Como escrever um artigo científico passo-a-passo

Como escrever um artigo científico é uma dúvida muito comum entre estudantes de graduação e de pós-graduação. Afinal, a publicação de artigos faz parte do cotidiano de quem trabalha com Ciência, e tem sido motivo de muita pressão para estudantes e pesquisadores.

Mas antes de começar a discussão sobre como escrever um artigo científico, faz-se necessário dois avisos:

1. A estrutura de artigo científico adotada neste texto é mais adequada às pesquisas experimentais. As Ciências Sociais e as Ciências Humanas, por exemplo, podem adotar estruturas e estilos de redação diferentes.

2. Não existem regras rígidas ou receitas prontas para escrever um artigo científico. Utilize essa discussão apenas como ponto de partida e de reflexão sobre a elaboração de trabalhos acadêmicos.

Para escrever um artigo científico de qualidade é preciso ter primeiro um bom conhecimento sobre o método científico. Ao estudar determinado tema, você encontrou um problema interessante. Fez uma revisão bibliográfica e não encontrou a solução para este problema. Assim, você decidiu encontrar uma resposta. Elaborou um projeto de pesquisa, realizou a pesquisa e acredita ter encontrado uma solução adequada. Por fim, é preciso divulgar sua descoberta à comunidade acadêmica, para ser discutida e avaliada por outros cientistas (Barros e Lehfeld, 2007).

Esta última etapa é realizada por meio da publicação de artigos científicos, e constitui o principal motivo para escrever um artigo científico.

É importante ressaltar que o “enriquecimento” do seu currículo na Plataforma Lattes, a melhor classificação do seu Programa de Pós-Graduação na Avaliação da Capes e uma eventual progressão funcional, só para citar alguns exemplos, são apenas consequências naturais da prática da Ciência de alto nível. Estes não são, portanto, bons motivos para escrever um artigo científico.

Agora que você já sabe os motivos para escrever um artigo científico, vamos às dicas.

escrever um artigo científico

Escolha o periódico antes de começar a escrever um artigo científico

Escolher a revista científica adequada para a publicação do seu artigo antes de começar a escrevê-lo irá lhe poupar muito tempo em adequações às normas e ao estilo da revista, pois o artigo já será escrito, desde o início, de acordo com estes critérios (Perovano, 2014).

Além da economia de tempo, escrever o artigo de acordo com as características e orientações do periódico científico desejado pode aumentar consideravelmente as chances do artigo ser aceito para publicação.

Para escolher a revista científica mais adequada para a submissão do seu artigo, verifique entre as revistas que são referência na sua área, quais publicam artigos com o mesmo enfoque da sua pesquisa. Informe-se sobre a abrangência, considere as áreas de trabalho dos membros do comitê editorial e conheça o público-alvo da revista. Assegure-se que o problema e o tipo de pesquisa do seu trabalho estão de acordo com o escopo da revista.

Procure o Fator de Impacto da revista para ter uma noção do grau de novidade esperado para o artigo. O Fator de Impacto pode ser consultado no Journal Citation Reports (com o acesso via proxy ao Portal de Periódicos da Capes ou de um computador de uma instituição conveniada, clique em “establish a new session“). Verifique também a classificação do periódico no Qualis da Capes.

Faça uma média do intervalo de tempo decorrido entre a submissão e a publicação dos artigos publicados nos últimos números da revisa. Por fim, observe se existe a cobrança de taxa de submissão, e se será possível arcar com as despesas de submissão e, eventualmente, de tradução do artigo.

Após escolher o periódico científico, leia atentamente os últimos artigos publicados, repare na forma de apresentação das informações, gráficos e tabelas; leia também a página “instruções aos autores“, verifique o formato das citações e das referências bibliográficas, as normas editoriais e os critérios de avaliação dos artigos (Santos, 2015).

escrever um artigo científico

A sequência da redação não precisa ser a mesma das seções do artigo

Embora a maioria dos artigos obedeçam a uma sequência padrão (Introdução, Material e Métodos, Resultados, Discussão, Conclusões e Referências Bibliográficas), a redação do artigo não precisa necessariamente seguir essa mesma ordem.

