Desde o início do site tenho recebido por e-mail e no twitter muitas dúvidas de pessoas interessadas na pós-graduação. Pensando nisso, resolvi elaborar esta lista de perguntas freqüentes para auxiliar aqueles que estão concluindo seus cursos de graduação e já estão pensando nas alternativas futuras. Vale ressaltar que a filosofia do site é descrever as coisas como elas são, e não como deveriam ser, ok?

1. O que é pós-graduação?
O termo pós-graduação é utilizado nos cursos realizados após o término da graduação, seja esta um bacharelado, um tecnológico ou uma licenciatura. Aqui entram as especializações, os mestrados e os doutorados.

2. O que é a Capes?
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que atua na avaliação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) em todos os estados do país e na distribuição de bolsas de estudo. As especializações não se submetem à avaliação sistemática da Capes.

3. Qual a diferença entre lato sensu e stricto sensu?
Lato sensu designa todo curso que se segue à graduação e destinado ao aperfeiçoamento e a especialização em uma área certa e limitada do saber ou da profissão. Já os cursos stricto sensu conduzem à obtenção de um grau acadêmico, e subdividem-se em dois ciclos: mestrado e doutorado. Para saber mais sobre os tipos de pós-graduação, leia o post Como escolher uma pós-graduação.

4. Pós-graduação e especialização são a mesma coisa?
Não. Especialização é apenas um tipo de pós-graduação, o lato sensu. O mestrado e o doutorado são o outro tipo, o stricto sensu.

5. Qual é a diferença entre MBA e especialização?
Alguns MBAs (Master Business Administration) são especializações (pós-graduação lato sensu), outros são simples cursos de aperfeiçoamento. Para ser considerada especialização, o curso deve ter duração mínima de 360 horas e atender a alguns requisitos do MEC.

6. Um MBA é um curso de mestrado?
É importante lembrar que MBA não é mestrado. Não existe o “título de MBA” segundo a legislação brasileira. O nome MBA (Master Business Administration) é usado no Brasil como um nome de fantasia para cursos na área de gestão empresarial. Segundo o MEC, os cursos de MBA devem ser realizados como pós-graduação lato sensu, isto é, especialização.

7. Posso fazer mestrado ou doutorado sem ter feito especialização?
Sim. Qualquer aluno pode candidatar-se a um curso de mestrado após o término da graduação.

8. É preciso fazer um mestrado antes do doutorado?
Não necessariamente. A legislação educacional não exige o mestrado para ingressar no doutorado. Entretanto, a maioria das instituições exige o mestrado para os candidatos a doutorado. Em outras a seleção é feita por análise de currículo, e como existem muito mais candidatos do que vagas, normalmente os candidatos com mestrado ingressam em detrimento dos outros pelo critério da titulação, mas não como exigência legal.

9. Qual é o valor de uma bolsa de estudo na Pós-Graduação?
Mestrado: R$ 1.500,00
Doutorado: R$ 2.200,00
Pós-Doutorado: R$ 4.100,00

10. O que significa o conceito Capes?
É a avaliação dos cursos de mestrado e doutorado pela Capes, que atribui notas que variam de 3 a 5 para programas que possuem apenas o mestrado e de 3 a 7 para aqueles que incluem o doutorado. Os programas com nota igual ou superior a 3 são autorizados pelo Ministério da Educação (MEC) a emitir diplomas com validade nacional. Para pesquisar o conceito de um curso de mestrado ou doutorado, clique aqui.

11. O que é PhD?
Essa é uma questão polêmica. Mas na prática, o PhD (do inglês Philosophy Doctor) é utilizado para designar os cursos de doutorado, em diversas áreas, realizados em países de língua inglesa.

12. Como é o processo de ingresso em uma pós-graduação?
Basicamente a seleção ocorre por meio de cinco etapas: prova escrita, exame de proficiência em uma língua estrangeira, análise do anteprojeto, análise de currículo e entrevista. Maiores detalhes sobre estas etapas no post Como ser aprovado na seleção do mestrado/doutorado.

13. Posso escrever sobre qualquer tema em um mestrado ou doutorado?
Não. Você terá que escolher entre temas que façam parte da linha de pesquisa do programa de pós-graduação desejado. Leia mais sobre isto no post Como escolher um tema de pesquisa.

14. Quanto tempo dura os cursos de pós-graduação?
Um curso de especialização deve ter duração mínima de 360 horas. Os cursos de pós-graduação stricto sensu possuem duração variada, mas como o tempo de duração do curso é um dos quesitos da avaliação da Capes, a maioria dos programas exige que o curso de mestrado seja realizado em no mínimo 18 meses e no máximo 24 meses; e o doutorado com duração mínima de 24 meses e máxima de 42 meses, contados do início do curso.

15. Um curso de pós-graduação feito a distância tem a mesma validade de um presencial?
Sim. O diploma não faz indicação de que o curso foi feito a distância. Por enquanto apenas os cursos de pós-graduação lato sensu (especialização) são autorizados pelo MEC para a modalidade à distância.

16. O que é o Qualis?
O Qualis é um levantamento realizado pela Capes com o intuito de mensurar a qualidade da produção científica dos programas de pós-graduação. Na verdade, trata-se de uma classificação indireta, visto que não avalia a qualidade das pesquisas ou dos artigos produzidos e sim dos periódicos científicos em que eles são publicados. Saiba mais sobre o Qualis no artigo A classificação dos artigos pelo Qualis da Capes.

17. Qual é a diferença entre mestrados/doutorados reconhecidos e mestrados/doutorados recomendados?
Os mestrados/doutorados recomendados referem-se aos cursos que passaram na avaliação do Conselho Técnico Científico (CTC), passando posteriormente pela avaliação e aprovação do Conselho Nacional de Educação (CNE), e só após a publicação do ato do ministro da Educação os mesmo são definidos como reconhecidos.

18. Qual é a diferença entre o mestrado acadêmico e o mestrado profissional?
O Mestrado Acadêmico requer dedicação integral e prioriza a formação de pesquisadores e professores. O Mestrado Profissional geralmente não exige dedicação em tempo integral do aluno e se propõe a oferecer uma formação diferenciada, a um público constituído por profissionais em busca de aperfeiçoamento e aprofundamento em sua área de atuação. Esta modalidade enfatiza estudos e metodologias de atuação mais voltada à formação de gestores organizacionais.

19. Posso fazer mestrado em uma área diferente da minha graduação?
Sim. Esta prática é comum em ambientes de pós-graduação. Muito dessa decisão depende da linha de pesquisa que o candidato pretende desenvolver em sua dissertação (mestrado) ou tese (doutorado).

20. Com um curso de pós-graduação posso atuar em uma área diferente da qual me formei?
Não. O que determina a área de atuação é a graduação. A pós-graduação não irá autorizar você a exercer funções que dependam de habilitação por meio da graduação.