Se você fez uma graduação, escreveu seu TCC e teve que se dividir entre trabalho e mais trabalho, não dando espaço para melhorar seu currículo, vai se deparar com uma tarefa complicada: como retornar ao ritmo de publicações e apresentação de trabalhos?

O caso realmente é sério. Todos os graduandos sabem que para tentar mestrado é necessário ter um bom currículo, e muitas vezes ninguém diz isso para os infelizes alunos que estão tentando acertar.

PASSO 1. ENCONTRE UMA EQUIPE DE PESQUISA

Você, caro estudante, deve participar de tudo desde a graduação, mas se não conseguiu porque te esconderam isso, calma a sua hora está chegando! Agora que você já está lascado, tente participar dos eventos científicos da sua área. Uma ideia para publicar é fazer grupos, assim vocês podem produzir trabalhos juntos; chama-se grupo de pesquisa essa estratégia.

PASSO 2. SE FOR PARA PESQUISAR, PROCURE ALGUÉM QUE TE APOIE OU NÃO ATRAPALHE

Tente na “cara-de-pau” conhecer pessoas que possam, na pior das hipóteses, só não te dar força, jamais as que te bote para baixo ou te atrapalhe, pois na hora de escrever você precisa ter foco, escrever é a arte de fazer você pirar.

PASSO 3. CONHEÇA AS REGRAS DA SUA LÍNGUA

Procure estudar a gramática normativa, pois a maior dificuldade não são as regras da ABNT e sim as peripécias que a língua prega nos pobres pós-graduandos.

Passo 4. LEIA O MÁXIMO QUE PUDER SOBRE O ASSUNTO ANTES DE PUBLICAR UM ARTIGO

Para melhorar seu currículo, você deve escrever sobre o que conhece. Nada de ficar por aí tentando escrever algo que não domina, porque é capaz de não funcionar.

PASSO 5. TENTE O PROCESSO SELETIVO DE MESTRADO

Todo mestrado tem uma prova para o ingresso no ano corrente, antes disso você deve fazer o teste de proficiência em Inglês ou Espanhol, vai depender da sua área, algumas instituições o fazem 3 vezes ao ano, outras em conjunto com a prova de mestrado.

PASSO 6. INSISTA E PERSISTA – A VITÓRIA É DE QUEM VAI À LUTA

No caso de não passar no mestrado devido ao currículo, tente novamente. Não desista, pois uma hora dará certo. E durante o ano, aproveite novas oportunidades de publicações e apresentação de trabalhos. O importante é não se abater.

Texto escrito por Catiane Raquel Sousa Fernandes, enfermeira e especialista em oncologia