Administração do tempo – A Técnica Pomodoro

A maioria das atividades realizadas na pós-graduação possui um prazo para ser concluída, mas não existe um horário fixo de trabalho

[Leia uma discussão sobre isso em “Acabaram-se as disciplinas. E agora?“]. Organizar o tempo de modo a conseguir cumprir todos os prazos é uma árdua tarefa de todo pós-graduando. Além disso, para dificultar, é preciso fugir das tentações do mundo on-line, com suas redes sociais, e-mails e notícias.

Para auxiliar na administração do tempo e na realização das tarefas diárias, existe uma técnica chamada “Técnica Pomodoro“, criada pelo italiano Fancesco Cirillo no final dos anos 80, que é muito utilizada com o intuito de conseguir focar nas metas que precisam ser atingidas.

Segundo o próprio autor, essa técnica surgiu da seguinte forma:

Então eu fiz uma aposta comigo mesmo, uma aposta tão útil quanto humilhante: ‘Você consegue estudar – estudar mesmo – por 10 minutos?’ Eu precisava de uma validação objetiva, um tutor de tempo, e encontrei um no timer de cozinha com o formato de um tomate.” [ou pomodoro, em italiano] – Francesco Cirillo

Para colocar a técnica em prática, será necessário: duas folhas de papel em branco, uma caneta, um timer de cozinha, o tal pomodoro, e proceder conforme a metodologia descrita abaixo.

1) Faça em uma folha de papel uma lista de todas as tarefas que precisam ser realizadas.

2) Ajuste o timer e trabalhe nessa tarefa durante 25 minutos (um pomodoro) sem parar. Após o término dos 25 minutos, faça um intervalo de 3 a 5 minutos para descansar. Nesse intervalo é permitido ler e-mails, twittar, ir ao banheiro, alongar-se, etc.

3) A cada quatro ciclos de 25 minutos, faça um descanso maior, de 15 a 30 minutos. É possível preparar um lanche, fazer ligações, ir na padaria da esquina ou assistir a um vídeo no YouTube nesse intervalo.

4) Na folha com a lista de atividades, marque um “X” ao lado de cada tarefa concluída .

Durante a duração de um ciclo (25 minutos) não é permitido desviar-se da tarefa por nenhum motivo. Não atenda telefones, leia e-mails ou mude o foco da sua atenção. Por isso, para conseguir manter-se firme na técnica, existe mais uma regra importante:

5) Tenha ao seu lado uma outra folha em branco, onde serão anotadas todas as possíveis distrações ou tarefas que forem lembradas naquele momento.

Por exemplo, se durante um ciclo você se lembrou que precisa ligar para seu orientador, pagar uma conta de energia ou pesquisar na internet algo não relacionado à tarefa, escreva isso na “Lista de atividades paralelas” e aguarde o final do ciclo ou aquele intervalo maior após quatro ciclos para realizá-las. Em hipótese alguma interrompa o ciclo de 25 minutos.

Vale comentar que o simples fato de colocar as atividades no papel, e marcá-las como concluídas após sua execução, possui grande impacto psicológico, tanto pela organização das atividades, quanto pelo bem-estar por estar cumprindo as metas. Escrever as tarefas em um papel assemelha-se a um acordo feito com você mesmo e, por isso, o comprometimento é naturalmente maior.

Ao separar em outra folha as atividades tentadoras, que nos distraem durante as tarefas que precisamos cumprir, percebe-se que muitas vezes a procrastinação ocorre apenas por impulso. Após o término do ciclo, ou sejam durante os intervalos de descanso, é possível avaliar melhor a “lista de atividades paralelas” e perceber que grande parte dos itens marcados ali não é urgente e realmente não valeria a interrupção. Utilize essa lista paralela como instrumento de aprendizagem e de auto-avaliação, para que seja possível uma reeducação dos maus hábitos durante suas atividades diárias.

Para finalizar, as pessoas que utilizam a técnica recomendam a compra de um timer de cozinha no formato de tomate, com o argumento que o fato de comprar algo novo e diferente representa uma mudança na sua vida, como se estivesse fazendo um novo compromisso. Eu não recomendo. Comprei o tal pomodoro e, como todo timer de cozinha, ele possui um mecanismo que faz um “tic-tac” que em nada colaborou com a minha concentração. Antes do término de um ciclo, parecia que o “tic-tac” estava dentro da minha cabeça.