Alguns autores sugerem que você comece a escrever um artigo científico pelos objetivos e pelas conclusões do trabalho, de acordo com a análise crítica dos resultados encontrados. Desta forma, é possível ter uma visão clara da pergunta que você gostaria de responder com a sua pesquisa (objetivos) e quais respostas você encontrou (conclusões). As conclusões são o ponto forte do seu estudo e o guia para a estruturação do texto. Com as conclusões em mente, será mais fácil identificar e discutir os resultados que sustentam essas conclusões (Medeiros e Tomasi, 2008).

Já outros autores acreditam que seja melhor começar a escrever um artigo científico pelo seu resumo. Com isso, você não iniciaria a redação de um artigo científico antes de ter uma noção clara do que pretende escrever (Aquino, 2012).

Mas a forma mais produtiva de escrever um artigo científico é começar pelas partes com as quais você se sente mais confortável. E você pode escrever outras partes do artigo à medida em que pensa nelas.

Em algum momento, você estará escrevendo em várias sessões. Desta maneira, você baseia sua construção naqueles aspectos do seu estudo que lhe parecem mais interessantes. Ou seja, pense naquilo que interessa a você, comece escrevendo sobre isso e então prossiga construindo a partir daí.

Para não perder a sequência lógica entre os assuntos de uma seção do artigo, faça em uma folha à parte um roteiro prévio, elencando as informações e discussões que aquela seção deverá conter, e a ondem em que elas aparecerão no texto.

escrever um artigo científico

A redação do artigo científico

1. Introdução
A introdução, como o próprio nome sugere, serve para introduzir o leitor ao tema da pesquisa, ao problema estudado, aos principais conceitos envolvidos e aos trabalhos já realizados até o momento. É aquela seção em você “vende o seu peixe“, esclarece a importância da pesquisa e a relevância para a área. Faça uma descrição sucinta de pesquisas anteriores. No último parágrafo, comece por ressaltar o ineditismo da pesquisa e descreva claramente o objetivo proposto para a pesquisa (Santos, 2015).

Embora esteja disposta nas páginas iniciais de um artigo científico, a introdução é mais facilmente elaborada quando a discussão e as conclusões já tiverem sido redigidas, ou seja, quando já se tem uma visão do conjunto do trabalho. O texto de introdução, além de bem escrito, deverá se constituir em um convite atrativo para a continuidade da leitura do artigo. Alguns poucos parágrafos serão suficientes (Matias, 2012).

Uma maneira prática de saber se a introdução de um artigo científico ficou bem redigida é apagar a parte dos objetivos da pesquisa e entregar o texto de introdução para outra pessoa que também seja da área ler. Se ao ler apenas a introdução, a pessoa conseguir acertar qual problema de pesquisa foi estudado, parabéns! Você fez um excelente trabalho!

Estrutura básica:
– Antecedentes do problema.
– Descrição do problema.
– Trabalhos já realizados.
– Aplicabilidade e originalidade da pesquisa.
– Objetivo (problema de pesquisa).

Erros comuns:
– Orientação mais empírica que teórica.
– Introdução muito longa, incluindo trechos que poderiam ser melhor utilizados na discussão.
– Detalhes excessivos na descrição de estudos prévios.
– “Reinvenção da roda”, especialmente na primeira sentença ou parágrafo.
– Omissão de estudos diretamente relevantes.
– Terminologia confusa.
– Citações incorretas.

2. Material e métodos
Se você preparou um projeto de pesquisa detalhado, agora será recompensado! Pegue o projeto e comece a conferir a seção “material e métodos”. Troque o tempo do verbo, do futuro para o passado, e então faça as inclusões ou mudanças de maneira que essa seção reflita verdadeiramente aquilo que você realizou em sua pesquisa.

A seção “material e métodos” deve possibilitar ao leitor avaliar o delineamento da pesquisa, o tamanho da amostra e como ela foi determinada, os materiais e procedimentos utilizados, as variáveis analisadas e as análises estatísticas realizadas. Questões éticas ou de consentimento, quando necessárias, também devem ser informadas. As informações dessa seção são fundamentais para compreender os resultados encontrados, pois revelam a forma como eles foram obtidos, e possibilitam a replicabilidade da pesquisa (Lakatos e Marconi, 2010).

Estrutura básica:
– Local e condições experimentais.
– Delineamento e tratamentos.
– Controle das condições experimentais.
– Variáveis (avaliações).
– Análise estatística.

