• A Maldição da Pós-Graduação

A Maldição da Pós-Graduação

Existe uma frase de Dante Alighieri no livro “Divina Comédia” que, segundo o autor, estava escrita no portal do inferno, mas que em minha opinião deveria ser fixada em todo prédio de Pós-Graduação: “Deixai toda a esperança, ó vós que entrais!”. Por isso publicamos aqui a “Maldição da Pós-Graduação” para que nenhum leitor que almeja cursar uma Pós-Graduação possa alegar inocência.

1. Não terás vida pessoal, familiar ou sentimental.

2. Não terás feriado, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga.

3. Terás gastrite, se tiveres sorte. Se for como os demais, terás LER/Dort e uma boa úlcera.

4. Tuas refeições principais serão lanches, PFs, salgadinhos e pizza.

5. Teus cabelos ficarão brancos antes do tempo. Isso se te sobrarem cabelos.

6. Tua sanidade mental será posta em dúvida antes que completes o curso.

7. Serás obrigado a escutar diariamente frases como “Mas você não trabalha, só estuda?”.

8. Sua pesquisa será teu assunto preferido, talvez o único.

9. As pessoas serão divididas em 2 tipos: as que entendem o que você pesquisa e as que não entendem. E verás graça nisso.

10. As bases de dados serão suas melhores companhias.

11. Cursos e congressos serão excelentes oportunidades de ter algum tipo de contato com outras pessoas loucas como você.

12. Terás sonhos com artigos, bolsas de estudo, orientador e métodos. E resolverás problemas de pesquisa neste período de sono.

13. Passarás horas intermináveis no laboratório e em frente de um computador.

14. Viverás à procura do seu orientador. E ele a fugir de você.

15. E o pior: inexplicavelmente, sentirás falta de tudo isso.

By |2015-11-01T09:43:49+00:0022-05-2011|humor|18 Comments

About the Author:

Criador e editor de conteúdo do blog, é portador de uma imaginação hiperativa e de uma necessidade patológica de estar sempre bem-humorado. Acredita que a Pós-Graduação, como tudo na vida, pode ser interessante, divertida e descomplicada.

18 Comments

  1. Erica 23.05.11 at 09:06 - Reply

    Eu sempre pergunto pros meus amigos que querem entrar na pós: você tem certeza de que quer levar uma vida parecida com a minha?

  2. Priscila 24.05.11 at 10:11 - Reply

    O que há de tão ruim em fazer uma pós graduação? Você se qualifica, tem aumento salarial, aumenta o seu conhecimento na área escolhida e além disso tem inúmeras oportunidades que não iriam aparecer para você se não fizesse o curso. Talvez a escolha da instituição é que esta errada…

    • Raphaela 26.05.11 at 14:40 - Reply

      Essa piada foi engraçada!!!! kkkkkkkkk

      • Louize 12.09.11 at 12:00 - Reply

        uAHUhauHAUha… a Priscila tá de sacanagem né?

    • Allison 15.04.12 at 16:25 - Reply

      Priscila deve ser daquelas pessoas que fazem  Stand up comedy e usam a pós graduação como anedota principal.

    • Alice no País das Maravilhas 27.04.12 at 15:24 - Reply

      É isso o que eu pensava, até que fiz Mestrado em uma Universidade Federal e descobri que é tudo uma grande ilusão. Você se qualifica sobre a “rebimboca da parafuseta” rs, que não vai usar pra nada no seu emprego, isso se vc conseguir arranjar um emprego, então nem sonha em aumento salarial muito menos em salario o que, obviamente, nunca vão aparecer oportunidades de trabalho pra vc, pois nem correndo atrás vc consegue.

