Olá, caros internautas.

A temática de hoje é a respeito das problemáticas que temos do próprio uso das tecnologias de informação e comunicação (TICs); nossos notebooks, smartphones, tablets PC e desktops contém informações que parecem mais ser infinitas, resultando em um caos generalizado de deseorganização de toda essa informação. E algumas delas importantes.

Uma destas partes com relevada importância para os acadêmicos é a referência bibliográfica. Contudo, alguns programas como o Mendeley Desktop, fruto do desenvolvimento daquela mesma TIC que provocou nossos problemas. As vezes parece esquisito… E é! rs

O que é o Mendeley?
Segundo informações do próprio site da empresa, que oferta gratuitamente o software, ele é um gerenciador de bibliografia. Os arquivos podem ser arquivados dentro do próprio desktop (HD) ou pode ser feito o upload das informações dentro do HD virtual que a empresa oferece. Atualmente são interessantes 500 Megas. Se comparado a programas como o dropbox, onde atualmente tenho 5 GB oferecidos, isso não passa de 10%, contudo, se levarmos em consideração de que estes 500 megas são para bibliografias, geralmente em documentos do tipo ‘pdf’ e ‘doc’, isso parece uma infinidade de espaço!

Então, quais são as qualidades do software?
Enfim, além da possibilidade de sincronizar toda sua bibliografia virtualmente (como um backup/ HD Virtual), ele possibilia também criar uma rede de contatos acadêmicos dentro de uma rede acadêmica, no estilo do www.academia.edu. Recomendo a todos estarem dentro destas redes, assim como a da LinkedIn.

Em segundo lugar, é possível desfrutar da coleta de informações das referências dentro do pdf/doc que você fez o upload, somente na versão 0.9.6.2 Contudo, para ter acesso aos serviços da internet, somente na atual versão 0.9.8.1. Ou seja, você terá de fazer a atualização e perder esse recurso formidável! Eu mesmo já fiz esta reclamação para eles. A resposta é que estão trabalhando para melhorar o serviço ao cliente. Sei, sei…

Apesar disso, como quarta característica, consegue-se estabelecer dois tipos de pastas. A pasta pública, onde todos os usuários e pessoas externas a rede do Mendeley podem acessar. E o segundo topo de pasta, a pessoal, obviamente, uma pasta com arquivos que possuem cunho pessoal e não há interesse em compartilhar estas informações. Dentro da pasta pessoal, há possibilidade de criar pastas compartilhadas. Por exemplo, criar uma pasta de monografia de conclusão de cursos com seus diversos alunos e cada aluno, criar uma pasta pessoal e convidá-lo para compartilhar. Imaginem como isso pode ser interessante para ambos os lados? A redução de espaço de uso dentro de caixas de mensagem e organizando melhor os arquivos pode tornar a vida acadêmica de quem começa e de quem está há um tempo um pouco mais fácil!

Além disso, existe a possibilidade de introduzir anotações e destacar partes do texto. Assim você pode ir fazendo uma pequena resenha mental através de seus pensamentos colocados exatamente enquanto lê o texto e em cima das principais partes. E na barra lateral direita, existe uma parte onde há possibilidade de criar um resumo sobre o texto. Todas estas informações, quando são sincronizadas as bibliografias, irão para o HD Virtual da Mendeley!

Com certos add-ins, você certamente terá conectado sua vasta bibliografia ao seu editor de texto (Microsoft Office ou BrOffice). Também poderá ter acesso ao Zotero ou EndNote, incluindo os modelos de citação que a ABNT pede em sua portaria sobre formatos bibliográficos. Tudo isso automaticamente, com poucos cliques!

Quer mais?
O software é free! Faça já o download do Mendeley Desktop.

Então, ainda não se convenceu de que o Mendeley Desktop é o iTunes das referências bibliográficas? Vá logo lá fazer o download e realizar sua inscrição na rede. E bons estudos!

____________________________________

Texto escrito por Ricardo Matheus, graduado em Gestão de Políticas Públicas pela EACH/USP, pós-graduando em Administração na FEA/USP e autor dos blogs Ricardo Matheus e Governanza Digital.