Erros comuns:
– Informação inadequada para avaliação ou replicação.
– Descrições detalhadas de métodos padronizados e publicados.
– Deixar de explicar análises estatísticas não usuais.
– Participantes muito heterogêneos.
– Medidas não validadas; de confiabilidade fraca ou desconhecida.

3. Resultados
Na apresentação dos resultados, gráficos e figuras geralmente facilitam a observação dos efeitos, se comparados com as tabelas. Entretanto, as tabelas levam vantagem quando valores numéricos específicos são importantes. Nestes casos, artigos com tabelas irão obter um maior número de citações, porque outros pesquisadores podem usar seus dados como base de comparação (Vianna, 2001).

Procure promover descrições claras e organizadas dos resultados, sem repetir no texto os dados já expostos em gráficos e tabelas. Ao escrever um artigo científico, inclua na redação final apenas os resultados que são necessários para a corroboração de suas conclusões (Andrade, 2014).

Estrutura básica:
– Resultados da análise estatística.
– Estatísticas descritivas (médias, desvio padrão e correlações)
– Estatísticas inferenciais
– Relatar a significância e a amplitude dos dados.
– Análises adicionais (usualmente post hoc).

Erros comuns:
– Tabelas e figuras complexas, incompreensíveis.
– Repetição dos dados no texto, nas tabelas e nas figuras.
– Não utilizar o mesmo estilo de redação da introdução e do material e métodos.
– Não apresentar os dados prometidos na seção material e métodos.
– Análise estatística inadequada ou inapropriada.

4. Discussão
A discussão é a parte mais complexa e mais difícil de escrever em um artigo científico. Deve ser redigida com a finalidade de apresentar e interpretar conclusões, enfatizar os resultados mais importantes e comparar os resultados obtidos na sua pesquisa com os resultados obtidos por outros pesquisadores (Medeiros e Tomasi, 2008).

Estrutura básica:
– Relacionar os resultados com as hipóteses.
– Interpretações: esperadas versus alternativas.
– Implicações teóricas, para a pesquisa e para a prática.
– Limitações do estudo: aproximação com o estudo ideal.
– Confiança estimada das conclusões.
– Explicitação de possíveis restrições para as conclusões.
– Identificação de procedimentos metodológicos pertinentes aos resultados.
– Recomendações para pesquisas futuras.

Erros comuns:
– Repetição da introdução.
– Repetição dos resultados.
– Discussão não baseada nos propósitos do estudo.
– Não esclarecer as implicações teóricas e práticas dos resultados.
– Discussão não baseada nos resultados.
– Hipóteses não discutidas explicitamente.
– Apresentação de novos dados.
– Repetição da revisão da literatura.
– Especulações não fundamentadas.
– Recomendações não baseadas nos resultados.

5. Conclusões
Ao escrever as conclusões da sua pesquisa, certifique-se de apresentar realmente apenas conclusões. Pode parecer um pouco óbvio, mas essa seção muitas vezes é utilizada, de maneira equivocada, para meramente reafirmar os resultados da pesquisa. Não faça o leitor perder tempo: ele já leu os resultados e a discussão. Agora, nas conclusões, quer entender de forma clara a solução do seu problema de pesquisa.

Após elaborar as conclusões, critique-as e procure derrubá-las. As conclusões que você não conseguir derrubar serão a base de seu artigo. Limite-se às conclusões que têm embasamento nos resultados que você obteve e que respondem às questões da pesquisa, ou seja, que estão de acordo com os objetivos (Vianna, 2001).

Não se pode esquecer que as conclusões, como produto final de uma pesquisa, devem ser consideradas provisórias e aproximativas. Por mais brilhantes que sejam, em se tratando de Ciência, as conclusões podem superar o conhecimento prévio e, por sua vez, também podem ser superadas com o avanço do conhecimento (Aquino, 2012).

escrever um artigo científico

Últimas sugestões

– Faça um título curto, que chame a atenção e que, além de tudo, reflita o tema principal do artigo. Lembre–se que muitos artigos não são lidos porque os leitores não se interessaram pelo título.