  3. Andressa 12.09.11 at 20:30 - Reply

    Aumento de salário? Inúmeras oportunidades????
    Aumento da gastrite (na graduação era só uma aziazinha, agora sou dependente de omeprazol igual o House com vicodin), e da LER!!!!!kkkkk, ótima piada mesmo

  4. Cristine 13.09.11 at 11:30 - Reply

    Eu acho que entendo a Priscila… eu também já passei por momentos de otimismo extremo (é algo semelhante a loucura)
    para não me jogar do terceiro andar… ou não entrar na autoclave e pedir pra alguém ligar pra mim….,

    Mas depois das ondas de otimismo, vem o desespero novamente… e o pessimismo… e … peraí vou buscar um café

    • Tamyris Lopes 15.02.12 at 10:41 - Reply

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.. concordo. E o café está na minha mão aqui.

  5. Caio 13.09.11 at 18:02 - Reply

    Só faço IC ainda, mas senti desde já o clima tenso no Lab. Povo desesperado com o Western que deu errado (eu ainda sou tranquilo nos meus Westerns) e o artigo que nem foi escrito, o parágrafo da dissertação hauahauhau
    Tenso mesmo. Aumento de salário: bolsa de mestrado para bolsa de doutorado!

  6. Adão Costa Silva 08.10.11 at 14:26 - Reply

    Somente sente dificuldade na Pós-Graduação, quem não aprendeu a pesquisar durante a graduação. A Pricila está certa!!!

    • Bete 15.04.12 at 16:28 - Reply

      Desculpa aí, Adão, mas a diferença no nível de dificuldade, necessidade de aprofundamento e de pesquisa de uma monografia para uma dissertação/tese é absurdo. Você pode até aprender a fazer uma monografia na tua graduação, mas dissertação e tese só se aprende fazendo. Ou quando seu orientador é bom e te ajuda no processo. Senão, é começar do zero, como todo mundo. 

      • Adão Costa Silva 27.12.12 at 08:09 - Reply

        Bete, aprender fazendo é fundamental em tudo. Se você não aprendeu fazendo na graduação, quando fez sua monografia, vai ter muita dificuldade na sua dissertação/tese? Cuidado! Tese é uma coisa e dissertação é outra!! Os principais elementos constitutivos de uma dissertação e de uma tese estão presentes em uma monografia!!! Tudo isso se aprende na teoria e na prática durante uma graduação séria.

  7. mauricio aquino 16.10.11 at 09:39 - Reply

    pessoal… não tem certo nem errado nessa estória… isso não é uma equação… é uma brincadeira!

  8. Morena Jambo 31.05.12 at 00:21 - Reply

    “E o pior: inexplicavelmente, sentirás falta de tudo isso.”

  9. Grazi GI 09.12.12 at 13:54 - Reply

    Creio que o otimismo da Priscila se deve as conquistas que ela têm obtido com a sua pós-graduação. Se vcs não estão se dando bem, meus pêsames, mas não tirem sarro dela, que, pelo visto, tem sucesso. Estou quase defendendo a minha tese de doutorado, terei 50% de aumento no meu salário e as oportunidades já estão aparecendo. Graças a pós graduação.

  10. Soro Sereno 13.04.13 at 13:09 - Reply

    é ridículo o ensino de pós graduação (mestrado doutorado) neste país. Os alunos são tratados como seres inferiores. Os professores acreditam na superioridade por terem lido primeiro inúmeros artigos que não mudam em nada a vida do país, baseados em pesquisas ridículas, realizados de forma a contemplar uma exigência governamental. O excesso de leitura impede um aprofundamento do que está sendo lido. As aulas em sua maioria são através de seminários onde os próprios alunos dão as aulas enquanto os professores assistem com ar arrogante. O ensino não contempla a realidade por que não se ensina a resolver os problemas, ensina-se a “pesquisar”. E a exigência dos concursos fazem com que somente esses “pós graduados” possam participar, sendo que em momento algum foi ensinado como dar aulas ou como agir em instituições. Portanto os alunos de graduação serão “ensinados’ por pessoas despreparadas para isso e que irão se sentir superiores como seus professores foram.

  11. Junior 03.12.16 at 03:36 - Reply

    Você não fazem ideia do quanto a pós-graduação pode mudar um ser humano. No meu caso, por exemplo… Sabiam que eu era branco? Hoje sou índio.

Leave A Comment