• As 15 refeições mais insólitas dos Bandejões

As 15 refeições mais insólitas dos bandejões

Oras bolas! Já não basta “só estudar” e não trabalhar e reclamar o tempo todo da “recheada” bolsa de pós-graduação ainda por cima vem criticar o cardápio requintado e extremamente caprichado do Bandejão?

Veja bem, o único propósito deste post é de forma bem humorada e irônica alertar os pobres iniciantes desavisados para que não gerem grandes expectativas aos pratos incomuns ofertados pelos Bandejões das universidades! E obviamente, rirmos da própria desgraça.

Desta maneira, segue a lista dos pratos mais bizar… Digo, insólitos dos mais famosos Bandejões:

1. Fricassê de Frango
Ohh La La! C’est fantastique! É isso? Uma refeição na Torre Eiffel? Não, não… É o frango de sempre com algo que se assemelha a requeijão (existem controvérsias quanto a essa receita…).

2. Dueto de Legumes
A sua imaginação pode te levar a uma refeição acompanhada de Mozart ou Tchaikovsky, mas na realidade são cenouras e ervilhas misturadas.

3. Quibebe
Vulgo, purê de abóbora.

4. Carne em U (Nome adaptado)
Por quê?! Por quê?! Por que essa carne é tão assada que fica no formato da letra U?! Por quê?! Por quê?!

5. PVT Havaiano
Aloha! Acredite, se você não é vegetariano não corra esse risco!

6. Carne Autolisada (Nome adaptado)
É aquela carne que ficou TANTO, mas TANTO tempo na panela de pressão que se transformou em um suco de carne… Sugiro que a desfrute com MUITOS pãezinhos.

7. PVT Caipira
Ô sô! É ocê memo! Num faz isso não…

8. Iscas de Frango
O frango do item 1, mas sem o requeijão. Convenhamos, ele tinha requeijão?

9. Ratatouille
Hahahaha… Pobre ratinho do filme…

10. Hambúrguer à Pizzaiolo
Ma que Bella! Só que Menos Bella… Essa receita é simples! Só salpicar gotas de molho de tomate no hambúrguer assado!

11. Batatas Coradas
Isopor?!

12. Iscas de Carne a Cigana
Uma junção da carne autolisada com a carne em U. A tal da cigana, ainda estou procurando…

13. Escarola à Provençal
Mussarela, alho frito, escarola, bacon e provolone… Neste dia, brinque com seus amigos de Jogo dos 7 Erros… Pessoalmente, nunca encontramos o bacon, o provolone, o alho frito e a mussarela… EPA!

14. Carne a Fantasia
Você se lembra do: “i de Escola” da Carla Perez no programa Fantasia? É basicamente isso, mas com requintes de crueldade…

15. …………………….
Fica a seu critério! Leitor, queremos saber o prato insólito do seu Bandejão que deixamos escapar!

By |2018-12-06T01:56:39+00:0022-07-2013|humor|180 Comments

About the Author:

Graduado em Medicina Veterinária pela UENP (2010) e mestre em Ciência Animal pela FMVZ-USP (2013). Lançou seu primeiro romance infanto-juvenil em 2011, intitulado "Flashback em: A Flor de Sakura". E atualmente está ingressando no doutorado em Reprodução Animal pela FMVZ-USP.

180 Comments

  1. Marcelo 22.07.13 at 18:45 - Reply

    Na usp tem a coxa de frangossauro que sempre vem acompanhada de polenta autopolimerizável.

    Haja esteróide para os frangos. E haja suco gástrico para a galera.

    • Daniel Angrimani 23.07.13 at 17:56 - Reply

      Hahahahahaha… Po Marcelo eu fico feliz quando tem a coxa! =P

    • Bruno 29.04.14 at 15:15 - Reply

      O frangossauro também é conhecido como “frango ao maçarico”!! Kkkkkkkkkkkkk
      Não lembro os nomes, mas no Bandejão da USP tem muita coisa estranha de se ver e de comer… =/

    • Marcelo 2 30.04.14 at 09:58 - Reply

      Coxa de frangossaurou ou coxossauro de frango…. A polenta autopolimerizável realmente é um mistério da ciência…

  2. Givago 22.07.13 at 18:50 - Reply

    Carne autolisada!!!! ODEIO! !! KKKKK. MUITO Bom Daniel

  3. Vinicius 22.07.13 at 19:31 - Reply

    – Cenoura cocota

    – Salada de Mista Folhas

    – Chuchu Criola

  4. Bruno 23.07.13 at 08:26 - Reply

    Depois dizem que a vida de pós-graduando é moleza! Ótimo texto Daniel!

  5. Ivo 23.07.13 at 08:41 - Reply

    Aqui no RU da UnB tem o Bife ao Molho Campestre e Carne com Molho Aveludado

  6. Nathália 23.07.13 at 12:08 - Reply

    Goulash…É uma coisa triste de se ver(e comer)

  7. Juliana 23.07.13 at 12:35 - Reply

    UFSCar: Carne de porco com abacaxi.
    FUJAAA!

  8. Angelina 23.07.13 at 13:41 - Reply

    UFSCar: Macarrão a primavera
    Macarrão todo grudado com cenoura, pimentão e traços de azeitona

  9. Nathalia 23.07.13 at 15:40 - Reply

    UEL: Banana Charmosa…uma banana cozida em molho branco e presunto…Excêntrica e sem charme algum!

    • Daniel Angrimani 23.07.13 at 18:10 - Reply

      Isso é sério Nathalia? Tinha que ser o top 1 das refeições insólitas! hahahahaha

    • Lis 24.07.13 at 17:59 - Reply

      Adorava a Banana Charmosa, como gosto de agridoce, sempre ia comer a famosa, ninguém gostava e a fila era 1/5 do strogonoff de carne com batatas chips.
      Outro terror da UEL era o bife, o bendito sempre aparecia após as práticas de anatomia, acho que era a continuação da aula.
      Hoje estou na USP, a comida é boa, mas não como a do RU da UEL, saudades….

    • 29.04.14 at 19:03 - Reply

      Na banana charmosa também tem um aroma de queijo. Fujam para as colinas quando estiver na UEL e tiver banana charmosa no RU! Charme nenhum!

    • Carina 26.07.17 at 02:03 - Reply

      Poxa, eu adorava a Banana charmosa…hahahahhaha
      Só não gostava do Strogonervo!

  10. Marcus 23.07.13 at 16:20 - Reply

    UFES: Peixe à Gomes de Sá: algum peixe aleatório desfiado com milho, batata palha e algumas coisas verdes.

    • Julia 24.07.13 at 17:44 - Reply

      Poxa Marcus, sacanagem com o Peixe a Gomes de Sá! No RU da UFES é umas das poucas carnes que tem um cheiro agradável. Toda vez que tem carne moída eu fico meio tentada a não almoçar… Eu nem como carne, mas só de sentir o cheiro e ver aquele troço me dá gastura!
      De qualquer forma, o nosso RU melhorou horrores, principalmente depois da terceirização, inclusive os nomes das comidas.

    • Mari 25.07.13 at 15:14 - Reply

      O peixe à Gomes de Sá é uma delícia, poxa!

    • Rayza 27.09.15 at 17:57 - Reply

      Depois da moqueca é minha carne preferida do ru!

  11. Amanda 23.07.13 at 17:01 - Reply

    USP: Bife ao molho madeira
    Depois que comi tive uma inflamação no instestino, só o cheiro dela já não me deixa muito bem..kkk
    passo longe quando tem isso.