– Procure utilizar a fórmula “sujeito + verbo + predicado” (SVP) para construir suas frases. Utilizar esta fórmula simples para escrever um artigo científico torna o texto mais claro, encurta as sentenças e diminui a possibilidade de cometer erros de concordância, entre outras vantagens.

– Mantenha suas sentenças curtas. Para isso, a solução é simples: abuse dos pontos finais, pois eles são gratuitos, não estão ameaçados de extinção e organizam seu texto. Sentenças longas exigem o uso excessivo de recursos como vírgulas, dois pontos, pontos e virgulas, travessões e parênteses, além de tornar a leitura cansativa.

– Ao escrever um artigo científico, cada palavra deve traduzir exatamente o pensamento que se deseja transmitir, ou seja, não deve haver margem para interpretações. Evite utilizar linguagem muito rebuscada ou termos desnecessários.

– Um bom artigo científico deve ter quantas páginas? Apenas as necessárias! Prefira qualidade ao invés de quantidade. De maneira geral, os editores de revistas científicas preferem artigos inovadores e concisos.

– Ao terminar de escrever um artigo científico, espere alguns dias antes de submetê-lo ao periódico selecionado. Depois de alguns dias sem pensar no assunto, faça uma revisão do artigo.

By |2018-12-06T01:56:14+00:0017-11-2015|guia, redação científica|87 Comments

About the Author:

Criador e editor de conteúdo do blog, é portador de uma imaginação hiperativa e de uma necessidade patológica de estar sempre bem-humorado. Acredita que a Pós-Graduação, como tudo na vida, pode ser interessante, divertida e descomplicada.

87 Comments

  1. Penélope Salles 17.11.15 at 11:59 - Reply

    Parabéns! Gostei muito das dicas que você apresentou. Tenho certeza que elas me ajudarão e muito na escrita do meu artigo.

  2. Henrique 17.11.15 at 15:33 - Reply

    Excelente discussão sobre os “motivos” para escrever um artigo.
    Essa “gincaninha de publicar artigos” que existe na ciência atualmente perverteu completamente o sentido da publicação científica.
    Parabéns por promover esse debate.

  3. Camila Martinello 17.11.15 at 15:35 - Reply

    Um curso inteiro de redação científica em um único post.
    É de aplaudir em pé!

    • Joaquim Albernaz 14.04.16 at 19:33 - Reply

      Com toda a certeza Camila! muito bom e oportuno!

      • Danilo Henrique 08.06.17 at 11:08 - Reply

        parabéns pelo texto! ele foi coerente e objetivo.

  4. Lívia Dias 17.11.15 at 16:48 - Reply

    Texto nota 1000! Arrasou!

    Sugestões adicionais:
    *** Para encontrar revistas internacionais, sugiro o http://www.edanzediting.com/journal_selector ou o http://journalfinder.elsevier.com/. Você coloca seu abstract (já traduzido) e o site te indica os principais journals da área do seu estudo, apresentando o fator de impacto, um resumo sobre a revista, se existe a opção open access… é bem interessante.
    ***Escreva seções separadas “Resultados” e “Discussões” mesmo se a revista permitir a fusão dos dois. Quando escrevemos “Resultados e discussões” (juntos) é comum achar que se está discutindo sendo que ainda estamos apresentando resultados. Dividir obriga a realmente discutir.
    ***Não esquecer de adequar as figuras ao que a revista pede (dimensões, resolução, tipo de arquivo…). Softwares gratuitos como o Inkscape e o Gimp podem ajudar muuuito!
    ***Ao fazer a revisão bibliográfica, já ir pensando em possíveis revisores (as revistas sempre pedem sugestões)

    Depois do artigo escrito:
    ***Escrever uma boa cover letter ressaltando por que seu estudo é importante e merece estar na revista (venda seu peixe!). Essa é uma das formas de ganhar o editor (https://www.elsevier.com/reviewers-update/home/featured-article/4-ways-to-win-an-editors-heart).

    É isso ai galera, Let’s publish!

  5. Eudes 17.11.15 at 23:23 - Reply

    Parabéns! Seu texto está divino. Sua dicas me caem como uma luva! Muito obrigado.

  6. Carlos Souza 18.11.15 at 06:08 - Reply

    Caiu do céu esse negocio!

    • Silvio 08.02.17 at 08:42 - Reply

      Muito bom, obrigado!