Mas como a idéia da técnica é muito boa, pesquisei na internet e encontrei o focus booster, um programa desenvolvido especialmente para a Técnica Pomodoro. Dentre suas funções, ele marca os ciclos de 25 minutos, soa um alarme ao final de cada ciclo, marca o tempo do intervalo de descanso e, felizmente, possui a opção de desligar o terrível “tic-tac”. Um alívio!

By |2018-12-06T01:56:53+00:0031-03-2011|guia|35 Comments

About the Author:

Criador e editor de conteúdo do blog, é portador de uma imaginação hiperativa e de uma necessidade patológica de estar sempre bem-humorado. Acredita que a Pós-Graduação, como tudo na vida, pode ser interessante, divertida e descomplicada.

35 Comments

  1. Alessandra 31.03.11 at 12:37 - Reply

    Nossa! Tudo que eu precisava!

  2. Carol 13.04.11 at 13:58 - Reply

    Muito bom o post… só não aconselho aos procrastinadores utilizarem esse blog no “minutinho antes de começar a trabalhar”… Fiz isso e já faz meia hora que estou aqui e não escrevi nada ><

  3. Rafael 07.05.11 at 22:05 - Reply

    Funciona, sem ele não teria terminado a dissertação.

  4. Rodrigo 27.09.11 at 01:00 - Reply

    Genial! Tudo o que eu precisava!

  5. Vitor Hugo 29.10.11 at 18:38 - Reply

    baixei o pomodoro!

  6. Mihh 13.01.12 at 13:31 - Reply

    Ótima dica. Já vou começar a me policiar agora na graduação!
    Focus Booster baixado!

  7. Lilian 22.01.12 at 18:02 - Reply

    Olá!!Eu baixei o timer no celular, pelo Android..Tem vários aplicativos semelhantes…Eu baixei o pomodroido…

  8. Marina 16.03.12 at 19:14 - Reply

    Uma alternativa para o focus booster e que não precisa de instalação: 
    http://tomatoi.st/

  9. Thamyres 17.03.12 at 13:35 - Reply

    Adorei o post! Foi coloca-lo em prática!

  10. Samunicamp 27.03.12 at 22:25 - Reply

    sim, faça! torne-se mecânico e escravo do tempo.

    • Rogério 08.12.15 at 01:49 - Reply

      Não, não faça! Seja infeliz, preguiçoso, deprimido, improdutivo e cheio de tarefas por terminar!! Caro amigo, vc não entendeu NADA desse texto e ele não é pra vc!

  11. Vox Vasconcelos 28.03.12 at 07:22 - Reply

    Uso bastante essa técnica pra estudar e trabalhar, tem sido produtivo. Uso um programa chamado “Tomighty”. Tem um visual bonito, é em portugues, ocupa um cantinho da tela do PC e não atrapalha em nada e tiro o tic-tac que não ajuda.

    • Camila 06.03.14 at 22:41 - Reply

      Vox Vasconcelos, como você tira o tic tac do Tomighty? se eu deixo meu odarpc mudo eu não ouço o pomodoro tocar ao final do tempo, certo?

  12. Felipe 22.04.12 at 15:39 - Reply

    Tenho utilizado esta técnica, mas me pergunto: quantas horas em média devemos estudar por dia? Eu consigo estudar em média umas 6 horas, mas depois disso começa a bater um cansaço e geralmente eu paro aí…

    • Lucas Maria 30.10.12 at 17:16 - Reply

      Estuda 6 horas, sim! Oooh, como estuda!

  13. Karen Oliveira 29.04.12 at 18:23 - Reply

    Gostei muito dessa ideia! Vou experimentar amanhã!

  14. Claudinha 07.05.12 at 20:30 - Reply

    A técnica de pomodoro é realmente fantástica (e simples, como toda boa invenção).
    Sem querer fazer propaganda alheia, mas já fazendo, um blog que é muito bom quanto organização (de tudo) é esse http://vidaorganizada.com/ … Vale a pena ler =)

  15. Roberto 06.06.12 at 12:32 - Reply

    A maioria dos celulares hoje em dia tem a função “cronômetro” ou “contagem regressiva”. Não é preciso gastar dinheiro comprando mais nada. Em outras palavras, para começar a colocar essa tarefa em prática, não será necessário esperar o dia em que se puder ir ao shopping para comprar o novo “brinquedinho”, nem esperar que ele chegue pelo correio. Pode-se começar com a “técnica pomodoro” já! E é o que eu vou fazer, pois estou mega-atrasado com relatórios de análise para entregar…

  16. Maria 20.09.12 at 09:17 - Reply

    Vou utilizar a técnica, será mais uma tentativa de resolver, já busquei ajuda até na terapia e nada…depois eu conto se funcionou. Estou numa fase crítica do meu doutorado, menos de 1 ano para terminar e não consegui fazer a minha revisão da literatura, claro tive vários problemas durante o percurso, mas a procrastinação é pior deles. 