  12. Andressa 23.07.13 at 20:47 - Reply

    Strogonoff de… abobrinha. :(((

  13. Rodrigo 23.07.13 at 22:34 - Reply

    UFRRJ: carne de monstro / strogonoff de “coelho” / e o principal: o famoso BOBÓ DE CAMARÂO, que na verdade deveria se chamar BOBO de camarão (sem acento), pois você fica que nem um bobo procurando camarão, e quando encontra, vem um só, e pequenininho

  14. TalesM 24.07.13 at 18:20 - Reply

    Na UFPA tinha um chamado oficialmente de rizoto de frango, mas popularmente o chamávamos de arroz afrangalhado ou arroz com aroma de frango.

  15. cali 24.07.13 at 22:16 - Reply

    bife 007 -> nervos de aço

  16. Ana 25.07.13 at 14:50 - Reply

    UFSCar:
    CARNE LOCA – vulgo, tuuuuudo que sobrou de carne da semana tuuuuudo picadinho, bonitinho e praticamente digerido.
    Ah! E tem o STROGONervo. Delíiiciia! =/

  17. Camila 25.07.13 at 14:50 - Reply

    Na Rural (UFRRJ) o prato chefe é Carne de Gyodai ou Carne de Monstro!!!!!!! Soltaaaa os cachoorrros menina!!!

  18. Carolina Ventura 25.07.13 at 14:51 - Reply

    Na UFV, se o prato é “internacional”, podes crer que será algo estranho…alguma coisa húngara, havaiana…
    Mas de modo geral, a comida é boa…dá para apagar textos com a almôndega-borracha…o arroz com feijão compensam!!

  19. Mara 25.07.13 at 14:52 - Reply

    Humm, no bandex da USP sempre servem um Bifão Nervoso. E nervoso não significa que ele ficou irritado não!!!!

  20. Maiara 25.07.13 at 14:54 - Reply

    Silveirinha era vomum no cardápio da UFJF. Na verdade, era só carne moída. Ou não.

  21. RODRIGO BORILLE 25.07.13 at 14:57 - Reply

    Galinha Explodida: Na verdade é o Fricassê de frango (carne de frango desfiada).
    Modo de preparo: Colocar uma granada dentro de uma galinha viva, com alguns tomates, e esperar explodir. Após a explosão, recolher o que restou e jogar em uma panela e servir.
    Joelhos de Monstros ao Molho: Articulações de animais (assim espero que seja) cozidas ao molho de tomate. (impossível identificar o possível corte da carne utilizada).
    Silagem: Retalhos de vegetais e legumes misturados (vulgo: xepa), e cozidos em água. Tempo de cozimento: até não ser mais possível identificar a cor e a forma.
    Pudim de ovo: inicialmente era para ser uma sobremesa, comumente confundida com bolo de ovos. Mas na verdade, nada mais é do que um omelete em pasta com espessura de 20 centímetros misturado com tomate.
    Xis Cadeia: simples e objetivo: pão e ovo frito! É fácil de fazer e enche o buxo!

  22. Evandro 25.07.13 at 14:59 - Reply

    Água com feijão. 99% água, 1% feijão….

  23. Ju 25.07.13 at 15:00 - Reply

    Na UNIFESP eles tinham mania de colocar curry em muitas coisas, mas principalmente na carne da abobrinha recheada… que na verdade só tinha gosto de curry e quase nada de carne… sem falar no maravilhoso suco de máquina que definíamos pela cor, tipo vermelho 1, 2 ou 3… e a sobremesa, claro, uma deliciosa fruta ou gelatina! Quando tinha dan top (versão genérica), tinha briga pra pegar! Depois que acabava (umas 50 unidades), ai eles colocavam a laranja azeda ou a maçã sem gosto… Adorei o post! Estudante realmente sofre!

  24. Zadig 25.07.13 at 15:01 - Reply

    E o molho burg-brug? e o silveirinha?
    Prfvr amando Bandejão <3

  25. Rodrigo 25.07.13 at 15:02 - Reply

    Na minha época, na UFRGS, serviam lasanha de bolacha.

  26. Marcos 25.07.13 at 15:06 - Reply

    Bisteca de brontossauro! Era uma bisteca de tamanho descomunal (porção individual), dura e com uma enorme capa de gordura.

    Comida do RU da UFC.

  27. Pedro 25.07.13 at 15:07 - Reply

    Cara no finado RU da UEM tinha um steak de frango que eu tenho certeza que era de papelão. Além e um suco de Laranja , com gosto de limão, cheiro de morango e cor florescente. KKKK

    • Natalia 30.07.13 at 20:51 - Reply

      Concordo com o Pedro.. estudei na UEM e a única vez que entrei no RU foi quando teve o “bendito” steak de frango que me fez não voltar lá nunca mais.. hehe Fora o suco que não tinha gosto de nada e de tudo ao mesmo tempo.. =P

      Muito boa suas publicações.. Parabéns Daniel

  28. Leandro 25.07.13 at 15:08 - Reply

    Peru atropelado da UFES :p

  29. Marina 25.07.13 at 15:09 - Reply

    Adoro os nomes que eles dão para enfeitar saladas: Salada Rústica, por exemplo.

    Mas na Unicamp tinha um prato muito peculiar, que não poderia deixar passar batido aqui. O Frango Fimose. Muita, mas muita pele…

    • Carla 27.09.15 at 20:38 - Reply

      E com competição de quem bebia mais pele… o.O

    • Pri 30.12.15 at 03:20 - Reply

      Hahaha Famoso Frango Fimose, fujo desses e dos cozidos mistos da semana inteira passada.

  30. Leonardo Cotts 25.07.13 at 15:10 - Reply

    Na UFRJ temos o frango com mostarda ( que é frango numa água que não tem mostarda alguma), um creme de milho (com gosto de pamonha e sem nenhum tempero) que são as mais marcantes iguarias.

    • Amanda Rocha 26.07.13 at 11:18 - Reply

      Sou da UFRJ Macaé e não temos bandejão (#chateada) mas semana passada estive na UFRJ Fundão e comi no bandejão de lá. A comida estava muito boa, não me arrisquei a experimentar algo parecido com uma canja sei lá ainda não sei do que se tratava aquilo mas fiquei com dúvida quanto ao sabor do suco. Até agora não sei se ele era realmente de goiaba, imaginei logo o Chaves ali dizendo que o suco era de goiaba mas tinha gosto de outro coisa e que na verdade era de outro sabor. haha

  31. Juliana 25.07.13 at 15:12 - Reply

    Almôndega Chinesa, RU da UFPR. É uma almôndega empanada, mas há quem diga que o ‘chinesa’ se refere aos cães usados no preparo.

    • Amanda 29.04.14 at 15:00 - Reply

      A almôndega chinesa da UFPR também é carinhosamente chamada de “meteoro” hahahahaha

      • Valmir 27.09.15 at 18:02 - Reply

        Meteoro, queimado por fora e cru por dentro… Cai como uma bomba.

        E não da pra esquecer do picadinho de nervos, não sei como eles conseguem selecionar tantos nervos no meio da carne,

        • Francieli 28.09.15 at 21:56 - Reply

          Aqui na UFPR adaptamos para meteoro da paixão. Hahahaha

  32. Pâmella 25.07.13 at 15:12 - Reply

    UFV: Boi explodido
    Tinhamos um prato no bandejão que parecia que eles explodiam o boi e serviam direto pra gente.
    A UFV chamavaa de “Picado baiano” mas pros alunos era “boi explodido” mesmo… Nunca soubemos do que que era a carne, tem coisa que é melhor não saber da onde vem kkkkkk

    • Gi 29.04.14 at 14:58 - Reply

      Eu gostava do bandejão da UFV. Tinha muita coisa boa, só faltava variar mais. Mas o boi explodido realmente era terrível. Era uma carne cozida, com milhões de gorduras e nervos. Quase passei mal um certo dia porque além das gorduras estava muito dura, dura mesmo. Nunca mais comi.
      Mas não posso reclamar, era barato demais quando comparada a qualquer outro restaurante. Sobremesa de doce de leite então, maravilha!