  7. Guilherme 18.11.15 at 13:14 - Reply

    Somando voz ao coro de agradecimentos.

  8. Ana Alves 18.11.15 at 17:38 - Reply

    Curso completo de redação científica em um único post 2. Adorei!

  9. Alexssandro Becker 22.11.15 at 14:26 - Reply

    Olá,

    Muito interessante o assunto. Mas, quer aprender a escrever? Leia, leia, leia, escreva, escreva e escreva …. chame o seu orientador e o coloque ao seu lado para te ensinar e ajudar. Há coisas que se aprendem fazendo e isso é uma delas!

    Cumprimentos,

  10. Cíntia 28.11.15 at 18:14 - Reply

    Tenho que escrever dois artigos. Só posso dizer OBRIGADA!

  11. Davidney 07.12.15 at 17:24 - Reply

    Gostei. Muito interessante o assunto, e de fácil entendimento. Vai me ajudar e muito no meu Projeto de Pesquisa valeu.

  12. Thyago 11.12.15 at 19:31 - Reply

    Obrigado! Muito útil. Você enumerou pontos-chave na escrita do artigo científico em um único texto.

  13. Wendel 15.01.16 at 23:27 - Reply

    Excelente!

  14. HERNANDES 18.02.16 at 17:10 - Reply

    VALEU! PELA AJUDA
    OK O SITE

  15. Catarina Dias 19.02.16 at 15:30 - Reply

    Suave mas, uma eficaz apresentação da metodologia para apresentação de artigo científico. Gostei!

  16. Geovani Cristiano 29.02.16 at 14:37 - Reply

    Preciso produzir um artigo científico pro meu tcc no fim do ano agora, estou com medo, por que não produzi nenhum artigo ainda e não sei sobre o que farei kkkk mas vamos lá, tomara que dê tudo certo, e obrigado esse post já me ajudou e me deu um norte já (PS: faço jornalismo) agradeço, até mais.

  17. Rodrigo Oliveira 12.03.16 at 12:50 - Reply

    Muito bom, parabéns e obrigado!

  18. Antônio Barreto 18.03.16 at 16:58 - Reply

    Gostei muito , com certeza irá me ajudar bastante.

  19. Joaquim Albernaz 14.04.16 at 19:38 - Reply

    Esse texto está fantástico e explica basicamente tudo! Muito obrigado!

  20. Marcelo viana 30.05.16 at 16:32 - Reply

    Bem objetivo e pratico. Ensinou a fazer, fazendo ! Parabéns !

  21. Sérgio Clume 04.06.16 at 21:34 - Reply

    Parabéns, excelente guia para escrever um artigo científico!!! Ajudou-me muito!!! Obrigado!!!

  22. Emilio Carolos Alberto Matavata 05.06.16 at 07:04 - Reply

    Uma materia muito importante e interressante

  23. Itamar Almeida 20.06.16 at 23:57 - Reply

    Muito interessante como foi apresentado os passos para construir uma artigo.
    Me direcionou bastante!

  24. Elzenira Amaral 22.06.16 at 14:47 - Reply

    Muito interessante o seu texto. Com certeza, irá me ajudar muito na elaboração do meu artigo.
    Obrigada!

  25. Ideni Bernardes 23.06.16 at 14:45 - Reply

    Muito bom, irá me ajudar no meu artigo…abraço fraterno minhas orações!

  26. Rafael 05.07.16 at 21:57 - Reply

    Ótimas dicas! Parabéns!

  27. André Gonçalves 08.07.16 at 11:27 - Reply

    Otima explicação.

  28. Radamés 11.07.16 at 18:59 - Reply

    Gostei muito do artigo, esses são artigos que realmente ajudar, obrigado!

  29. Davi 28.07.16 at 14:23 - Reply

    Digno de elogios, há muita relevância no conteúdo apresentado. Portanto, obrigado pela exposição do seu conhecimento.

  30. Paquissi Ferreira 13.08.16 at 01:46 - Reply

    Ola, sou professor de Comunicação Científica e este Artigo ajudou-me bastante para a materialização de uma das aulas. Parabéns.

  31. viviane primo 15.08.16 at 19:30 - Reply

    muito bom, ira me ajudar bastante. parabens

  32. Kaio César 22.09.16 at 18:52 - Reply

    Um show de texto e explicações! Obrigado!