  17. ailton teodoro 17.01.13 at 17:27 - Reply

    parecer ser uma técnica muito boa tava precisando de uma organização de tempo assim mesmo na minha vida de estudos.

  18. Mille Taniele 11.03.13 at 10:45 - Reply

    Muito bom! Funciona mesmo! E quem usa o Chrome pode procurar pela extensão Chromodoro na Chrome Web Store! 🙂

  19. luis 11.03.13 at 18:53 - Reply

    Muito bom o post, mas estou interessado no temporizador pomodoro, é para os meus filhos estão aprendendo a tocar teclado e bateria

  20. Marcos 06.03.14 at 11:44 - Reply

    Pô, deu ceto mesmo…. Estou usando o alarme do tablet. Silencio absoluto. Valeu pela dica…

  21. Fábio Vieira 05.09.14 at 13:16 - Reply

    Era o que eu precisava, já tinha baixado o focus booster no início do mestrado agora ele vai me salvar!

  22. Coach Léo Cabral 31.12.14 at 16:15 - Reply

    A técnica Pomodoro é muito utilizada em gestão de tempo e dá certo, aconselho muito o seu uso, mas pra ela funcionar de verdade você tem que se desligar de todas as distrações. E-mails, redes sociais, TV, telefone… tem que evitar tudo isso para manter o foco ou seus 25 minutos vão por água abaixo.

    Forte abraço!

  23. Coach Léo Cabral 03.01.15 at 10:17 - Reply

    A técnica Pomodoro é muito boa, é usada inclusive em reuniões em empresas para evitar a falta de foco.

    Eu só aconselho uma pequena modificação… Nos intervalos não faça nada relacionado ao trabalho ou algo que necessite “pensar”, pois a ideia é relaxar a mente, então, como foi dito, alongar-se, ver um vídeo engraçado, tomar um café ou qualquer outra coisa relaxante é a melhor coisa a se fazer.

    Forte abraço!

  24. Lucas Palhão 28.06.15 at 08:06 - Reply

    Eu também acho a Técnica de Pomodoro excelente e acho uma pena que ela ainda não existisse no tempo em que eu cursava o mestrado.

    Fancesco Cirillo é mesmo um gênio que foi capaz de perceber como nosso cérebro fica do nosso lado se dermos a ele pequenas recompensas.

    Valeu pelo post.
    Abraço,
    Palhão.

  25. JESONALDO GONALVES ROCHA 03.07.15 at 11:36 - Reply

    Ola adorei a ideia, baixei o aplicativo e vou degustar um pouco da experiencia

  26. Primo Luiz Vidorette 07.07.15 at 09:56 - Reply

    Legal, sempre procuro fazer uma lista de afazeres, fico angustiado senão consigo realiza-los e muito feliz ao cumpri-los… Nunca me organizei com horas, somente por datas e datas… Sem sabe agora penso em tempo …

  27. Priscila Garcia 07.12.15 at 14:47 - Reply

    Legal… Geralmente eu demoro pra me concentrar nas atividades, cerca de horas, mas depois que “engato” em algo, só saio de lá depois de muito tempo… Mas ultimamente tenho pouco tempo para entregar muitas atividades e não posso esperar esse tempo para me concentrar… Vou testar essa técnica, achei bem bacana. Valeu mesmo, pessoal.

  28. ZULEIKA DE ANDRADE FERRAZ 19.05.17 at 22:54 - Reply

    Interessante.
    Eu procuro anotar os meus afazeres na agenda.
    Ai sigo por lá as atividades a serem feitas e os dias e horários.
    Já faço isso há bastante tempo e me ajuda muito.
    Sobre a técnica pomodoro, vou tentar utilizar o despertador do celular .
    Depois de tentar, darei um retorno.

  29. Sérgio 17.08.17 at 21:45 - Reply

    Parece MT Boa idéia!! Vou testar!
    Preciso disso!

  30. Fabíola Pianta Mitake 27.12.17 at 08:50 - Reply

    Qual seria a diferença do Pomodoro para um relógio comum? Que eu poderia colocar cada 25 minutos para despertar?
    A ideia da concentração é ótima.

Leave A Comment