  33. Bruno 25.07.13 at 15:16 - Reply

    15 – Frango Fimose do Bandejão da Unicamp.

  34. João Diego 25.07.13 at 15:20 - Reply

    Daniel, você descreveu muito bem os pratos exóticos dos bandejões, vale a pena lembrar que no bandejão da química da USP tem o suco “água de rio” que na verdade é composto por água, açúcar e uma coloração característica de água de rio…..

  35. Rafael Teixeira de Araújo 25.07.13 at 15:23 - Reply

    No RU da UFC tem feijoada diferente todas as quartas e bife à Daniel as vezes.

  36. Patricia 25.07.13 at 15:29 - Reply

    Uma vez, na Unesp, comi “Banana de pijama”! Parecida com a “banana charmosa” da colega, era enrolada em presunto e queijo com molho branco. O nome é o melhor! kkkkk

  37. Nathalie 25.07.13 at 15:30 - Reply

    UFRJ aparece com um palito de churrasco com um mix de peixe, banana e queijo.

  38. Plínio 25.07.13 at 15:34 - Reply

    Na USP Ribeirão tinha almondegas ao molho sofisticado. Tão sofisticado que eu não faço idéia até hoje do que era…

  39. Anderson 25.07.13 at 15:36 - Reply

    HAHA
    Aqui na USP tem uma tal Farofa de Rica
    Ingredientes: farinha de milho ou mandioca e sobras da geladeira
    Modo de preparo: misture tudo e voilà

  40. Vanessa 25.07.13 at 15:43 - Reply

    UFRRJ: CARNE DE MONSTRO, o prato mais famoso de todos os tempos, que eu não como nem amarrada. Não dá pra explicar, é carne, mas não é de nenhum animal conhecido, só pode ser de monstro…
    !

  41. Jo 25.07.13 at 15:44 - Reply

    UFAL: Suco tipo aquele do episódio de refrescos do Chaves: suco de goiaba, mas que parece suco de macujá e tem gosto de suco de manga. auhshuashuhahshuahushuas

  42. André 25.07.13 at 15:53 - Reply

    UNESP Rio Claro. Sucos: amarelo 1, amarelo 2, amarelo 3, vermelho 1, vermelho 2, vermelho 3… e assim vai!

  43. Andressa 25.07.13 at 15:55 - Reply

    Espetinho de carne da UFRGS.
    Não tem legumes e também não sei como fazem pra ficar tão seco e tão duro.
    É comum entortar o garfo tentando tirar a carne do palitinho…

  44. Isabel 25.07.13 at 15:59 - Reply

    Na UFMG temos o falso lombo. Tudo o que sabemos sobre ele é que não é lombo! Do que é feito? Só Deus sabe…

  45. Di 25.07.13 at 16:01 - Reply

    UNESP Araraquara – Carne em cubos (na prática, nervo em cubos). Frequência semanal

    Fricassê de frango (um dos “melhores pratos” do bandejão). Frequência trimestral

    Lasanha (a fila começa às 10 da manhã. Não me surpreenderia se visse alguém acampando em frente ao refeitório). Frequência anual

    Os sucos não têm sabor, só número (de acordo com a intensidade da cor): amarelo 1/2, laranja 1/2/3

    Tudo delicioso! Hahahaha

  46. Thaíssa 25.07.13 at 16:02 - Reply

    UNICAMP – Chinelo de Frango… é o steak… horrível… e Frango Fimose… ele vem com aquele pele toda, sabe?
    Fuja.

    • Gabriela 25.07.13 at 20:47 - Reply

      Este post veio bem a calhar. Esta semana (quarta) na UNICAMP o almoço foi ……………OVO MEXIDO.
      Vcs acreditam?? Aliás com calabresa e sharc (que eu não senti nem o cheiro)..

  47. Daniela 25.07.13 at 16:05 - Reply

    Tem a farofa rica…uma farofa fria e molhada com ovos no baco da USP.

  48. Daniela 25.07.13 at 16:06 - Reply

    Tem a farofa rica…uma farofa fria e molhada com ovos no bandeco da USP

  49. Susy 25.07.13 at 16:10 - Reply

    na UFAM sempre rolava o que muitos chamavam de (1) carne de saium-de-coleira (espero que não seja carne de macaquinho de verdade!) ; (2) chinelão (frango empanado) e (3) peixe-fóssil (nome auto-explicativo). ah, a feijoada era tão “tr00” que a carne vinha com pelos.

  50. Carol 25.07.13 at 16:13 - Reply

    UFSCar: suco que parecia de uva, tinha gosto de beterraba, mas era de limão.

  51. Géssica 25.07.13 at 16:14 - Reply

    UFSM: Carne ao molho RU, especialidade do Restaurante universitário (RU).. carinhosamente conhecida como carne de monstro!!
    Frango ao curry e cenoura ao bechamel.. não queiram saber o que são essas cenouras!
    Tatu ao molho mostarda.. só que sem mostarda!
    e por ai vai…

  52. Mah 25.07.13 at 16:15 - Reply

    Na UEM, quando o RU ainda funcionava (porque está em reforma a 8 meses), tínhamos o “strogonervo” e o “guisado”….sendo que esse último, sempre me fazia lembrar os desenhos do Pica-Pau…só o Pica Pau que gosta de guisado….
    Ah, e o mais sinistro é a havaiana de frango, vulgo steak…gosto de queijo, composto de bico, pé e asa moidos…

  53. Ricardo 25.07.13 at 16:21 - Reply

    Tem mais duas que eram especialidades da UFLA: Boi Explodido e Teorema Chinês do Resto.
    O Boi Explodido era um picadinho de carne que… bom, o nome já explica…
    E o Teorema Chinês do Resto era aplicado todas as sextas mas ainda não sei porque…. 😀

    Bom artigo! Lembrei “saudosamente”da época de RU!

  54. Kadu 25.07.13 at 16:22 - Reply

    ainda na USP: além do frangossauro e da polenta polimerizavel (ja citados aqui), temos as delicias FRANGO FIMOSE (frango cheio de pele, serio, nem tem carne), ovo mexido verde, e o Estrogonervo (sim, eles conseguem acabar com um estrogonofe)… não esquecer dos sucos sinestésicos: suco de Amarelo, que dizem que é de maracujá, mas tem gosto que lembra laranja.
    mas acho que a maior frustração mesmo é vc olhar no cardápio algo top no nivel “steak de frango, sobremesa: mousse de chocolate” e chegar lá e ter carne moida com sobremesa banana hahahahahahahahhaah frustrante.
    Na Usp, pelo menos durante minha graduação, a gente zuava que o bandejao era esquema Lavoisier: “nada se perde, tudo se transforma”… segunda: bife, terça: carne desfiada, quarta: carne maluca, quinta: carne moida, sexta: pure com carne moida HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA…. MAS BANDEJÃO É BOM PRA CARALEO!!!!

  55. Sabrina 25.07.13 at 16:23 - Reply

    Faltou o frangossauro e a carne moi… quer dizer, boi explodido!