  33. Nadabe 11.10.16 at 09:00 - Reply

    Gostei!!!!

  34. Talvacy 19.10.16 at 03:12 - Reply

    O espírito de bondade e solidariedade do autor é igual ou maior do que a lucidez e a beleza da narrativa do seu texto. Parabéns por cultivar o que há de melhor no ser humano: o amor gratuito, a partilha do que temos e somos.

  35. Branão 30.10.16 at 21:23 - Reply

    excelentes dicas, muito produtivo para quem não sabe e para quem só acha que sabe.

  36. valmir c oliveira 19.11.16 at 18:23 - Reply

    Gostei das dicas, mas como acho revistas ou locais para publicar meu artigo

  37. ELIANE 11.12.16 at 20:58 - Reply

    apos a leitura sanei mais um pouco de minhas dúvidas

  38. ELIANE 11.12.16 at 20:59 - Reply

    Genial !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  39. Andrea Farias 17.12.16 at 18:13 - Reply

    Eu também, assim como muitos, gostei demais do que li. Parabéns!!

  40. amanda 08.01.17 at 18:34 - Reply

    PERFEITO! PARABÉNS PELAS EXPLICAÇÕES!!

  41. FRANCISCO DIASSIS BEZERRA 11.01.17 at 09:24 - Reply

    EXCELENTE

  42. Júnia 28.01.17 at 16:48 - Reply

    Muito proveitosa a leitura das dicas. Obrigada.

  43. Maria Passos 31.01.17 at 12:17 - Reply

    Perfeito. Obrigada!!!

  44. Maria Eulina S. Jesus 24.02.17 at 07:24 - Reply

    Muito obrigada pelo cuidado que tiveram em fornecer essas explicações tão claras. 24/02/2017

  45. HOMERO JOSE DIAS FILHO 27.02.17 at 17:18 - Reply

    Me esclareceu muito!

  46. Cida 26.03.17 at 10:57 - Reply

    MUITO BOM!!!!

  47. INÁCIO HENRIQUE 31.03.17 at 11:45 - Reply

    EXCELENTES DICAS PARA QUEM DESEJA PRODUZIR ARTIGOS CIENTÍFICOS COM LUCIDEZ E PRECISÃO!!!!

  48. Eduardo 13.04.17 at 12:24 - Reply

    .muito obrigado, agora vou conseguir fizer.

  49. Edna 17.04.17 at 18:24 - Reply

    Tirou toda minhas duvidas sobre o Artigo, irei redigir meu artigo com mais clareza e eficiência.

  50. Edinamar Farias Fernandes 25.04.17 at 19:58 - Reply

    Estou tentando escrever um texto científico sobre “Qualidade do ensino superior e a reforma universitária… obrigado pelas dicas.
    att,
    Edinamar Farias Fernandes – pós graduando UCDB

  51. esdra ferreira 11.05.17 at 16:38 - Reply

    obrigada, seu texto foi de extrema ajuda. porem ando meio perdida no meu trabalho.

  52. Auricelia 10.06.17 at 20:50 - Reply

    OBRIGADA! AMEI A DICA, TENHO CERTEZA QUE VAI ME AJUDA BASTANTE NO MEU ARTIGO!

    • elenilza bomfim de souza 14.09.17 at 00:48 - Reply

      adorei a explicação vai mim ajudar bastante em tudo nessa nova etapa se pesquisa.

  53. Sonia 21.06.17 at 16:19 - Reply

    Muito obrigada! seu texto está muito bom tenho certeza que farei um bom artigo

  54. ISMERINDA ARAUJO 02.07.17 at 18:56 - Reply

    OK , QUANTA CLAREZA NA EXPOSIÇÃO DESTE CONTEÚDO SOBRE ARTIGO, AGRADEÇO A COLABORAÇÃO PARABÉNS.

  55. Milene 23.09.17 at 23:29 - Reply

    Tenho procurado, ultimamente, sobre artigo científico, para meu TCC. A forma como foi sintetizado esse assunto. A clareza nas especificações.
    Muito obrigada. Estou fazendo pós-graduação – Metodologia do Ensino da Matemática.
    Ainda estou indecisa quanto ao assunto que abordarei. Mas, valeu.

