1º Passo – Reunir os Pós-Graduandos em uma Assembléia Geral onde o objetivo comum e criar uma APG e elaborar um Estatuto (exemplo na pagina www.apgita.org.br).

2º Passo – Essa mesmo Assembléia deve votar o Estatuto da APG que acaba de ser criada com suas regras e obrigações registrando tudo em uma ata que deverá ser registrada em cartório.

Para registro em cartório é preciso abrir firma da APG.

3º Passo – Eleger uma Diretoria de acordo com o Estatuto que acaba de ser aprovado respeitando o seu conteúdo.

4º Passo – Registrar em Cartório o Estatuto, a Ata onde consta a aprovação do Estatuto pela Assembléia Geral e a eleição da Diretoria com os titulares dos cargos e seus respectivos suplentes. Deve constar na ata o nome, endereço (comprovante de endereço) o numero de CPF e RG de cada membro acompanhado das cópias dos respectivos documentos.

5º Passo – Após o registro em Cartório devera ser registrado na Receita Federal e na Junta Comercial.

6º Passo – De agora em diante tudo deverá ser registrado em Atas e essasregistradas em Cartório.

7º Passo – Buscar o reconhecimento da Instituição/Universidade através de uma Portaria a qual esta ligada, visando a representação de todos os Pós-Graduandos perante a Instituição/Faculdade.

Lembrete

Tudo isso tem um custo, essas despesas deveram ser cobertas pelas mensalidades ou anuidades (como queiram) dos sócios para poderem manter a APG.

Contratar um escritório de contabilidade para cuidar dessa “empresa” que acabou de ser criada, como a Declaração de Imposto de Renda e outros impostos que devem aparecer (licença de funcionamento da Prefeitura Municipal).

Da um pouco de trabalho, mas vale a pena.
_________________________

Texto escrito por Hudson A. Bode, da Associação de Pós-Graduandos do ITA

[link]