  56. Mari 25.07.13 at 16:33 - Reply

    GENTE!

    Esse post foi totalmente inspirado no Bandejão da UERJ! HAHAHAHHHA

    MORRENDO AQUI!

    Fui totalmente enganada por um tal de ”Surpresa de Frango”

    No tudogostoso era tipo uma torta, chegando lá era frango a milanesa D: HHAHAHA

    SENSACIONAL O POST!

  57. Thiago 25.07.13 at 16:49 - Reply

    USP – Bife dietético.
    Tem 400 calorias, mas consome 500 na mastigação.

  58. Carol Wanderley 25.07.13 at 16:50 - Reply

    Adorei o post! Sinto informar que fora do Brasil não é diferente! kkkkkkkkkkkk
    O RU aqui da Universidade do Minho (Portugal) é triste! Na maioria das vezes um peixe que nem os portugas aguentam comer….
    Ai ai…
    O que não fazemos pra bolsa durar??

  59. João 25.07.13 at 16:50 - Reply

    007 (Bife): Frio, duro, com nervos de aço e licença para matar. Recentes pesquisas demonstraram o sucesso de uma dieta emagrecedora a base de Bife 007, pois, segundos os cálculos dos especialistas, uma porção de 500 kcal do prato demanda 1350 kcal do consumidor para cortar, mastigar e engolir a iguaria.

    Bandejão com Dinossauro
    Dinossauro (Carne de Panela): pedaço de carne fossilizada, coletada em extratos geológicos do período Cretáceo.

    Bandejão com Almôndegas
    Testículos, Space-Balls, Pokebolas ou Granadas (Almôndegas): Pouco se sabe sobre os reais ingredientes desta iguaria, porém, todos concordam que a carne utilizada na receita é fornecida pelo HU (Hospital Universitario). Também é de senso comum que o formato arrendondado das almôndegas é proveniente do método de preparo das mesmas. Após misturados os ingredientes, a massa é levada pelas “tias da cozinha” ao sovaco, o que além de produzir o formato esférico de almôndega, dá à iguaria um tempero todo especial.

    Chuá-Chuá-Ploc-Ploc, Perdidos no Espaço ou Dois Perdidos Em Uma Noite Suja (Feijão): Também é conhecido como “Feijão Petróleo”, o que pode vir a ser uma fonte de renda para a universidade, devido à alta nos preços do barril desse combustível.

    Areia movediça (Polenta): Areia da Ilha da Magia com graxa lubrificante para “descer melhor”, todos os alimentos que, por ventura, caírem nela serão transportados para o Acre.

    Esgoto (Lentilha): Ainda não se sabe se este prato se origina das águas da Baía de Guanabara, de uma estação clandestina de cultura de diatomáceas gigantes geneticamente modificadas, ou simplesmente de um dos CUs desta universidade em dia de cheia. O consumo deste prato resulta em longos períodos em banheiros ou internações no HU por intoxicação alimentar.

    Arroz Carnavalesco, também conhecido como Arroz Sindicalista ou das Humanas (Arroz): Ele vem sempre em bloco. Arrozes unidos jamais serão comidos! Agora na versão integral! O dobro do peso, o dobro da aderência!

    Arroz das Exatas (Arroz Integral): Uma nova versão do arroz carnavalesco feita exclusivamente para o pessoal que cursa Ciências Exatas. É excelente após uma prova de cálculo, na qual o estudante abdicou sua vida social e seu tempo estudando para a prova. Nem deixa trauma. Tal como a sua versão “Humanas”, ele também vem em bloco, constituindo um excelente material para a construção civil.

    Bandejão com Chinelão
    Chinelão ou Palmilha de Frango (Empanado de aves): Note que nem mesmo o autor do cardápio tem coragem de afirmar que é realmente de frango ou outra ave normalmente comestível, utilizando apenas a palavra aves para identificar o prato.

    UFSCão ralado (Carne moída): O decrescimo populacional na comunidade de UFSCães é perceptível na véspera deste prato. É também o único prato que, se oferecido na saída do RU aos UFSCães, é imediatamente rejeitado pelos mesmos: canibalismo, não!

    Morcegão, Pardal ou Pombo da Praça XV (Puma Atropelado) (Frango Assado): Comentários obscuros falam sobre testes com experimentos genéticos do Biotério, os quais já nasceriam sem pele e sem bico.
    Salpicão: Siiim! Se você achou que a salada era a única que não era reaproveitada, mude seu conceito, pois além da mesma entra também a maçã, banana ou laranja que você deixou de pegar como sobremesa durante a semana!

    Sopa Zorra Total (Sopa de legumes): Totalmente sem graça. Servida praticamente a zero Kelvin em dias frios.

    Frango-Maravilha (Frango): Já extinto do atual cardápio do RU, é derivado de morcegões e chinelões não aproveitados embebidos num liquido esbranquiçado (restos de Mingau sem o corante cor-de-polenta) misturados com salpicão do dia anterior. O nome os estudantes descobrem pela “maravilha” de sensação que o Frango-Maravilha lhes causa 15 minutos após ser ingerido;

    Frango à Fantasia (Frango): Chamado assim porque usa peruca. Como tudo falta no RU, a peruca já não é encontrada com frequência dentre os ingredientes do prato, mas de tempos em tempos surgem relatos sobre o aparecimento dos fios da mesma na comida. É de 2005 a última grande ocorrência deste evento: o que se pensava ser apenas um fio de cabelo revelou-se toda uma mecha junto ao frango. De tão contentes, os presentes no momento não continuaram sua refeição (a não ser pelo arroz e feijão e a salada, que não pareciam afetados). Havia também um impasse dialético clássico quanto ao prato: frango fantasiado de alguma coisa ou alguma coisa fantasiada de frango?

    Estrogonervo (Strogonoff): Famosa e rara comida do RU, tida pelos alunos como um manjar dos deuses.
    Risosso (Risoto): Se você já teve o (des)prazer de degustar esta iguaria italiana esqueça qualquer similaridade com este prato. É servido em dias de carne escassa, sendo esta misturada ao arroz para aumentar o rendimento. Ilude frequentemente os calouros, passando a ideia que hoje a mistura é à vontade. Alunos da Engenharia Civil estão realizando experimentos para uso das sobras de “risoto” como argamassa para casas populares.

    Carreteiro: Famoso por decepcionar calouros gaúchos, achando que encontrarão algo parecido com o que fazem com sobras de churrasco em sua terra natal. Dizem que nem o próprio Garibaldi suportaria tal desafio. O modo de preparo é parecido com o do “risoto”, sendo a única diferença o tipo de UFSCão usado.

    Macarrão Óleo e Óleo (Macarrão): o nome já diz tudo, quando ele não vem em bloco, vem ao famoso estilo “óleo e óleo”.

    Minhau (Mingau): Papa feita de ração de gato, mas alguns juram que é polenta. Dizem que é feita usando Whiskas como ingrediente, mas a UFSC não tem verba quando abre licitação para a compra do ingrediente, optando por aquele que apresentar menor custo.

    Forra-bucho (Batata-palha): É uma iguaria no RU, pois quando algum dos acompanhamentos acaba, dá-lhe batata-palha! Há quem costume chegar tarde no RU pra sempre pegar a dita cuja.

    Bactericida, Vermicida ou Pinho-Sol (Vinagrete): IMPORTANTE: Aviso de utilidade pública! Jamais consuma a salada do RU sem utilizar o vinagrete! Preferencialmente utilize porção farta do mesmo sobre todo alimento. Este produto está ali para evitar qualquer problema de intoxicação alimentar, graças ao seu efeito bactericida e vermicida. Não despreze este aviso!

