• É melhor tentar apenas uma seleção ou várias ao mesmo tempo?

É melhor tentar apenas uma seleção ou várias ao mesmo tempo?

Encontra-se aberto os editais para as seleções de Mestrado e Doutorado. E tem muita gente se preparando, escrevendo o projeto, lendo os livros da bibliografia e tentando manter a tranquilidade para a entrevista.

Mas antes de tudo isso é feita a escolha em qual dos Programas de Pós-Graduação tentar. Alguns têm em mente tentar em apenas uma seleção, outros já miram em vários Programas. Mas e ai, qual é o caminho mais aconselhável? Melhor se preparar bem apenas para uma seleção ou tentar várias seleções ao mesmo tempo? Bom, isso depende de cada um.

No meu caso eu saí do trabalho apenas para me dedicar à seleção do mestrado, pois a concorrência é muito grande. Escolhi três Programas que mais me interessei através de suas Linhas de Pesquisas. Essa escolha em participar de três seleções foi devido a minha disponibilidade de conseguir me preparar, pois a dedicação é longa.

Mas quando escolhemos participar de mais de uma seleção é fundamental ter em mente que o preparo será muito mais intenso. Em alguns casos até se consegue adequar um único projeto aos diversos Programas, em outros não, então será necessário escrever mais de um projeto. Se escrever um projeto já é difícil, agora imagine dois? A gente pira. Fora claro, a bibliografia que às vezes é extensa.

Acredito que não adianta tentar vários Programas, como se fosse um louco desesperado pra ver onde vai passar. É muito importante conhecer as Linhas de Pesquisas, o Corpo Docente e o que você pretende pesquisar. Entrar nesse mundo da pesquisa e da ciência deve ser algo que a gente quer muito e com algum objetivo, pois fazer Mestrado e Doutorado exige muito da gente.

O amadurecimento que adquirimos durante a preparação para as seleções é uma experiência que se acaba construindo antes até mesmo da aprovação. E vocês aí, estão tentando apenas uma seleção ou quantas?

By |2013-10-21T19:02:57+00:0021-10-2013|debates|7 Comments

About the Author:

Angélica Weise é jornalista e aspirante a mestranda. Inspiram-lhe textos da ciência e comunicação, e claro, sempre um pouco de imaginação. Neste espaço no blog irá compartilhar sua experiência de estudos preparatórios para a seleção do mestrado.

7 Comments

  1. Isabela 22.10.13 at 13:46 - Reply

    Angélica quando decidi ir pro mestrado escolhi o curso pela linha de pesquisa, sou educadora física e o curso escolhido é interdisciplinar (Educação e Saúde na Infância e Adolescência – UNIFESP).
    Não passei na primeira seleção que fiz, mas como queria ELE, o programa, fui assistir aula como aluna ouvinte por um semestre, com a turma que que queria ter entrado.
    Na segunda tentativa deu certo. Atribuo isso ao fato de por ter sido ouvinte, ter entendido exatamente qual é a “pegada” do programa.
    Pra não correr maiores riscos entre uma seleção e outra fiz uma especialização que acabou quando eu já estava no mestrado. Foi difícil conciliar os dois, mas deu certo.

  2. Angélica Weise 23.10.13 at 06:39 - Reply

    Ótimo Isabela. Fazer uma disciplina como ouvinte ajuda muito a gente, e assim acaba-se conhecendo melhor o programa, e claro, há uma relação com os professores.
    Um abraço Isabela,

  3. Fellipe Salgado 23.10.13 at 12:55 - Reply

    Oi Angélica, eu fiz já o mestrado e estou focando agora em um doutorado em Psicologia É muito difícil adaptar um projeto a duas ou mais instituições no meu caso. E ainda temos outra situação; o perfil do orientador. Não somente o tema e suas respectivas biografias são um diferentes, mas o ritmo do orientador que escolher pode te deixar doido da cabeça se você está aplicando para mais de uma seleção. Tem orientador que é muito ativo na escrita do projeto, porque alguns programas exigem dele um aval, uma carta de “aceite”. Isso implica em e-mail semanais e muita pesquisa. Bem, sei que as diversas áreas são diferentes quanto a abordagem aos programas de seleção de pós e eu estou dando minha contribuição pessoa sobre o tema. espero ter somado e parabéns pelo excelente texto, muito pertinente! Abraço fellipe

  4. Angélica Weise 24.10.13 at 10:09 - Reply

    Que legal você compartilhar aqui a sua experiência Fellipe! Tens toda a razão em falar do perfil do orientador, muitas vezes, ou melhor, na maioria das vezes é difícil adaptar ao projeto de acordo com a linha de pesquisa e professor. Abraços e bons estudos!

  5. Guilherme 06.11.13 at 15:12 - Reply

    Angélica,
    Muto bacana a experiência que vc está compartilhando conosco.
    Eu decidi participar do processo seletivo de apenas um PPG (UFMG – Mestrado – Direito).
    Decidi assim porque ainda estou na graduação (10º período), fazendo estágio e terminando a monografia. Então, fazer dois projetos e, ainda, estudar bibliografias distintas, é totalmente inviável pra mim no momento.
    Além disso, decidi participar do processo seletivo pra “sentir” como é, entende?
    Estou dando o meu melhor, dentro de minhas possibilidades intelectuais e de tempo, mas com ciência de que as chances de reprovação são enormes.
    Se não der certo, volto ano que vem.

    Abraços, e boa sorte pra vc!

  6. Carlos André 07.11.13 at 11:33 - Reply

    E cursar 2 mestrados ao mesmo tempo, que acha?

    Passei em um e estou bem ranqueado em outro pra começar no ano que vem. Estou vendo a possibilidade de fazer os 2.

  7. Frank Vitorino 09.11.13 at 18:57 - Reply

    Bom, estou tentando a seleção de um programa de mestrado o Ppgem da UFRN. Essa semana entreguei o projeto e já foi bem complicado. Primeiro por falta de tempo, pois trabalho durante o dia e todas as noites tenho aulas de inglês, tive que virar uma noite para concluí- lo. Acho que o pior de tudo não foi o projeto em si, mas adequa-lo a linha de pesquisa ( estudos da mídia e prática social) e escolher o provável orientador. Agora estou me dedicando a estudar a extensa bibliografia e vou aguardar para ver no que vai dar. Se aprovado, aí vai ser muita conversa com os chefes para fazer uma adequação ao horário de trabalho. Boa sorte para quem, assim como eu, vai tentar uma seleção.

Leave A Comment