Como conferências acadêmicas podem ajudar um pesquisador?

Se você é pesquisador, certamente já ouvir várias vezes que frequentar conferências acadêmicas é muito importante para a evolução do seu trabalho. Veja a seguir como conferências acadêmicas podem fazer isso por você.

1 – Tirando-o de sua zona de conforto: ter que expor seu argumento há quem não o conhece, se expor às críticas e intervenções alheias em conferências acadêmicas pode fazer muito bem à sua pesquisa. Aprende-se muito mais sobre o próprio problema de pesquisa quando se é obrigado a argumentar sobre ele com outras pessoas. É neste momento que você observará se é capaz ou não de expor e defender suas questões de forma convincente, uma habilidade fundamental no mundo acadêmico. É importante também aprender a “vender” o próprio trabalho ao público como prática para defender teses, dissertações e outros projetos a bancas avaliadores.

2 – Dando-lhe a oportunidade de ouvir outros pontos de vista: o pesquisador nunca é capaz de enxergar todos os lados de seu problema de pesquisa e um interlocutor com outra trajetória e outra base teórica pode apresentar-lhe um aspecto de sua questão até então inexplorado e que pode inclusive ajudá-lo a resolver outros pontos nebulosos de seu trabalho. Só tenha cuidado para triar aquilo que é realmente útil às suas questões, sem se deixar levar por argumentações menos pertinentes.

3 – Permitindo que você descubra o que está chamando mais atenção em sua área no momento: conferências acadêmicas são um local privilegiado para saber o que está sendo mais debatido no momento e como outros pesquisadores estão se posicionando em relação a novas e velhas questões. Pode ser um momento oportuno também para entrar em contato com uma nova bibliografia que dê mais consistência à sua pesquisa ou até mesmo indique possibilidades para temas de pesquisas de projetos futuros.

4 – Ajudando-o a fazer “networking”: este é certamente um dos pontos mais atrativos das conferências acadêmicas. Mas, embora seja produtivo conhecer novos pesquisadores e colocá-los a par do que você faz e da importância de seus pesquisa, a discrição é importante para que você não se torne inconveniente. Por isso, esteja aberto a diálogos, mas não force aproximações com aqueles que se mostrarem menos receptivos. Dica: aproveite almoços, passeios e outras atividades coletivas para conhecer os demais pesquisadores que estão participando do evento. Muitas vezes são nessas ocasiões mais descontraídas que as pessoas se sentem mais à vontade para falar de seus trabalhos e ouvir mais sobre o trabalho dos outros, vindo a considerar novas parcerias acadêmicas.

5 – Criando o espaço apropriado para que outros pesquisadores conheçam seu trabalho: outros pesquisadores podem ter acesso aos seus artigos online, mas para que procurem por você é necessário primeiro que saibam de sua existência. Comparecer a conferências acadêmicas é uma ótima forma de expor seu trabalho a outros pesquisadores e assim fortalecer a relevância do mesmo, já que uma maior visibilidade aumenta suas chances de ser mais referenciado em outros trabalhos.

6 – Diminuindo as chances de que você cometa negligência científica: muitas vezes pesquisadores comentem negligência científica por falta de rigor e não necessariamente por agirem de má fé. Uma forma de diminuir as chances de incorrer em negligência científica é expor trabalhos em conferências acadêmicas, de modo que outros pesquisadores tenham a oportunidade de conhecer e debater sobre seu trabalho, apontando equívocos que tenham porventura passado despercebidos a você e às vezes até mesmo indicando soluções que podem fortalecer sua pesquisa.

7 – Criando a oportunidade de encontrar novos colaboradores: às vezes uma parte inacabada do raciocínio de sua pesquisa ou um ponto que seja mais complicado para você desenvolver já está sendo trabalhado por outros pesquisadores. Parcerias nestes casos são benéficas a ambos os lados, permitindo que as duas pesquisas evoluam melhor e abrindo espaço para a troca de outros contatos profissionais entre os envolvidos.

By |2016-01-12T18:32:05+00:0011-09-2014|guia|6 Comments

About the Author:

A Crimson Interactive tem como missão ajudar os autores e pesquisadores a serem bem sucedidos na comunicação de suas pesquisas a nível global através da oferta de serviços de Tradução/Versão e Revisão de Inglês.

6 Comments

  1. Karina 12.09.14 at 03:53 - Reply

    Concordo plenamente.
    Pena que não há ajuda de custo e nenhum tipo de incentivo por parte das universidades brasileiras (pelo menos da minha) ou da capes para tal.
    Estou fazendo doutorado sanduíche fora do país. Aqui a universidade são só paga tudo como obriga aos bolsistas a participarem, mesmo com a crise econômica.
    Isso é bom não apenas para o pesquisador como para a universidade, pois assim é possível fazer divulgação da pesquisa, exposição da pesquisa à opinião de outros pesquisadores e busca de parcerias e patrocínios.

  2. Vanessa Miqueloti 25.09.14 at 06:43 - Reply

    Bem…Li o texto e achei ótimo! Estou compartilhando com o grupo da turma do mestrado. Mas, aproveitando a deixa da pergunta-título…No meu caso, auditórios de conferências serão, em breve,meu local de trabalho.Sou intérprete recém-formada. Estou ansiosa para ter minha [email protected] experiência. Se por acaso quem está lendo este post se interessar pelos meus serviços (por enquanto apenas português espanhol) estou apta e disponível, inclusive para trabalhos fora do Rio de Janeiro.

  3. Suzana Almeida 01.11.14 at 13:20 - Reply

    é por isso q amo eventos!!! Perfeito. Aprendo mto na Educação não formal e trago para o Formal

  4. Raquel Mangia 01.12.14 at 22:58 - Reply

    Olha isso Elton Vinicius

  5. Laís Celemi 17.04.15 at 10:00 - Reply

    Olha profe Andréa Fontes Garcia

  6. Gabis Melody 10.06.15 at 13:57 - Reply

    Masayuki Yamakami

Leave A Comment