    Direto do Campo, Cestão do Povo ou Sobra da Feira (Frutas da Sobremesa): Quando tem maçã, laranja ou outra fruta no balcão, mochila vira sacola e a comunidade universitária aproveita e garante o suprimento de frutas na geladeira pra semana inteira.

    Detergente Sólido ou Gelatina de Limpol (Gelatina): deliciosa gelatina em vivas cores verde-limão ou amarelo fluorescente, devido a seus componentes radioativos. Deve ser comida imediatamente após pegar da esteira automática de distribuição de comida, senão ela vira líquido, tornando-a igual ao detergente Limpol. Tudo por causa da bandeja metálica com o feijão fervente. Estudantes do novo curso de Geologia da UFSC afirmam que, em uma escala de dureza de 1 a 10, a gelatina possui dureza 11! (maior que o diamante, 10).

    Pudim de Silicone (Pudim): Para economizar com sobremesas mais “sofisticadas”, é misturado ao pudim (especialmente ao de morango) um pouco de silicone. É a sobremesa preferida de alunos de engenharia.

    Farofa de Areia ou Areia da Joaquina (Farofa): Utilizada por alguns para dar liga ao feijão. Após a ingestão, o consumo de água deve ser imediato, pois seu impressionante efeito de absorção de líquido pode levar a sérios problemas de desidratação. Há rumores que a terceira ala do RU está sendo construida a partir de uma liga de farofa com azeitona e vinagrete (que se assemelha com a areia, brita e cimento com água, respectivamente).

    Detergente, Água-de-barrela ou Efluente Industrial (Sucos): para a felicidade geral da nação, agora o RU dispõe de uma variada gama de sucos dos mais variados sabores! Tem o suco de maracujá, que parece de laranja e tem gosto de tangerina; o refresco de guaraná, que parece um refri sem gás e tem gosto… indefinido; o suco de uva, que parece de uva e tem gosto de uva!; e o suco misto, proveniente dos desperdícios que caem na calha da máquina, e que tem sabor indefinido, uma vez que ainda não apareceram estudantes corajosos a fim de experimentá-lo. A direção do restaurante promete em breve incluir no cardápio o famoso suco de tamarindo, que parece de laranja e tem gosto de limão. No entanto, somente um jovem mexicano tem a fórmula e, enquanto a patente não é quebrada ou comprada, a Engenharia de Alimentos e a Química trabalham em parceria no projeto mais ambicioso da história gastronômico-tecnológica brasileira recente. Além disto, pesquisas mostram que os sucos do RU, quando não diluídos, aumentam em média 300% a chance de uma pessoa desenvolver diabetes devido a sua levíssima concentração de açúcares.
    A respeito das carnes, observa-se uma gradação de solidez decrescente ao longo da semana. O que começa sendo um pedaço de carne de panela é, no dia seguinte, um bife; posteriormente, torna-se boi-ralado, chega a almôndega e, por fim, sopa de almôndegas. Se as pessoas não ficarem atentas, volta à mesa ainda como molho madeira disfarçado.

    Fonte:http://desciclopedia.org/wiki/Universidade_Federal_de_Santa_Catarina#RU_-_Restaurante_Universit.C3.A1rio

  60. Rachel 25.07.13 at 16:58 - Reply

    Bom… houve um tempo em que na USP o suco era “de amarelo”, ” de vermelho”, “de verde”… Agora ele é só “de açucar” (com exceção do de uva, que é gostosinho….
    Mas o que sempre me deixa triste mesmo é o cardápio de domingo, quando vejo que vai ter “nhoque”: servem 5 bolinhas e completam o prato com arroz. Nhoque mesmo, quase nada… hahahahaha….

  61. Laís 25.07.13 at 17:09 - Reply

    Na UFRN existe o famoso suco espiritual: a espessura é rala, a cor beira a transparência muitas vezes e ninguém consegue decifrar de que fruta/ polpa aquilo foi feito, kkkkkkkkk

  62. Aderson 25.07.13 at 17:16 - Reply

    KKK, muito bom.
    Aki na UFC (CE), temos o churrasquinho misto, na teorica, frangbo, carne do sol, linguiça… na prática, uma colherada e depende da sorte e da hora, se nao, vai comer apenas linguiça, alguns fiapinhos de frango, e miniaturas de carne.

    Rezava a lenda, que quem encontrasse abacaxi na salada ganharia uma bolsa de doutorado, pq pense num negocio dificil…

    Sem falar na carne morrida, do nosso primeiro dia de aula, isso mesmo carne morrida, de tao depreciada que tava.

    Hoje está bem melhor. Graças a Deus.

  63. Larissa 25.07.13 at 17:22 - Reply

    Adorei!!! Meu deu até saudades do bandeijão.. não, não deu não.. hehe.. Senti falta da menção dos sucos, uma vez que todos tem o mesmo gosto de nada e são nomeados pela cor:
    Suco de amarelo: pode ser laranja, cajú, abacaxi ou maracujá, cada um com sua nunce de cor
    Suco de roxo: para mim sempre foi de uva, mas meu amigos sempre disseram que era groselha
    Suco branco: seria o de limão, mas com tanto açúcar que nem sei como exemplificar!

  64. Mauricio 25.07.13 at 17:28 - Reply

    aqui na UFSC:

    Salada disney: colorida e cheia de bichinhos.

    Coxa e sobrecoxa de frango: parece mais um morcego no prato (vulgo morcegão).

    Steak de frango: se assemelha a uma sola de chinelo havaianas (vulgo chinelão).

    Bife bovino: uma carne de boi fatiada, mais conhecida como Bife 007 (frio, duro e com licença para matar)

  65. lili 25.07.13 at 17:37 - Reply

    Aqui na UFRGS teve uma vez lasanha de bolacha maria a bolonhesa, MUITO pavoroso!
    O nosso dueto de legumes mais terrível é a beterraba com milho…
    temos ainda o famigerado rocambole de carne que é uma espiral colorida (vai do marrom ao branco passando pelo rosa…) o frango explodido (livre apelido) são as iscar com um molho de canjica… e a clássica torta a jato.

  66. Mariana 25.07.13 at 17:48 - Reply

    UFSCar: Quem na UFSCar reclama do Strogonoff e da carne com abacaxi, é pq nunca pegou o cuzcuz. 🙂

  67. Anne 25.07.13 at 17:49 - Reply

    UNICAMP: Quer apavorar o povo é só dizer que tem bife a rolê, tanto faz de frango ou de gado… Com direito a bacon com pelinhos e tudo! E tb tem a “ambrosia de frango” (algo que de longe lembra um fricassê).

  68. Daniel Angrimani 25.07.13 at 17:53 - Reply

    Nossa galera! Valeu pelos elogios! Curti muito ler o que cada um tem no seu bandex!

    Realmente eu não mencionei os sucos… Mas fica para uma próxima! Hahahahaha

    Abraços
    Daniel

  69. Rafaella Fontes 25.07.13 at 18:07 - Reply

    Ás Sexta-feiras: Estrogonofe de carne! Normal??? Poderia ser se não tivesse o peixe da segunda, o frango da terça, a carne assada da quarta, e mais alguns “ONIS”, não identificados até hoje! haha

  70. Fernanda 25.07.13 at 18:37 - Reply

    Na FOB-USP tem um bife gigante, que é ótimo. Carinhosamente chamado pelo nosso querido Luiz de Bife A4.

