• O valor do pós-graduando está naquilo que o inspira

O valor do pós-graduando está naquilo que o inspira

“Há uma força motriz mais poderosa que o vapor, a eletricidade ea energia atômica: a vontade!” Albert Einstein

Pessoalmente vejo que o valor da pessoa está nas suas verdades e naquilo que lhe inspira. Sendo assim, o valor do pós-graduando é reflexo de seus anseios, da energia que ele dispõe na realização de suas tarefas e sua resiliência às condições (adversidades/ vaidades).

Existem vários métodos de otimizar nossas tarefas na pós-graduação, além da ação direta do orientador (que para muitos, soa como utopia). Entendo que essas ferramentas são interessantes mas devíamos fortalecer nossa autoestima e perceber ao fundo aquilo que realmente nos inspira a permanecer na pós-graduação.

Para manter-me próximo a minha fonte inspiradora, releio os agradecimentos da minha dissertação, leio agradecimento de outros pesquisadores e passo a imaginar como será a minha vida acadêmica como docente. SIM a minha viagem é longa… Eu imagino as formaturas que irei participar e até mesmo o discurso que farei quando for professora homenageada e mestre amiga (chego a esboçar os discursos).

Tenho em mim meus desejos que me fortalecem para transpor as dificuldades, manter a serenidade e empenho necessários. Afinal são muitos anos, muitas expectativas e muitas metas.

Na minha opinião, o bom pós-graduando é aquele comprometido com a docência e o desenvolvimento da ciência (SIM é necessário publicar), e assim será um bom educador. O equilíbrio no desenvolvimento do docente com habilidade de pesquisa é o grande desafio. Por isso, pergunte-se: o que me inspira? Ter em mente o que nos motiva facilita o encontro do caminho do meio.

By |2013-07-29T11:01:33+00:0001-08-2013|debates|11 Comments

About the Author:

Católica e educadora por vocação, dentista por profissão, farmacologista por paixão e doutoranda na atual situação em terras potiguares (UFRN) escrevendo recadinhos as quintas-feiras

11 Comments

  1. Raiana Lira Cabral 01.08.13 at 07:16 - Reply

    Adorei Melka! Me ajudou a lembrar do que me inspira também….muito grata!

  2. Geilson Fernandes 01.08.13 at 14:22 - Reply

    Vou reler os agradecimentos da minha monografia pra ver se volto a me inspirar, rs.

  3. Marina 01.08.13 at 14:36 - Reply

    Muito bom! Adorei!!

  4. Claiton 01.08.13 at 15:38 - Reply

    Melka, gostei do teu texto. Compartilho contigo os anseios sobre como serão as formaturas que eu participarei, os discursos, enfim, tudo que envolve o meio acadêmico.

  5. melka 01.08.13 at 18:51 - Reply

    Obrigada pelos comentários Raiana, Geilson, Marina e Claiton!!!

  6. Melka, este texto coincidiu muito com momentos recentes meus na pós. Precisei relembrar o que realmente me inspirou e me fez chegar ao doutorado, pois o desânimo estava grande. Agora, acredito que reencontrei a inspiração e espero que ela não me deixe rsrsrs. Parabéns e abraço!

  7. Curti demais o texto, “a minha viagem é longa”é uma frase ótima !

  8. Muito legal, Melka! Especialmente essa parte de reler os agradecimentos. A gente não faz nada sozinho nessa trajetória (ainda bem!). Obrigada por me fazer lembrar do que me inspira também =)

  9. Jamylla Guerra 02.08.13 at 13:02 - Reply

    Muito legal Melka! Gostei desse seu lado escritora =) Parabéns, belo texto!

  10. melka 03.08.13 at 22:13 - Reply

    Jamylla, Elisa, Marlon e Solenidade obrigada pelos comentários!!!

  11. Juliana 27.06.14 at 12:49 - Reply

    Tudo na vida, o que vc faz ou deixa de fazer , o que conta e a sua motivação . O que me motiva? O que eu mais ouço são as pessoas responderem estabilidade financeira . Eu concordo que isso e uma motivação mais para mim , no meu caso, e muito mais que grana e a realização pessoal , hj sou mestre e em breve doutora , isso sim me motiva , a seguir adiante para me tornar uma professora universitária. Claro que a grana , estabilidade também tem seu lugar mais pra mim a questão e muito mais além . Parabéns ! Excelente texto!

Leave A Comment