que você precisa para realizar seu experimento. É um mercado de experimentos, você diz o experimento que precisa e ele o conecta com quem sabe fazer. Pode economizar muuuito tempo.

4. Sparrho (Free) – Sparrho é um tipo de PubMed do futuro. É uma ferramenta que te sugere artigos e outros conteúdos relevantes baseado no seu perfil de pesquisa. Você fica sabendo das informações relevantes do seu campo de pesquisa primeiro que todo mundo!

5. Mendeley (Free) – Isso é uma mão na roda quando precisamos linkar referências bibliográficas em artigos, teses, monografias…

6. Overleaf (Pago) – É um sistema de publicação científica colaborativa que faz com que todo o processo de escrita e edição de trabalhos científicos muito mais rápido tanto para os autores quanto para os editores.

7. Research Gate (Free) – É uma rede social de pesquisadores. Ela possui duas utilizações muito úteis: Entrar facilmente em contato com colaboradores de todo planeta e conseguir respostas para perguntas específicas sobre sua pesquisa através do fórum do site.

8. Sapiens Ilustrações Cientificas (Pago) – Sapiens te ajuda com a difícil tarefa de criar apresentações bonitas ou imagens para seus artigos. Desenvolvida por um doutorando do Rio de Janeiro!

9. Elisa Plate Reader (Free) – É um app leitor de ELISA ainda em fase de teste, mas muito útil para que faz ELISA. Está disponível para Android na Google Play: Elisa Plate Reader.

10. Spotify (Free) – Provavelmente ninguém consegue terminar o PhD sem música. Música para alegrar num dia cinzento. Música para ajudar no foco na escrita. Música para manter acordado em tarefas repetitivas. Spotify funciona como uma lista do youtube, mas sem vídeo. Só áudio.

Texto escrito por Gil Sant’Anna, biofísico, estudante de doutorado em neurociência e fundador da LabSynapse

By |2018-12-06T01:56:16+00:0001-09-2015|guia|10 Comments

About the Author:

O posgraduando.com é um espaço na internet para troca de experiências, opiniões, depoimentos, dicas, tutoriais, humor e debates saudáveis sobre o meio acadêmico. Para participar também, leia nossas instruções aos colaboradores.

10 Comments

  1. André Bombonato 01.09.15 at 09:42 - Reply

    Número 1: Feche o Facebook.

  2. Vicente Marçal 01.09.15 at 09:51 - Reply

    Olá,

    Muito boa as referências, eu incluiria:

    * FastFormat – http://www.fastformat.co/ (gratuito) e que pode substituir o Overleaf;
    * Uma combinação do Marxico – http://www.marxi.co com o Evernote http://www.evernote.com que auxilía e muito na manutenção de nossas anotações, sejam de leitura, para a tese/dissertação, enfim, é uma mão na roda o uso desses dois. O Evernote tem a versão gratuita, mas o Marxico é pago!
    * E, para quem já usa o LaTeX e faz trabalhos colaborativos (escrita de artigos por exemplo) o ShareLaTeX http://www.sharelatex.com/ é uma excelente opção.

    Bem, é isso, parabéns pelo post, muito informativo.

    Att.

    Vicente E. R. Marçal
    Professor Adjunto
    Departamento de Filosofia – UNIR
    Doutorando em Psicologia Social pelo IP-USP

  3. Tácito Damasceno 01.09.15 at 17:32 - Reply

    Já faço uso de alguns. São otimizadores

  4. Paula Debien 01.09.15 at 18:19 - Reply

    Mendeley e Research Gate são ótimos!

  5. Aline Veleda 01.09.15 at 21:14 - Reply

    Não quero aumentar a produtividade. Não concordo com esse processo da ciência brasileira….mas respeito quem tá nessa onda….Abraços fraternos!

    • Arlindo 01.10.16 at 23:41 - Reply

      Você não concorda com esse “Processo da ciência brasileira”? Rs.

      A Ciência brasileira é relativamente bem pouco produtiva comparada com a Ciência dos países desenvolvidos e você me solta uma dessas? Nossa. Nem quero saber seu curso. Mas já vi que não é da área, nem sequer de perto.

  6. Iara Mesquita 03.09.15 at 12:42 - Reply

    Alguém sabe das bolsas do mestrado desse mês?? CAPES! (Rsrs)

  7. Silvia van Pelt 07.09.15 at 07:57 - Reply

    Spotify e Mendeley são os mais úteis.

Leave A Comment