  71. Glenda 25.07.13 at 19:25 - Reply

    Na unicamp tem o Ovo verde, quase roxo, que se diz frito, mas n sei o que é feito com ele!! além dos rolês que ao invés de bacon, vem cenoura! e uma mistura que nunca consegui decifrar de sobras de todas as carnes do ano! Mas tem a feijoada que é delícia: quando n vem só pelos! rsrsr

  72. Vicente 25.07.13 at 19:40 - Reply

    Aqui na UFSC o bife é o 007 – duro, frio e com nervos de aço;
    As iscas de franco é o frango explodido, em que explodiram o frango e usaram os pedaços para cozinhar;
    As almôndegas, quando sem molho, são os meteoritos – porque caem no estômago e abrem uma cratera;
    Antigamente, mas não mais, o frango (coxa e sobre-coxa) era chamado de morcegão;
    Macarrão era o unidos venceremos;
    Enfim, o nosso RU também é conhecido por restaurante Lavosier, onde nada se perde, nada se cria, tudo se transforma e o arroz de segunda é o bolinho de sexta.

  73. Jaqueline 25.07.13 at 19:56 - Reply

    E tem a saudável salada de tomate com pepino, que eles pegam o pepino de ontem, juntam com o tomate de ontem e voilá!!!

  74. Karen 25.07.13 at 20:45 - Reply

    ainda da UFSC faltou o famoso porco na areia. pedaços de carne suína com farofa??? farinha de mandioca???

  75. Raíssa 25.07.13 at 21:33 - Reply

    Todas as variações de frango da UFPA é a mesma coisa. Ao molho, na chapa, isca, xadrez tudo a mesma coisa u.u

  76. Daniel 25.07.13 at 22:22 - Reply

    Em Coimbra, devido à sutil diferença do idioma sempre há algumas aberrações. A mais engraçada pra vim foi o dia em que serviram “pernil e grelos”.

  77. Lucas 25.07.13 at 22:37 - Reply

    Kibe transsex! No almoço é quibe, na janta virou torta.

  78. Vini 26.07.13 at 00:54 - Reply

    eu lembro que alguns anos atrás na USP eles faziam um suco de goiabada, com as goiabadas q sobravam do almoço hahahahhaha

  79. Alvaro 26.07.13 at 01:33 - Reply

    Na USP-RP às vezes tem carne de monstro…

  80. Tábata 26.07.13 at 09:01 - Reply

    ESALQ/USP

    Carne ao molho rotiê!
    Ou seja, carne banhada no óleo… costumo dizer que rotiê deve ser a marca do óleo… haha

  81. Hahahahahaha!!! To rindo muito!! Não só com o texto do Daniel, mas com todos os comentários!!!!

  82. Larissa 26.07.13 at 17:01 - Reply

    Banana Charmosa da UEL. Uns amam, outros nem tanto…

  83. Ci 26.07.13 at 18:18 - Reply

    Na UFPR tem banana surpresa. Preciso dizer mais?

  84. MariaLucia 27.07.13 at 17:28 - Reply

    Muito bom o post!
    Não sei como tá hj em dia, mas na Feevale tinha um bolo de carne ou almondegão c/ gosto linguiça. Devia ser sobras explodidas! E um suco meio amarelo, meio verde de açúcar. Não dava p/ comer no RU da Feevale. A gente preferia pagar mais no outro restaurante p/ não ter q gastar c/ remédios depois…

  85. Helena 27.07.13 at 22:30 - Reply

    hahaha Banana Charmosa do RU da UEL!huahuahua

  86. Ricardo 28.07.13 at 20:46 - Reply

    USP: antigamente (e isso era antes do meu tempo, tipo década de 90) rolava leite ao invés de suco! Sim! Leite! Você almoçava e bebia leite pra acompanhar! Já na minha época (nos idos de 2003) tinha o famoso ovo emplastificado (saudades!). Era uma espécie de ovo pochet, só que não, que tinha uma camada protetora de plástico na parte de cima! Dias de bandex vazio!

  87. Jean 30.07.13 at 08:42 - Reply

    Um amigo me mandou um link… eu já havia gostado depois de ver o sanduíche de tartaruga quando li o texto então foi duas horas rindo… Muito boa mesmo!

  88. Ynha 30.07.13 at 22:16 - Reply

    2 horas gargalhando com esse texto. Na Bahia uma iguaria muito famosa é o “escondidinho”. Tão, mas tão, mas tão bem feito que nunca, em nenhum momento da história dessa terra um estudante conseguiu encontrar o recheio.

  89. Ana Carolina 30.07.13 at 23:57 - Reply

    Na UFRJ temos silverinha – que é nada mais que carne moída – e virado de couve – que é uma farofa com alguns fiapos de couve, só pra dizer que tem!

  90. Isabela 31.07.13 at 13:36 - Reply

    UFSCar, Instituto Butantan e USP (acho que esse prato é uma convenção intergaláctica dos bandejões): torta “Magdalena”, nada mais, nada menos do que uma torta de legumes com carne moída, atendendo também aos vegetarianos com a versão de PVT (!!!).
    Instituto Butantan: torta Scooby Doo: uma torta (?! parecia mais um purê…Ou seja lá o q fosse aquilo) com salsicha no meio. Eu chorava de rir quando lia esse nome na plaquinha! :p

  91. Richard 31.07.13 at 21:16 - Reply

    Onde trabalho temos Bife 007: FRIO, DURO, NERVOS DE AÇO, COM PERMISSÃO PRA MATAR.

  92. Fabio 01.08.13 at 08:45 - Reply

    Muuuuuuiiiiitooooooooooooo bom. Quero acrescentar que na UERJ tem no cardápio sopa (naturalmente por conta do inverno). Normalmente a sopa leva o nome de alguns legumes e no final diz: “com aparas de carne”. o negócio é tão bem aparado que nunca ninguém achou qualquer vestígio.

  93. Lilian 02.08.13 at 16:06 - Reply

    Bom, aqui na USP Ribeirão Preto já teve a “carne ao molho escuro”. Fiquei um tanto ahn.. preocupada pois o bandejão daqui fica do lado do CEMEL!

  94. Verônica 07.08.13 at 13:42 - Reply

    UNICAMP: O “peixe gomes de sá” é bem conhecido como “peixe na água suja”. As vezes com pele de tomate. Eca!

  95. Paty 11.08.13 at 06:27 - Reply

    Daniel, virei fã. Você é muito engraçado! Estou rindo horrores lembrando do “i de escola” da Carla Perez, hahaha!

    Olha, aqui na Universidade de Coimbra tem o famoso “rancho” que nada mais é que uma mistura muito desagradável de macarrão-em-bolinha (não sei explicar isso…) com grão de bico, carne dura, e umas ervilhas perdidas. Só de lembrar meu estômago embrulha! E eventualmente aparece nas cantinas uma sardinha barriguda pra lá de esquisita, e os próprios portugueses afirmam que o jeito de comer é mastigando aquela cabecinha com espinho e tudo. UGH.

  96. Evelyn 15.08.13 at 10:55 - Reply

    Nossa, literalmente chorei de rir. Adorei postagem e comentários.
    Os pratos mais medonhos de que me lembro (USP) são copa-lombo e salsichas…
    Um dia teve o “Almoço de Primavera”, com lasanha e tals… resultado, superlotou. Quando cheguei, tinha arroz-papa, ervilhas enlatadas e restos de lasanha queimada…
    Eu adorava a Torta Madalena.

  97. Maria Carolina 28.09.13 at 22:50 - Reply

    Bom, na Rural- RJ temos a mais famosa carne monstro, que faca alguma é capaz de cortar! kkk
    Parabéns, pelo texto!!

