3 motivos para fazer fichamento de livros e de artigos

O fichamento, resumo ou anotação de partes importantes de um texto ou artigo em fichas de leitura, facilita e muito a vida acadêmica. No entanto, subestimamos a sua importância e, infelizmente, só percebemos isso no momento em que mais precisamos: ao estudar para uma prova, ao escrever um artigo para publicação ou mesmo ao fazer um trabalho.

Nos dois últimos meses tive que escrever e entregar os trabalhos finais das disciplinas do mestrado e, na hora de escrever os textos, percebi consternada que não tinha feito fichamento de alguns livros. Por causa disso, perdi um tempo precioso ao ter que reler praticamente todos os livros para encontrar os pontos mais importantes para o trabalho.

Com base na minha própria experiência, vou apresentar 3 motivos para fazê-los o quanto antes.

1. Eficiência

O fichamento de um livro serve para futuras consultas e, por apresentar as informações mais relevantes, você não precisará recorrer novamente ao livro ou texto, aumentando assim sua eficiência e produtividade. Além disso, o fichamento ajuda a fixar melhor o conteúdo lido, no caso de uma prova, e auxilia a compreensão dos principais temas abordados no livro, facilitando a escrita de um texto.

2. Tempo

Para quem tem pouco tempo para se dedicar aos estudos, a rapidez e a prontidão das informações são facilitadores na vida acadêmica. Se você tiver o fichamento com antecedência, não precisará perder tempo procurando em que página do livro está a citação a ser utilizada ou buscando o nome do texto e do autor na hora de apresentar as referências bibliográficas.

3. Organização

Para ser bem-sucedido ao escrever um trabalho, um artigo ou ainda para estudar, é fundamental organização com o material de estudos. Portanto, ao guardá-lo num lugar de fácil acesso, você encontrará o que precisa prontamente sem precisar revirar a casa do avesso e, o melhor, sem precisar se estressar desnecessariamente.

Espero que este post tenha te ajudado na sua rotina de estudos.

Abraços e até mais.

By |2016-03-26T13:32:40+00:0031-03-2016|redação científica|15 Comments

About the Author:

Paulistana, colecionadora de histórias e amante de coisas inúteis. Mestranda em Letras, especialista em Linguagens da Arte, formada em Letras (USP), professora há dez anos e escritora quando sobra um tempo. Edita a página Salve Ferris – O pesquisador, onde mostra um pouco as angústias da vida acadêmica.

15 Comments

  1. Rodrigo 31.03.16 at 15:09 - Reply

    Eu costumo ler os pdf’s dos artigos em meio digital, marcando com o marca texto e fazendo anotações com a s-pen no próprio artigo em pdf. Dá para considerar isso um fichamento? Ou teria que fazer uma anotação mais formal, em documento separado?
    Na maioria dos casos isso tem funcionado para mim.

    • ECMB 04.04.16 at 00:34 - Reply

      Sim. Você está utilizando os recursos digitais com a mesma finalidade dos tradicionais fichamentos (anotações q julgue importantes em fichas de papel).
      Porém, sugiro q imprima os PDFs com tais anotações, uma vez que, dependendo do software utilizado, o fichamento pode simplesmente “sumir”.

  2. Paulinha Do Will 31.03.16 at 20:22 - Reply

    Existe alguma modo de fazer o fichamento sem ser em papel.???

  3. Daniele Diniz 01.04.16 at 01:11 - Reply

    Isso é uma pratica muito comum no exterior

  4. Reinaldo 01.04.16 at 08:33 - Reply

    Qual é uma boa ferramenta para o fichamento?

    • Penélope 09.04.16 at 00:44 - Reply

      Olá, Reinaldo. Antigamente as pessoas organizavam os fichamentos dos livros em forma de fichas de papel ou cartões. Como o pessoal comentou anteriormente é também possível utilizar o Arquivo em PDF ou mesmo Word. O importante é você encontrar uma forma que facilite a sua vida e que se adeque as suas necessidades.

  5. Leandro 12.04.16 at 20:58 - Reply

    Para os resumos e fichamentos, eu uso o software PDFXChange. Ele tem a função resumo das notas que exporta todos as marcações que fiz ao longo da leitura.

    Para que ele salve, é importante que vc configure para que as notas copiem o texto selecionado (não da pra fazer o passo a passo aqui, mas nao é dificil de achar essa configuração). Depois é só mandar exportar as notas em txt, doc ou html.

    Ajuda a economizar muito tempo.

  6. Fernando Souza 17.04.16 at 19:08 - Reply

    Tem programa proprio para fichamento

    http://www.superdownloads.com.br/download/168/programa-fichamento/

    Eu gosto muito de usar o One note

    http://www.blog.metodologica.info/2010/11/como-usar-o-onenote-para-elaborar.html

    Embora não seja o próprio fichamento o Google Scholar permite vc criar uma biblioteca de citações, o que já ajuda bastante

    https://scholar.google.com.br/scholar

  7. Élvis Ramos 20.01.17 at 11:26 - Reply

    Sugiro fortemente o uso do Onenote, acho indispensável como forma de organizar pastas de temas de fichamentos (no meu caso sou da área de Geografia Humana, separo por temas como “urbana, cultural etc.). Além disso, é prático, enquanto se está lendo vc pode já anotar direto no onenote. Além de grifar, colorir partes ou indexar com códigos, o que vai ajudar muito na feitura de artigos e trabalhos acadêmicos. No começo demora um pouco para se familiarizar, mas depois fica automático e sua produtividade aumenta muito. Aliás poucos são as faculdades que nos seus currículos ensinam as técnicas de fichamento, geralmente acaba se aprendendo sozinho ou com algum orientador.

  8. Iza 27.01.17 at 10:39 - Reply

    Passando para parabenizar pelo site! As dicas são ótimas! Comecei organizando meu tempo de estudos (seguindo dicas de um outro post) e agora tenho feito os fichamentos. Comecei meu projeto de mestrado e tanto a organização do meu tempo quanto os fichamentos me ajudaram demais, estou muito mais produtiva! Obrigada!

  9. Lane 28.03.17 at 01:17 - Reply

    Ótimas dicas. Apresento agora o meu TCC 😓 e darei início ao meu projeto de mestrado.

    Passando para agradecer. Obrigada!

  10. Thiago 16.10.17 at 19:31 - Reply

    Como vocês organizam seus fichamentos? Alguém faz isso eletronicamente? Qual protocolo usam? Já tentaram usar o excel ou o powerpoint?

Leave A Comment