Os vários tipos de colegas pós-graduandos

Entrar em uma sala de pós-graduação e passar algumas horas observando os seres que ali habitam pode proporcionar um estudo antropológico, astrológico, sociológico, biológico, enfim, a diversidade de tipos que ali se encontram reunidos é enorme e instigante.

Vocês já pararam para reparar nos tipos de coleguinhas que vocês tem?

Após uma análise profunda chegamos a uma lista com algumas espécies do reino Pós-Graduação:

O PIDÃO

O PIDÃO

Acabou a disciplina. A professora deu o prazo de 2 meses para entregar um artigo de 10 páginas (contando com as referências, hein?!). Mas para ele, o Pidão, nunca é tempo suficiente. Ele sempre pede mais um tempo. Fala com a professora, vai na Coordenação, faz um abaixo assinado, uma postagem no Face e, se preciso, uma revolução!

O SAGITARIANO

O SAGITARIANO

O sagitariano é aquele que acredita piamente que “no final tudo dá certo“. Não importa se o prazo é para amanhã e ele ainda não começou a escrever, não importa se ele não têm dinheiro para ir para a Universidade, não importa se ele não é bolsista, para ele está tudo bem, não há motivo para preocupação, estresse, reclamação. É aquele típico otimista, que de tão otimista às vezes dá raiva!

O TEÓRICO

O TEÓRICO

É tipo aquele sabe-tudo. Suas falas durante as aulas são sempre recheadas de teorias e teóricos que às vezes você nunca ouviu falar. Se deixar ele dá aula no lugar do professor e é capaz de você aprender muito mais com ele. Seus artigos estão sempre prontos antes do prazo e diferente do Pidão, ele nunca pede para esticá-lo.

O MILITANTE

O MILITANTE

Esse quer mudar o mundo e pode ser encontrado principalmente nos programas das áreas das Ciências Sociais Aplicadas. Durante as aulas parece que ele está em um palanque prestes a começar uma revolução! Sempre presente nas reuniões do conselho, nas assembleias dos professores e segurando cartazes nas greves.

O VIDA BOA

O VIDA BOA

Esse é o responsável pela parte social da turma (quando existe). Faz festinha no seu apartamento, reúne a turma para um lanche depois da aula, todos os fins de semana é marcado em pelo menos umas 4 fotos no Facebook. Não é bolsista, não trabalha e só vai à aula quando tá afim. O mistério: sempre é aprovado nas disciplinas.

O PERSONAGEM DE NOVELA MEXICANA

O PERSONAGEM DE NOVELA MEXICANA

Esse é um pouco parecido com o pidão, mas vai além. Ele não reclama apenas dos prazos. Ele reclama de TUDO. É bolsista, mas sempre está sem tempo para estudar, para escrever os artigos e sempre assina o abaixo-assinado do Pidão. Todos os dias podemos ver pelo menos umas 2 postagens dele reclamando do curso, do vida, das pessoas, enfim, de tudo que existe.

Você é algum desses? Ou conhece outros tipos de coleguinhas? Conta pra gente!

By |2018-12-06T01:56:23+00:0012-05-2014|humor|11 Comments

About the Author:

Graduada em Comunicação Social (UEPB), Especialista em Comunicação Digital, Mestranda em Serviço Social (UEPB) e graduanda em Administração de Empresas (UFCG). Além de feminista em construção.

11 Comments

  1. Ricardo 12.05.14 at 20:25 - Reply

    Aquele momento em que você vê alguém te descrevendo! HAHAHA

  2. Kyle 12.05.14 at 22:55 - Reply

    Eu encaixo perfeitamente nos sagitarianos. Não tenho pressa na elaboração dos artigos e nem no andamento da pesquisa, pois sei que no final tudo vai dar certo. Sempre fazendo as coisas de pouquinho e pouquinho sem pressa e desespero, pois isso só atrapalha a elaboração de um bom trabalho.

    • Raimundo Lucena 18.11.15 at 08:10 - Reply

      É como eu sempre falo para os meus colegas do lab: “No final da tudo certo, se não deu certo é porque ainda não é o final.”

  3. Juliana Cleto 13.05.14 at 00:33 - Reply

    Faltou o pseudo-intelectual, aquele que sempre interrompe a aula em momentos inadequados para fazer perguntas impertinentes. Ele se vale de seu conhecimento superficial para chamar a atenção de todos com uma pergunta polêmica. Muitos professores podem ser persuadidos a responder ao questionamento de forma científica, quando tudo o que o pseudo-intelectual quer é somente se sobrepor ao professor e quebrar sua imagem de mestre. Sua presença é identificada quando os estudantes ao seu redor começam a perder a paciência, enquanto outros preferem se retirar da sala.

    rsrs

    • Luana 13.07.15 at 12:26 - Reply

      hahaha simmm!! o pseudo intelectual sempre tem!!

  4. Rômulo 13.05.14 at 00:31 - Reply

    Hahha… bom eu sou uma mistura de sagitariano com teórico… até pq Sagitariano… já sou de nascimento (08/12)…kkkkk

    • Evellyn Lima 13.05.14 at 16:08 - Reply

      A autora aí é sagitariana de data de nascimento e personalidade. Inclusive a mesma data sua! 😮 haha

  5. Débora 14.05.14 at 00:54 - Reply

    Aquele com o rei na barriga – ele tem certeza de que é o intelectual. Lê dois textos indicados pelo professor e garante para os colegas que sabe mais que ele. Apesar de ser, na verdade, o pseudo-intelectual, é mais ardiloso e até consegue o apoio do personagem de novela mexicana para pedir a retirada daquele “incompetente professor de ppg” de uma atividade acadêmica. Afinal, ele entrou ontem no mestrado, mas seu conhecimento é infinitamente superior, pois nasceu abençoado com genialidade.

  6. Cátia 18.11.15 at 07:16 - Reply

    Gente, faltou o clássico BABÃO, puxa-saco. Sempre tem aquele aluno que puxa tanto o saco dos professores que ninguém gosta dele! Geralmente, ele é o representante dos alunos no programa, mas, geralmente também, não representa a classe! rsrsrsrsrs

  7. Monalisa 05.07.16 at 19:06 - Reply

    Eu sou pidona, kkkkkkkkkkkkkkkkkk alguém tem que admitir a banda podre no negócio.
    Eu não tenho mais nervos pra ser a sagitariana da descrição (até pq eu sou de peixes. Aí explica muito o tempo n render na minha mão hahaha).
    Sim, inclua os pseudo intelectuais na lista, por favor. Tem em todo canto. Os que muito falam e pouco fazem (ou são).

  8. Cíntia 26.03.18 at 15:05 - Reply

    Terminei meu doutorado, mas foi uma novela mexicana. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Leave A Comment