  98. Bivik 23.10.13 at 18:27 - Reply

    No bandejão da USP, eles sempre “tentam” variar o cardápio, mas o que nunca pode faltar são as tradicionais:

    Carne assada ao molho ferrugem, carne assada ao molho escuro o bife ao molho madeira, ou então o bife de caçarola, ( QUE É BASICAMENTE A MESMA COISA: UMA “PEQUENA” CARNE COM O MOLHO MARROM DE SEMPRE)

    Se tiver o nome “carne” na frente seguida de algum “molho” em complemento, você só precisa saber que é a carne normal com um tradicional molho meio marrom que eles AMAM colocar, o que muda mesmo é o nome…
    Um outro nome exótico é o frango à caçadora (que para variar, é como os outros frangos só que com o “tradicional” molho marrom por cima).

    AH! SE VOCÊ FOR UM “SORTUDO” PODE PEGAR UM PRATO QUE JÁ VEM COM A COMIDA OU UMA COLHER COM ALGUMAS MILIGRAMAS A MAIS DE SOBREMESA (MARAVILHA!). =D

  99. Luciléia Colares 06.11.13 at 12:04 - Reply

    Adorei todos os comentários e, como nutricionista, me fazem refletir muito sobre alimentação em restaurantes universitários. Me deu até ideia para uma dissertação. kkkk.

  100. carla 23.03.14 at 01:14 - Reply

    nos idos de 2003 o bandex da USP tinha o famoso peixe à baiana… a tia do dog fazia a festa!
    E o suco de amarelo que ia escurecendo durante a semana, era suco de roxo na quinta e gelatina de uva na sexta??

    • Paloma 29.04.14 at 15:03 - Reply

      kkk dia de peixe era vazio mesmo!! todo mundo queira escapar do peixe… ao contrário do dia de strogonoff

  101. Mariah 25.03.14 at 20:54 - Reply

    Como pos graduanda do programa de Anatomia da FMVZ-Usp… A cada aula da disciplina de técnicas anatomicas, temos mais certeza da origem da carne do bandex… Os sucos são uma iguaria a parte!!!

    Mas reza a lenda que o strogonoff é bom… Hahahahahahahahahaha

  102. Paloma 29.04.14 at 15:02 - Reply

    Tinha a coxa assada de pterossauro gigante!!! E a carne moída à fantasia era uma delícia!! E no dia de strogonoff a fila era enorme porque era muito bom!! E o suco de amarelo (acho que era de laranja) também era bom… saudades!!

  103. Grasi Costa 29.04.14 at 15:14 - Reply

    UFMG – Carne a jardineira… delícia! sqn

  104. Marina 29.04.14 at 15:21 - Reply

    UFMG curti os falsos: Falso lombo, falso lagarto, falso suco. O suco é o que dá o destaque, porque lembra o Chaves: “o refresco é de limão que parece tamarindo e que tem gosto de groselha”. Sem contar que a coloração parece de líquidos radioativos rsrs só fujo das falsas carnes, o suco dá pra encarar. No geral, acho a comida até gostosa!

  105. Talita 29.04.14 at 15:41 - Reply

    Na UTFPR tem a Carne Nervosa: Pq é só nervo, carne que é bom, nada! hahahaha Tem tb o Frango ao Molho Cremoso: o frango cozinha tanto que vira uma gosma, por isso “cremoso”… E Peixe Frito (filé de panga) que dispensa qualquer descrição! (Chega a dar nojo só de lembrar daquela camada de gordura)…
    Mas agora estou na UFSC e o R.U. está fechado (greve)… então estou aguardando as surpresas hahaha

  106. Aline 29.04.14 at 16:22 - Reply

    UFES: Ovo de plastico que sem faca vc não consegue come-lo.

    Água de feijão: uma agua escura com leve aroma de feijão.

    Disco de vinil: bife de hambúrguer que de tao assado fica marrom escuro.

    Salsichas ao molho primavera: nessa só faltou um pão pra virar cachorro quente.

  107. Camila 29.04.14 at 16:38 - Reply

    FRANDO XADREZ!!

  108. M Fer. 29.04.14 at 16:54 - Reply

    UEM: Gente não reclama, aqui na UEM estamos em RU a mais de um ano :'(

  109. Zilah 29.04.14 at 17:40 - Reply

    Lembrei do CLESS que serviam no RU da Agronomia da UFRGS. Um steak de um suposto peixe, ou restos de peixe do Mercado Publico (ou do Guaíba). E faz bem para a memória, o cheiro fica impregnado na pessoa mesmo depois de 10 banhos, impossível esquecer o que comeu no almoço.

  110. Ricardo Trippe 29.04.14 at 17:41 - Reply

    Cá em Portugal, no Instituto Politécnico de Beja, o bandejão é bom, salvo exceções, mas tem dia que tem até batata frita, frango assado, com a pele crocante diga-se de passagem, e arroz soltinho, soltinho! Tem também sobremesa, entre elas Pudim de leite e salada de fruta com Kiwi, isso mesmo kiwi!!

    Penso que tenho belas refeições!!

    😉

  111. gabi 29.04.14 at 17:47 - Reply

    Aqui na unifei nem é bandejão… Custa uns15 reais o kg do osso a passarinho ou da gordura de porco a rolê… Sempre acompanhados da farofa colorida e da salada refrescante rs

  112. Jose 29.04.14 at 18:14 - Reply

    Na UFMT já chegaram a servir “GALINHA D’ÁGUA” não se sabia se era galinha ou peixe! kkkkk

  113. Rafael R. 29.04.14 at 18:56 - Reply

    Estrogonervo da UNESP/Rio Claro rules!

  114. Carolina 29.04.14 at 19:01 - Reply

    UFSC: Frango morcegão e frango chinelão (dá pra imaginar). Mas temos tainha frita o inverno inteiro!

  115. Melissa 29.04.14 at 19:13 - Reply

    UFRRJ o suco também é bem famoso, não identificamos pelo sabor, mas pela cor. Suco de rosa, suco de amarelo, suco de preto…

  116. Nathaly Andreoli 29.04.14 at 19:25 - Reply

    A Banana Charmosa da UEL é sem dúvida o nº 1 da lista, dizem por ai que é um prato mineiro – confere?

  117. Geovana 29.04.14 at 20:01 - Reply

    Na UEL tem a Banana Charmosa, que de charmosa só tem o nome….. nem me pergunte o que vem além da banana, simplesmente não identificável… kkkkkkkk

  118. Larissa 29.04.14 at 22:22 - Reply

    Na UFG tudo é temperado com agrião, sendo bife, frango ou peixe (o pior de todos!), assado, frito ou cozido. Mas o pior mesmo é o “arroz amarelo”, principalmente se inventarem de colocar frango nele.

  119. Bruno 29.04.14 at 22:28 - Reply

    Na UFRRJ temos a famosa carne de monstro. Uma carne cozida, onde vc não consegue achar a carne em meio a tanto nervo. Além é claro dos famosos sucos que são de sabor irreconhecíveis, mas de cores marcantes. Recomendo o suco de amarelo.
    hahaha

  120. Aline 30.04.14 at 02:15 - Reply

    Na UEFS-BA, costumam servir DOBRADINHA. A receita? Feijão branco cozido com intestino de boi.

