• 5 profissões atingidas pela vida acadêmica das pós-graduandas

5 profissões atingidas pela vida acadêmica das pós-graduandas

Quando ingressamos na pós-graduação percebemos profundas modificações na nossa vida social, financeira, psicológica, amorosa e familiar. Mas analisando com maior profundidade os efeitos da pós-graduação, percebemos que eles atingem muito mais do que o nosso círculo familiar e social. Veja abaixo algumas das profissões que também são atingidas pela nossa vida acadêmica:

manicure

Manicure

Nas primeiras semanas de aula você até pode tentar manter suas visitas semanais à manicure em dia. Mas quando as disciplinas começam a exigir a leitura de vários artigos por aula e seu professor brinca de terrorismo sorteando nomes para comentários sobre os artigos, você começa a preferir sobreviver, mesmo que seja com as unhas quebradas!

cabeleireiro

Cabeleireiro

Seu cabelo é loiro platinado, você odeia pontas duplas e adora um visual liso-chapinha. Bom querida, então só temos duas opções para oferecer: ou não entre na pós-graduação ou comece a adorar o visual raíz-por-fazer-frizado. Depois de alguns meses de mestrado ou doutorado, os seus encontros com seu cabeleireiro serão tão raros quanto os seus encontros com a sua série favorita.

treinador

Personal Trainer

Não é porque você entrou na pós-graduação que deixará de cuidar do seu corpo certo? Bem, sentimos informar, mas a resposta está ERRADA! Querida, depois de ingressar no mestrado ou doutorado, a celulite e os pneuzinhos serão os menores dos seus problemas!

terapeuta

Terapeuta

Com todos os problemas psicológicos que a pós-graduação pode nos trazer, o terapeuta deveria ser o profissional mais positivamente afetado com o nosso ingresso na vida acadêmica! No entanto a terapia exigiria uma dedicação de, no mínimo, uma hora semanal, certo? E é claro que nosso orientador não aguentaria saber que estamos gastando tanto tempo com outra pessoa que não seja ele!

massagista

Massagista

Ficar horas sentada em frente ao computador pode causar diversas dores corporais. Nada como uma boa massagem depois de escrever um artigo, não é? Não é mesmo! Você pode ter terminado um artigo, mas não esqueça de que ainda resta o paper final da disciplina, a apresentação para o congresso, o roteiro para a entrevista do grupo de pesquisa…

Melhor ligar pra massagista e cancelar a massagem desta semana. Outra vez!

O único jeito de não magoar todos esses profissionais que tanto te ajudaram durante os últimos anos é fazer aquela velha promessa que você já está acostumada: quando a minha pós-graduação acabar prometo te recompensar!

Texto escrito por Cátia Gemelli, aluna de mestrado no programa de pós-graduação em Administração da Unisinos, no RS.

By |2018-12-06T01:56:38+00:0001-08-2013|humor|6 Comments

About the Author:

O posgraduando.com é um espaço na internet para troca de experiências, opiniões, depoimentos, dicas, tutoriais, humor e debates saudáveis sobre o meio acadêmico. Para participar também, leia nossas instruções aos colaboradores.

6 Comments

  1. Chris 08.08.13 at 19:16 - Reply

    Oi, é verdade!!
    Nossa, fico super feliz e até um pouquinho culpada quando consigo tirar um tempo para fazer as unhas. Que horror… Realmente ficamos sem tempo de cuidar de nós mesmas!
    Ó céus, ó vida…
    Muito bom o texto!

  2. Anne 13.08.13 at 15:37 - Reply

    desmarco a manicure, a academia e a massagem…mas deixar de ir no cabeleireiro…nuncaa

  3. Jeniffer 13.08.13 at 18:26 - Reply

    Kkkk…essas são verdades absolutas sem contraposições!

  4. Claudia 16.09.13 at 09:47 - Reply

    Estou do outro lado do processo. Tenho duas alunas de inglês se preparando para o FCE, uma faz doutorado e a outra está iniciando o mestrado. Já perdi a conta de quantas vezes elas cancelam as aulas e ficamos procurando um horário para reposição!!

  5. Fernanda 17.12.13 at 08:42 - Reply

    Quando apareço com a unha feita no laboratório o meu orientador já pergunta quanto tempo eu gastei nisso! Se aparecer bronzeada então… (lê-se: tomei sol só para repor a vitamina D!) é bronca na certa!

  6. Michelli 05.02.14 at 15:38 - Reply

    O pior eh qdo dps de meses sem ir na manicure…vc consegue aquele horarinho na hora do almoço (almoçar pra que?!). E aparece na sala da sua orientadora. E você, inocente, acha que aquelas dez minúsculas unhas (pode estar até com a cor renda) não chamariam a atenção da sua orientadora. É incrível mas é a primeira coisa que ela comenta: “Fez as unhas!?” Com aquela cara e voz de que está pensando: “E o artigo, terminou?!”.

Leave A Comment