  56. Tereza Cristina Fidelis Silva 30.09.17 at 07:55 - Reply

    Estou começando a fazer uma preparação para mestrado e após fazer a leitura das suas orientações me sinto mais animada para este desafio . Obg

  57. Gilvaldo José Mate Macubanhisse 04.10.17 at 12:46 - Reply

    A explicação foi exaustiva gostei mostra um claro domínio do assunto

  58. Diego Ribeiro Reis 15.10.17 at 13:32 - Reply

    Nossa, Estou muito satisfeito com todas as dicas! estão de Parabéns.

  59. tenho um trabalho para apresentação de aritgo científico na faculdade hoje, matéria de Metologia Científica do Direito e me AJUDOU MUITOOO ! Grato ! 2017 é nós!

  60. Domingos Baciao 24.10.17 at 12:04 - Reply

    Grato pelas dicas meu caro, acredito que irao me ajudar imenso….

  61. Ana Lucia da Silva 27.10.17 at 20:58 - Reply

    Obrigada foi muito exclarecedor. Excelente meu ptoblems era exatamente quanto ao ponto final na introdução. Sou muito grata tenho 56 snod e nunca pensei que um dia terminaria uma faculdade, razão do meu sufoco com meu artigo. Muitíssimos obrigada.

  62. Wyller 05.11.17 at 20:53 - Reply

    Foi de grande ajuda

  63. Maria Lucimar de Sousa 27.11.17 at 15:51 - Reply

    É interessante suas dicas valeu, Origada

  64. Raimundo Roberto Jose Carlos 11.12.17 at 01:46 - Reply

    Excelentissimo o meu muito obrigado pelo ensinamento

  65. Bernardo Tchipaco 20.12.17 at 12:20 - Reply

    Muito obrigado pela dica. Valeu

  66. Claudiver Duarte 28.12.17 at 21:06 - Reply

    Parabéns! dicas de grande ajuda vou indicar a outros que precisam.

  67. Claudiver Duarte 28.12.17 at 21:08 - Reply

    Parabéns ! muito útil pra mim.

  68. Ramon 08.02.18 at 06:55 - Reply

    Sensacional

  69. Carlos Piotto 11.02.18 at 18:29 - Reply

    Ótimas dicas!
    Estou produzindo um artigo para conclusão da minha Pós, controladoria e finanças pela PUC/Pr.
    Parabéns pela objetividade!

  70. Ancelmo 25.02.18 at 02:45 - Reply

    Muito obrigado! Aumento os parabens pela aprendizagem!

  71. Peterson Fabrício Correa dos Santos 01.03.18 at 15:29 - Reply

    Gostei, muito bom mesmo!

  72. Ednalva 03.03.18 at 17:17 - Reply

    Valeu a leitura, me animou!

  73. marcia 08.03.18 at 13:02 - Reply

    Amei! Excelente me ajudou muito! Grata1

  74. Milena 25.03.18 at 22:24 - Reply

    Agora, ficou mais fácil. Obrigada

  75. Antonio carlos 16.04.18 at 16:35 - Reply

    Muito bom suas dicas, com certeza vou aplica-las

  76. Excelente postagem!! Explicou com maestria e sanando todas as dúvidas, muito obrigada!

  77. MARCIA FERREIRA DA SILVA ALVES 16.05.18 at 21:47 - Reply

    Obrigado pelas informações, que estou começando a entender como escrever um artigo

  78. Lago Filho 20.05.18 at 16:26 - Reply

    muito obrigado, estou muito contente com as informaçoes.

  79. josé luis paulo 13.06.18 at 05:01 - Reply

    gostei da aula

  80. José António Fins 27.06.18 at 12:27 - Reply

    bom

  81. Marcelo 21.09.18 at 14:45 - Reply

    Boa tarde!

    Muito bom seu artigo.

    Valeu!

  82. Alaíde Xavier e Souza 25.10.18 at 23:24 - Reply

    Parabéns!
    Sem muitos arrodeio conseguiu passar as explicações de forma direta e coerente.

  83. Welielton 26.10.18 at 18:18 - Reply

    Parabéns, excelente conteúdo. Consegui esclarecer muitas dúvidas.

Leave A Comment