  121. Lucas Freitas 30.04.14 at 08:05 - Reply

    Bom aqui temos um iguaria vinda direto do mundo dos desenhos é o sensacional Purê Scobby doo, um deliciosooo purê de batatas misturado com salsicha de primeira qualidade é claro kkkkkkkkkkkkkkk

  122. Luiz Gustavo 30.04.14 at 09:03 - Reply

    Na graduação UEM nos idos de 2004 a 2008 tinha a costela bovina, metade osso, metade gordura, metade carne, ou seja, uma coisa tão bizonha que parecia ter 3 metades, mas que na verdade a terceira não existia.
    FSP/USP acho que todos da USP = louro com feijão, eles não temperam feijão com folhas de louro, fazem louro cozido temperado com feijão.

  123. Ronaldo 30.04.14 at 09:47 - Reply

    USP – São Carlos: strogonervo!

  124. Polyana 30.04.14 at 18:53 - Reply

    Olhando os cometários, tenho mais certeza de que não tenho a reclamar do Bandejão da UFRRJ! Claro, temos coisas como a carne de monstro que é uma carne não identificada e cheia de nervos e os sucos coloridos de gelatina derretida… hehehe O melhor é o marrom, que acredito que seja de xarope de guaraná. Temos dias ruins, que a gente pensa: pq vim comer aqui hj?! Mas na grande maioria dos dias, a comida é quentinha, tem variedade e, na medida do possível, é bem gostosa! Quem reclama do bandejão como um todo é um mané!

  125. Gilson Bevilacqua 30.04.14 at 19:42 - Reply

    Na minha época de USP (literalmente no século passado) tinha a “surpresa de ovos”, que nunca tivemos coragem de perguntar o que levava além ovos, mas usávamos para apavorar os calouros rsrsrs…

  126. Gustavo Melo 01.05.14 at 11:32 - Reply

    Nada disso supera LASANHA DE BOLACHA, servido no R.U da UFRGS em 2004. O prato era uma camada de bolacha água e sal mole (parecia bolacha que ficou com pacote aberto), uma camada de molho de tomate, uma camada de carne ou frango desfiado, molho, queijo, BOLACHA, carne ou frango, molho, queijo, BOLACHA novamente, até que a última camada era composta de bolacha com queijo por cima ! Foi a última vez que comi no R.U da UFRGS.

  127. Ralfie 01.05.14 at 11:38 - Reply

    olha aqui na UFSM em geral eh bom… mas tem dias de:
    Feijao cru com agua da limpeza (uma delicia)
    Arroz frito: fica tanto tempo cozinhando q acaba a agua e ele vira cristais
    Carne ao RU: tem AMENDOIN no molho
    Misto de legumes: brocoli e cenoura cozidos ao ponto de decomposiçao misturados e sem sal
    Peixe ensopado: algum peixe (ruim) cozido com mta gordura, cebolas cortadas pela metade, molho ralo com gosto de barro

    por aqui eh mais menos isso de ruim… ngm morreu ate hoje

  128. Aline Silva 28.11.14 at 20:56 - Reply

    Daniel, mas na uenp não tem R.U. até hoje hueehuehue

  129. Camila Santos 09.12.14 at 20:07 - Reply

    No R.U. da UFRN tem a Salada à Juliana! Simplesmente um monte de folhas bagunçadas. Coitadas das moças que se chamam Juliana daquela universidade… passaram o mês ouvindo piadinhaa do tipo “comi Juliana ontem, cuspi no prato”

  130. Camila Santos 09.12.14 at 20:11 - Reply

    Ah, no R.U. da UFRN tem também uma salada cor pink! Não sei o que diabos colocam naquelas folhas, mas toda vez que eu ia fazer o prato e me deparava com a salada pink, lembrava das malditas lâminas do laboratório de Histologia (desisti da matéria antes do semestre acabar, uma tristeza)

  131. Camila Santos 09.12.14 at 20:15 - Reply

    E puts, ainda no R.U. da UFRN tem um frango assado que MEU DEUS ELE NÃO É ASSADO, com certeza passou bem longe da panela. Parece uma daquelas peças do laboratório de Anatomia. Eu comia, pensava nos corpos que havia acabado de estudar um horário antes e lágrimas quase caíam no prato junto com o meu vômito.

  132. Camila Santos 09.12.14 at 20:16 - Reply

    E os sucos? Tipo naqueles dias em que o suco tem gosto de todas as frutas do universo juntas. Devem misturar as sobras, né. Nunca consegui descobrir o sabor.

  133. Thiago Vidal 11.04.15 at 12:14 - Reply

    Achei esse blog e post sem querer… chorei de rir sozinho lembrando dos pratos e seus comentários.

  134. Alex Vazzoler 27.09.15 at 17:25 - Reply

    Aquele momento em que vc repara que não há pombos e gatos, perto de bandejões 😛

  135. Pollyanna Gonçalves 27.09.15 at 17:26 - Reply

    Kd Tabule?!?!?! ?

  136. Milena Coppola 27.09.15 at 17:31 - Reply

    na Unesp Botucatu não tem RU…mancada

  137. Michel Angelo 27.09.15 at 17:31 - Reply

    E o “Peixe à Escabeche”???

  138. Fernanda Alves 27.09.15 at 17:32 - Reply

    Falso lombo

  139. LaraDe Santos 27.09.15 at 18:09 - Reply

    Coxa de frango…com a pele branca!!!

  140. Tatiana 27.09.15 at 18:21 - Reply

    Então, vcs tem sorte de ter bandejão no campus que estudo não tem por ser pequeno. Acabo pagando 30 reais o Kg no almoço, pq a cantina é exploradora e não tem outra opção mais próxima…. Ai, minha bolsa vai pro ralo…. =[

  141. André 27.09.15 at 18:32 - Reply

    UFV

    Ragu a Mexicana
    Cozido Húngaro
    Pudim de A.S. (remédio)
    Frangossauro
    Carne moída a Provençal
    Picado Baiano
    Sopa Juliana
    Boi explodido
    Boi ralado
    e por ai vai..kkkkkkkkk

  142. Aline 27.09.15 at 18:52 - Reply

    E na UNESP de Botucatu que nem bandejão tem??

  143. adoro RU!

  144. Lucas Finoti 27.09.15 at 19:07 - Reply

    Hahahaha essa vai ser minha opção a semana toda

  145. Francielle Frizzo 27.09.15 at 20:28 - Reply

    kkkkkk…..a minha também!!!

  146. Adriane Moskalewicz 27.09.15 at 20:29 - Reply

    Assim vou ficar com pena!

  147. Banana charmosa da UEL deveria aparecer na lista. Estudo na USP e não há algo tão excêntrico quanto essa iguaria londrinense.

  148. Camila 27.09.15 at 22:15 - Reply

    Na UFRGS já apareceu estrogonofe de bolacha!

  149. Debora Souza 28.09.15 at 21:34 - Reply

    Na UFMG existia o “falso lombo”… Era tenso!

  150. Débora Souza 28.09.15 at 21:39 - Reply

    Falso lombo da UFMG! Mítico!

  151. Letícia 01.03.16 at 11:12 - Reply

    Na UNB eles servem lasanha, que nao tem molho e tem ricota no lugar da muzzarela. Os igredientes sáo basicamente macarrao (bastante), um pouco de ricota e só um pouquinho de carne muída.

  152. Luana 28.09.17 at 16:29 - Reply

    Unicamp

    Não vamos esquecer do famoso suco de bala de goma verde, vulgo abacaxi, do suco tóxico (acerola) e o famoso cozido misto, isso mesmo, todos os tipos de carne do mundo juntos na bandeja! yummm

  153. dANIELE DE LIMA THOMAZ PESSUTTO 10.12.17 at 11:27 - Reply

    PVT à pizzaiolo é pvt com molho??

Leave A Comment