Pouca gente sabe, mas o Pós-Graduando surgiu como um perfil no Twitter, que consistia basicamente na publicação de desabafos, críticas e piadas sobre a pós-graduação, e de links com notícias sobre o tema.

Com o passar do tempo, o perfil passou a ser acompanhado por outras pessoas do meio acadêmico, como a Camila Nobre

[@camilaenobre] e a Carolina Borges [@carolamborges], nossas primeiras companhias na internet, e foi possível perceber uma certa identificação com os sentimentos e as experiências compartilhadas.

Também se tornou evidente a carência de informações sobre vários assuntos relacionados à pós-graduação, que parecem funcionar como conhecimento indígena: são passadas apenas oralmente. Como o preenchimento do Currículo Lattes, por exemplo. Ou você conhece alguém que sabe, ou vai ficar com a dúvida.

Para compartilhar um pouco da nossa experiência sobre a pós-graduação criamos o posgraduando.com, que completa três anos. Pode parecer pouco tempo, mas segundo os dados do Technorati, que é o maior agregador de blogs do mundo, cerca de 180 mil blogs são criados todos os dias, e a média de vida (útil ou não) de um blog é de no máximo três meses. Como podem observar, estamos no lucro.

Atualmente, o posgraduando.com possui mais de dez mil visitas diárias e 110 mil seguidores no Facebook. Nossos materiais foram utilizados em defesas de doutorado e citados em palestras no exterior. E para comemorar o aniversário estamos investindo em várias novidades.

Uma delas é a reativação do nosso fórum, um espaço para conhecer outros pós-graduandos, trocar experiências, tirar dúvidas, discutir ciência e pós-graduação.

Estamos desenvolvendo uma página em que os pós-graduandos poderão oferecer serviços de tradução, revisão e/ou formatação de textos, análises estatísticas, consultoria acadêmica, entre outros, e descolar uma grana extra, assim como os pós-graduandos que necessitarem destes tipos de serviços terão onde procurá-los. Maiores informações sobre esta nova seção do blog podem ser obtidas neste link.

Decidimos também expandir a equipe editorial do blog, principalmente para atender áreas e assuntos diferentes da nossa formação e do nosso cotidiano acadêmico. As informações sobre como fazer parte da nossa equipe estão disponíveis neste link.

Por fim, gostaríamos de conhecer sua experiência com o blog, saber como ele lhe foi útil, o que você mais aprecia nele e o poderia ser feito para melhorá-lo.

Ah, e é claro, agradece-lo pela companhia nestes três anos.