Se você pudesse classificar seu orientador como um tipo de bebida, qual ele seria?

Orientador Água Mineral

É aquela coisa sem graça, mas todos dizem que ele é muito importante, que sua área de pesquisa é essencial. Você não se sente estimulado para continuar ali e se pergunta: Por que eu estou aqui se tem tanta coisa melhor por aí? E apesar de tudo isso, você insiste porque sabe que será isso lhe trará muitos benefícios no futuro.

Orientador Cerveja

É o popular! Está em todo lugar e todo mundo gosta. É assunto na rodinha dos alunos e é considerado o “amigão” da galera. Esse tipo de orientador não vai implicar se você ficar de ressaca e não aparecer logo cedo no laboratório. Aliás, é bem provável que essa bebedeira ocorra na companhia dele. Apesar do jeito “pop”, ele pode variar do mais simples até o mais requintado, que corresponde às exigências internacionais.

Orientador Champagne

É aquele que já rodou o mundo com o seu trabalho. Fez Doutorado e uns 5 Pós-Doc fora do país, nas melhores universidade do mundo. Fala vários idiomas e é extremamente seletivo com seus alunos. Dificilmente vai admitir um aluno com um Lattes “meia-boca”. No caso de IC, dá preferência aos alunos que tem alguma experiência internacional (Lembre-se: Tem muita Cidra por aí que se acha champagne. Fique atento!).

Orientador Campari

Poucas pessoas tem coragem de encarar, mas os que gostam não trocam por nada. Apesar de ser muito amargo, sempre tem solução: nada que um suco de laranja ou um pouco de energético não ajude a adoçar. Ou seja, competência e comprometimento com o trabalho podem acabar com a amargura desse tipo de orientador.

Orientador Vodka

Você se anima, pois esse orientador é bem atrativo. No começo parece que trabalhar com ele será muito promissor mas, no final, sobra uma baita dor de cabeça e aquela velha promessa: “Eu nunca mais vou fazer isso!”. Nesse momento a escolha entre vodka e água de coco faz muita diferença.

Orientador Absinto

Parece lenda, mas ele existe. É raro de se encontrar e deixa uma marca em quem consegue alcançá-lo. É forte e a maioria tem medo do contato com esse tipo de orientador. Ele é muito conhecido e causa muito impacto na sua área de pesquisa, mas para ser orientado por ele precisa de um Lattes “sucesso”. Não é pra qualquer um!

Orientador Drink “Capeta”

(ou qualquer mistura desconhecida de festa de república)

Como a bebida, esse orientador está muito acessível. Mas, caros amigos, nem tudo que é prático é o melhor.

Ele parece muito conveniente para você que tem um Lattes fraquinho, e é aí que você entra na cilada: esse orientador vai sugar a sua vida e você será aterrorizado pelo seu efeito por muito tempo. Se prepare …. TRAUMÁTICO!

E você, já tomou um porre de algum desses?